quinta-feira, 11 de julho de 2024

Irmãos

 Devocional Diário

Vislumbres da eternidade
11 de julho
https://mais.cpb.com.br/meditacao/irmaos-2/

Irmãos

Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! Salmo 133:1


Normalmente, a relação mais duradoura que existe é a de irmãos. São as pessoas com quem compartilhamos uma união mais prolongada durante a vida e, com frequência, é com eles que vivenciamos uma quantidade maior de experiências. Essa é a razão pela qual os irmãos servem como exemplo da relação própria da vida na igreja.

O normal é que os irmãos se amem. Não se trata de um afeto nascido forçosamente de afinidades ou de atrações, mas do resultado de terem compartilhado momentos marcantes da infância. E esse vínculo permanece, ainda que haja opiniões diferentes e até opostas. Chega até a ser estranho, pois um irmão é perdoado de coisas que, se fosse outra pessoa, dificilmente deixaríamos passar. É que se trata de seu irmão e, de forma inquestionável, você deseja a redenção dele.

Era exatamente esse o desejo de Deus quando decidiu ilustrar a vivência dos membros da igreja entre si com a palavra “irmãos”. Pode ser que não existam afinidades e que as nossas perspectivas sejam muito diferentes, mas os irmãos se amam mesmo assim. Além disso, Deus quer que nossa relação seja a mais duradoura da história. Ele planejou que vivêssemos juntos a eternidade. Sim, eu sei que você acha isso uma “eternidade”, mas a eternidade é assim mesmo – muito tempo.

Como isso será possível? Com muito amor. Os irmãos se respeitam. Eles se conhecem publicamente e privadamente, e se respeitam. Tratam o que é público com os códigos do que é público e o que é privado com os códigos do que é privado. O que se pode mencionar, eles mencionam; o que é melhor guardar silêncio, guardam silêncio. As calúnias não deviam estar presentes nos comentários entre irmãos. Em nossa boca não deveriam estar nem o desprestígio, nem o estereótipo, nem a difamação. Isso não é coisa de irmãos. De acordo com o verso de hoje, nossa união como irmãos deve ser agradável, exalando uma fragrância suave.

O melhor desse assunto é que esse vínculo de carinho já deve começar aqui. Devemos ver nossos irmãos de fé como se fossem nossos irmãos de sangue. Não devemos ignorar seus defeitos, mas colocar acima deles as suas virtudes. Devemos estar presentes quando eles precisam de nós. Devemos, enfim, ser uma família, pois a eternidade já está chegando!

●●●

Nenhum comentário:

Imagens da igreja

  Devocional Diário  Vislumbres da eternidade  17 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/imagens-da-igreja/ Imagens da igreja Ele é como...