quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Maravilhoso Jesus João 19:33,34




Como Jesus Morreu

Mas quando chegaram a Jesus, constatando que já estava morto, não lhe quebraram as pernas. Em vez disso, um dos soldados perfurou o lado de Jesus com uma lança, e logo saiu sangue e água. João 19:33, 34, NVI.

Jesus morreu depois de apenas cerca de seis horas de crucificação. Essa foi uma morte extraordinariamente rápida.

Uma das características mais cruéis da execução por crucificação era a lentidão da morte. A infeliz vítima ficava pendurada na cruz, incapaz de mover um dedo. Formigas e outros insetos passeavam sobre seu corpo; moscas pousavam em suas feridas. O sol ardia sem dó, o vento, a chuva e o sereno golpeavam a carne nua. O peso do corpo pendurado pelos cravos de metal recaía sobre as "mãos" – mais provavelmente sobre o pulso, já que a carne das mãos se rasgaria e o corpo cairia dos cravos.

A morte demorava bastante tempo. Muitas vezes só depois de vários dias é que a exposição às intempéries e a perda de fluidos corporais traziam o aguardado alívio da infernal estaca de execução.

A cruz foi uma arma de Satanás, não de Deus. Mas Deus a tomou e voltou-a contra o antigo inimigo.

Jesus morreu cedo, antes dos ladrões de cada lado dele. Era sexta-feira, o sábado estava chegando, os líderes judeus não queriam as três cruzes desfigurando a celebração da Páscoa, por isso pediram a Pilatos para apressar a morte dos condenados. Os soldados quebraram as pernas dos ladrões, mas quando chegaram a Jesus descobriram que Ele já estava morto. Um dos soldados perfurou o lado de Jesus com uma lança de onde jorrou sangue e água.

João, o discípulo amado, destaca o golpe de lança que atingiu o Seu lado: "Aquele que o viu, disso deu testemunho, e o seu testemunho é verdadeiro" (João 19:55, NVI). Por quê? Possivelmente porque algumas pessoas nos seus dias questionaram se Jesus realmente havia morrido.

Um longo artigo na revista da Sociedade Médica Americana (American Medical Association) (21 de março de 1986), "A morte física de Jesus Cristo," examinou os relatos dos Evangelhos acerca da crucificação de Jesus e concluiu:

"Assim, permanece incerto se Jesus morreu de ruptura cardíaca ou de insuficiência cardiorrespiratória. No entanto, a característica mais importante pode não ser como Ele morreu, mas se Ele morreu. O peso das evidências históricas e médicas claramente indica que Jesus estava morto antes do Seu lado ter sido perfurado e apóia a visão tradicional de que a lança, enterrada entre Sua costelas do lado direito, provavelmente não apenas perfurou o pulmão direito, mas também o pericárdio e o coração assegurando, assim, a sua morte. "

Por que é importante saber que Jesus realmente morreu? Porque o salário do pecado é a morte (Romanos 6:23), e por causa do que aconteceu no domingo de manhã – não uma recuperação dos sinais vitais, mas uma ressurreição!

ORAÇÃO

Mestre obediente até a morte e morte de cruz. Capacita-me a fazer a vontade do Pai em todos os detalhes, como Tu fizeste.
Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Hotel Abraão

  Devocional Diário Hotel Abraão Abraão plantou uma tamargueira em Berseba e invocou ali o nome do Senhor, o Deus Eterno. Gênesis 21:33 Um c...