sábado, 18 de junho de 2011

Maravilhoso Jesus-Marcos 5:19


A Religião Começa em Casa

Jesus não o permitiu, mas disse: “Vá para casa, para a sua família e anuncie-lhes quanto o Senhor fez por você e como teve misericórdia de você”. Marcos 5:19.

Com frequencia parece ser mais difícil compartilhar nossa fé com aqueles que estão mais próximos de nós. Nos sentimos mais confortáveis falando sobre a nossa religião com um vizinho ou até mesmo com um estranho do que com um irmão ou irmã de sangue. Por quê?

Porque aceitar a Jesus ameaça a rede de relações que a família construiu. A religião – a religião do coração - é profundamente pessoal e desperta fortes emoções tantono novo cristão como nos outros membros da família que ainda não disseram sim a Cristo. Rivalidades entre irmãos, talvez há muito tempo adormecidas, ressurgem.Os irmãos, as irmãs, e os pais podem ter a impressão de que o convertido - de uma maneira que eles conseguem sentir, mas não articular - os tenha abandonado, ou pelo menos os laços de sangue tenham enfraquecido.

Jesus reconheceu que o seu chamado inevitavelmente produziria tensão nos laços familiares e, por vezes, causaria até rompimentos. Ele disse:.. "Não pensem que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Pois eu vim para fazer que 'o homem fique contra seu pai, a filha contra sua mãe, a nora contra sua sogra; os inimigos do homem serão os da sua própria família' "(Mateus 10:34-36, NVI).

No entanto, a religião começa em casa. Todo cristão tem várias esferas de influência, mas o primeiro círculo é o lar.

O homem possuído pelo demônio, a quem Jesus tinha acabado de curar, pediu para acompanhá-lo. Jesus lhe disse: "Vá para casa!"

E aqueles que tem o privilégio de ter um lar cristão? Que mensagem esse texto traz para os pais?

Que devemos contar aos membros da nossa família o que Jesus fez por nós. Não devemos tomar como certo que eles já sabem.

Sou um ministro do evangelho. preguei milhares de sermões, já compartilhei o quanto o Senhor tem feito por mim com públicos grandes e pequenos.

Meus filhos me ouviram pregar publicamente muitas vezes. Mas isso não significa que a admoestação de Jesus em Marcos 5:19 tenha sido atendida. Devo contar pessoalmente aos meus filhos o que Jesus tem feito por mim, devo dizer-lhes, no âmbito da família, devo contar-lhes num diálogo coração a coração.

Temos muita religião "enlatada". Precisamos voltar ao básico, que é testemunhar uns aos outros o quanto o Senhor tem feito por nós, como teve misericórdia de nós.

E este tipo de religião começa em casa.

ORAÇÃO

Autor de toda bondade. Ajuda-me a testemunhar acerca do que tens feito por mim em meus diversos círculos de influência, a começar por aqueles que estão mais próximos de mim.

Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

O ÁRBITRO DE TODOS OS DESTINOS

 O ÁRBITRO DE TODOS OS DESTINOS O que diz respeito a mim o Senhor levará a bom termo; a Tua misericórdia, ó Senhor, dura para sempre; não de...