terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Tempo de Ser Santo

MEDITAÇÃO DIÁRIA

07 de janeiro
Tempo de Ser Santo

Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade. 2 Pedro 3:11

Tendo como destinatários aqueles que “obtiveram fé igualmente preciosa na justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo” (2Pe 1:1), a segunda carta de Pedro provavelmente tenha sido escrita em Roma, aproximadamente em 67 d.C., pouco antes do martírio do apóstolo. O tema, semelhante ao da primeira carta, é de cunho pastoral. Pedro exorta seus leitores a continuar crescendo na graça e no conhecimento espiritual, a fim de cumprirem o propósito de Deus por meio de seu chamado e vocação.

No primeiro capítulo, ele procura animá-los, mencionando sua experiência pessoal e a segurança da palavra profética. No segundo, adverte contra os falsos mestres. No último capítulo, depois de falar sobre a rejeição da promessa da segunda vinda por parte dos críticos de seu tempo, conclui reafirmando a certeza da concretização dessa promessa e o conselho para que os leitores estejam preparados.

Nosso texto de hoje é um convite à reflexão. Uma vez que o pecado será totalmente destruído, é necessário que os cristãos sejam diligentes em permitir que Cristo elimine todo rastro pecaminoso de sua vida. A expectativa da vinda do Senhor deve inspirar os fiéis a uma vida santa.

Como sábio pastor, Pedro conclama seus leitores a refletir sobre o fato de que o caráter é a única coisa a ser levada deste mundo. Moldá-lo segundo a vontade do Senhor deve ser nossa prioridade. Santidade de vida, glorificação a Deus e serviço ao semelhante são qualidades que devem caracterizar nossa experiência, em contraste com a vaidade pessoal, o descaso para com os assuntos sagrados e a indiferença em relação à proximidade do fim.

Se o conselho de Pedro era oportuno em seus dias, é muito mais válido agora, diante da iminência da vinda de Jesus. É nesse ponto que ouvimos o eco do pensamento de Paulo: “Portanto, vejam prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus” (Ef 5:15, 16).

A expressão “remir o tempo” implica “aproveitar as oportunidades”. Não temos direito a um viver banal, conformando-nos com uma experiência cristã superficial. Nossa salvação está em jogo. Não podemos desperdiçar tempo nem negligenciar os recursos que a Onipotência coloca à nossa disposição a fim de que nos preparemos para estar com Cristo eternamente.

Nenhum comentário:

AUTOR DA VITÓRIA

  MEDITAÇÃO DIÁRIA  28 de outubro AUTOR DA VITÓRIA Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo. 1 Corínt...