terça-feira, 17 de novembro de 2015

Números 12 Comentários: Mark Sheffield

Reavivados por Sua Palavra

Leitura Bíblica: Números 12
Comentários: Mark Sheffield

Desde que Aarão e Miriã tinham sido escolhidos por Deus para ajudar Moisés, eles partilhavam com ele o peso da liderança. Eles consideravam desnecessária a sugestão de Jetro para que assistentes adicionais fossem designados.

Miriã e Arão estavam cegos pela inveja e disseram: “Porventura, tem falado o SENHOR somente por Moisés? Não tem falado também por nós?” (Nm 12:2).

A inveja é um dos traços mais satânicos que podem existir no coração humano. Tivesse a conduta de Miriã e Aarão continuado sem controle e teria isto resultado em um grande mal. Em vez disso, Deus os humilhou e eles confessaram seu pecado. Este foi um aviso a todo o Israel para que controlassem o crescente espírito de descontentamento e insubordinação.

Somos responsáveis ​​por nossas palavras e o modo como tratamos aqueles a quem Deus deu a pesada responsabilidade de liderança.

O juízo de Deus, entretanto, foi temperado com misericórdia. Arão e Miriã foram perdoados e, embora ferida com lepra, Miriã foi curada. As pessoas se entristeceram por ela e aguardaram seu retorno, acolhendo-a de volta carinhosamente. Essa deve ser a nossa atitude para com aqueles que caíram.

Nancy Costa


Nenhum comentário:

Teoceno

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 24 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/teoceno/ Teoceno Nós, porém, segundo a promessa d...