quarta-feira, 16 de março de 2022

O SER DIVINO

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

16/03/2022

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-ser-divino/

O SER DIVINO

E não vivam conforme os padrões deste mundo, mas deixem que Deus os transforme pela renovação da mente. Romanos 12:2

Na vida do discípulo João é exemplificada a verdadeira santificação. Durante os anos em que conviveu de perto com Cristo, ele foi advertido muitas vezes pelo Salvador e aceitou essas repreensões. À medida que o caráter do Ser divino se manifestava a ele, João via as próprias deficiências, e essa revelação o tornou humilde. Dia a dia, em contraste com seu próprio temperamento violento, ele observava a ternura e a longanimidade de Jesus, e ouvia Suas lições de humildade e paciência. Diariamente, seu coração era atraído para Cristo, até que perdeu de vista o próprio eu no amor pelo Mestre. O poder e a ternura, a majestade e a brandura, o vigor e a paciência que ele via na vida diária do Filho de Deus o encheram de admiração. Ele submeteu seu espírito ambicioso e vingativo ao poder modelador de Cristo, e o divino amor transformou seu caráter.

Em evidente contraste com a santificação realizada na vida de João está a experiência de seu companheiro Judas. Como João, Judas professava ser discípulo de Cristo, mas possuía apenas uma aparência de piedade. Ele não era insensível à beleza do caráter de Jesus. Muitas vezes, ao ouvir as palavras do Salvador, vinha-lhe a convicção, mas ele não humilhava o coração nem confessava seus pecados. Resistindo à divina influência, desonrou o Mestre a quem professava amar. João guerreou ferozmente contra suas faltas; mas Judas violava a consciência e cedia à tentação […].

João e Judas representam aqueles que professam ser seguidores de Cristo. Esses dois discípulos tiveram as mesmas oportunidades de estudar e seguir o divino Modelo. Ambos estiveram intimamente ligados a Jesus e experimentaram o mesmo privilégio de ouvir Seus ensinos. Ambos possuíam sérios defeitos de caráter; e ambos tiveram acesso à divina graça que transforma o caráter. Contudo, enquanto um estava aprendendo humildemente de Jesus, o outro revelava não ser praticante da Palavra, mas apenas ouvinte. Um, morrendo diariamente para o eu e vencendo o pecado, era santificado pela verdade; o outro, resistindo ao poder transformador da graça e condescendendo com desejos egoístas, era levado para a escravidão de Satanás (Atos dos Apóstolos, p. 355, 356 [557, 558]).

PARA REFLETIR: Você tem resistido à transformação divina em alguma área da sua vida?

Nenhum comentário:

O JOVEM GALILEU

O JOVEM GALILEU Três dias depois, O acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e fazendo-lhes perguntas. Lucas 2:46 Era o...