Translate

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Tesouros da Divina Graça

Refletindo a Cristo

Tesouros da Divina Graça - 17 de outubro

E a si mesmo se purifica todo o que nEle tem esta esperança, assim como Ele é puro. I João 3:3.

Todo aquele que zelosamente busca a verdade e a justiça tem o privilégio de poder confiar nas infalíveis promessas de Deus. O Senhor Jesus torna manifesto o fato de que os tesouros da divina graça são colocados inteiramente à nossa disposição, de modo que possamos nos tornar condutos de luz. Não podemos receber as riquezas da graça de Cristo sem desejar reparti-las a outros. Quando possuirmos o amor de Cristo em nosso coração, sentiremos ser nosso dever e privilégio transmiti-lo.

O sol que brilha nos céus espalha seus brilhantes raios a todos os caminhos e atalhos da vida. Ele tem luz suficiente para milhares de mundos como o nosso. Assim também com o Sol da Justiça; Seus resplandecentes raios de salvação e alegria são amplamente suficientes para salvar nosso pequeno mundo, e eficazes para dar segurança a qualquer mundo que tenha sido criado. Cristo declara que nosso Pai celestial está mais disposto a conceder o Espírito Santo àqueles que O pedirem, do que os pais terrestres a dar presentes aos seus filhos.

O dia de Pentecoste proveu uma maravilhosa ocasião. No derramamento do Espírito Santo, que testemunho foi dado sobre a abundância da graça de Cristo! Por que será que os que afirmam crer na verdade superior vivem tão abaixo de seus privilégios? Se expulsarem o egoísmo, Jesus derramará sobre o coração sedento um constante suprimento do rio da vida. …

É o crescer no conhecimento do caráter de Cristo que santifica o coração. O discernir e apreciar a maravilhosa obra da expiação, transforma aquele que contempla o plano de salvação. Pelo contemplar a Cristo, ele é transformado na mesma imagem, de glória em glória, pelo Espírito do Senhor. A contemplação de Jesus se torna um processo enobrecedor e purificador para o verdadeiro cristão. Ele vê o Modelo, e cresce na Sua semelhança. Então, quão facilmente são harmonizadas as dissensões, rivalidades e contendas. A perfeição do caráter de Cristo é a inspiração do cristão. Quando O vemos como Ele é, desperta-se o desejo de ser semelhantes a Ele, e isso eleva o homem todo, pois “a si mesmo se purifica todo o que nEle tem esta esperança, assim como Ele é puro”. I João 3:3. …

O poder de Cristo deve ser o consolo, a esperança, a coroa de regozijo de todo aquele que segue a Jesus em meio aos conflitos e lutas da vida. Review and Herald, 26 de agosto de 1890.


Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986 – Pág. 296 –
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis