segunda-feira, 8 de julho de 2024

Primeiro em casa

 Devocional Diário

Vislumbres da eternidade
8 de julho
https://mais.cpb.com.br/meditacao/primeiro-em-casa/

Primeiro em casa

Abrão disse a Ló: “Não deveria haver conflito entre mim e você e entre os meus pastores e os seus pastores, porque somos parentes chegados.” Gênesis 13:8


Para ir ao campo missionário, você só precisa primeiro tomar o desjejum com sua família. Para ser um bom evangelista, você só precisa primeiro falar de Jesus na sua casa. Para ser um pregador de multidões, você só precisa primeiro contar uma história para os seus filhos, netos ou irmãos antes de dormir. Para ser um grande teólogo, você só precisa primeiro responder às dúvidas cotidianas dos que estão ao seu redor. É que tudo começa no lar.

Estudos em religião demonstram a enorme importância que a família tem para a moralidade e a espiritualidade. Ainda que se viva em um lugar onde não haja uma escola cristã que ensine os valores em que cremos, ainda que a igreja que frequentamos seja complicada, se vivermos a religião em família, ficaremos impregnados da verdadeira compreensão sobre Deus. Esses estudos mostram que existem dois fatores importantes. Primeiro, a necessidade de os pais compartilharem sua experiência com Jesus. As crianças ou os jovens não precisam apenas de normas; eles precisam entender como é manter uma conexão íntima com as coisas espirituais. Segundo, um sentido familiar de serviço. O serviço começa em casa, ajudando nas tarefas domésticas. Mas não fica nisso; deve se estender aos demais. “Ajudar” devia ser um dos objetivos essenciais da família, pois é assim que podemos reunir as condições necessárias para realizar um bom trabalho de equipe: vínculos afetivos, origens comuns e ideais compartilhados. A família que ajuda cresce na fé.

Gosto da frase de Abrão para Ló: “porque somos parentes chegados”. No acerto das desavenças, quando os argumentos já não são conciliáveis, é importante recordar que somos uma família. Nem sempre coincidiremos com os membros de nossa família – o que é compreensível –, mas eles são nossos familiares e os amamos. Pessoalmente, com eles aprendi o que significa que Deus seja meu Pai, e Jesus, meu Irmão mais velho. Com eles compreendi que não é preciso ir tão longe para ser um missionário. Deseje o melhor para sua família e esteja presente para ajudá-la no que for necessário. Faça dela sua primeira missão. Faça do seu lar uma antecipação da nova Terra.
●●●

Nenhum comentário:

Ser ou usar

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 21 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/ser-ou-usar/ Ser ou usar Cuidemos também de nos ...