Translate

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Cuidando do Governo

A Fé Pela Qual Eu Vivo
17 de setembro
Cuidando do Governo


Filhos, sede obedientes, … porque isto é justo. Efés. 6:1.

A vontade de Deus é a lei do Céu. Enquanto essa lei foi a regra da vida, toda a família de Deus era santa e feliz. Mas ao ser desobedecida a lei divina, então foram introduzidos a inveja, o ciúme e a luta, e uma parte dos habitantes do Céu caiu. Enquanto a lei de Deus for acatada em nossos lares terrenos, a família será feliz. Orientação da Criança, pág. 79.

Uma das primeiras lições que a criança precisa aprender é a lição da obediência. Antes que fique bastante idosa para raciocinar, pode ser ensinada a obedecer. Educação, pág. 287.

A mãe é a rainha do lar, e os filhos são os seus súditos. Deve governar a casa sabiamente, na dignidade de sua maternidade. Sua influência no lar deve ser excelsa. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 111.

Nunca se deve permitir que a obstinação passe sem ser reprimida. … É impossível descrever os males que resultam de deixar a criança entregue à sua própria vontade. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 112.

Um governo inconstante – ora mantendo as linhas firmemente, ora permitindo o que havia sido condenado – é prejudicial para uma criança. O Lar Adventista, pág. 310.

Firmeza uniforme e controle desapaixonado são necessários na disciplina de toda a família. Dizei calmamente o que pretendeis, agi com consideração e ponde em prática o que dizeis sem vos desviardes. O Lar Adventista, pág. 309.

As exigências dos pais sempre devem ser razoáveis; manifestem bondade, não em tola condescendência, mas em uma sábia direção. Ensinem os pais aos filhos com satisfação, sem ralhar nem criticar, procurando unir o coração dos pequenos a eles pelos sedosos laços do amor. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, págs. 158 e 159.

A influência combinada de autoridade e amor tornarão possível segurar-se firmemente às rédeas do governo da família. Ter em vista a glória de Deus e o desejo que nossos filhos Lhe pertençam, nos livrará da frouxidão e da condescendência com o mal. O Lar Adventista, pág. 308.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 266
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis