domingo, 27 de março de 2022

O SALVADOR QUE VIVE ETERNAMENTE

  O SALVADOR QUE VIVE ETERNAMENTE

Pois vive sempre para interceder por eles. Hebreus 7:25, NVI

Cristo disse: “Vocês serão Minhas testemunhas.” É preciso se apegar à Palavra da vida, deixar sua luz brilhar perante os seres humanos para que, vendo suas boas obras, eles glorifiquem ao Pai que está no Céu. A confissão da igreja, a declaração das evidências da verdade, do amor, da fidelidade e do poder de Deus são agentes escolhidos pelo Céu para revelar o amor perdoador de Cristo ao mundo. Os testemunhos do povo do Senhor, quando impressionados por Seu Espírito, convencem homens e mulheres do pecado de negligenciar tamanha salvação. Embora as pessoas convertidas a Deus reconheçam Seu poder por intermédio dos patriarcas e profetas, elas têm um testemunho mais interessante a dar, relativo aos milagres da graça de Cristo, o Salvador que vive eternamente, em sua experiência presente e pessoal. O precioso reconhecimento da bondade, paciência e do amor de Deus, quando acompanhado por uma vida coerente, carrega consigo um poder irresistível que resulta na salvação de pessoas. O apóstolo disse: “Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamar as virtudes Daquele que os chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz” (1Pe 2:9).

Cada verdade importante aceita no coração deve encontrar expressão correspondente na vida. À medida que recebem o amor de Cristo, homens e mulheres sentem o desejo de proclamar Seu poder aos outros. E o próprio ato de proclamação aprofunda e intensifica seu valor dentro da alma. Quem está cheio do amor de Cristo também sente avidez por compartilhar o consolo, a esperança e a paz que invade o seu coração. Sentem-se como Paulo, quando afirmou: “A mim, o menor de todos os santos, foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo e manifestar a todos qual é a dispensação do mistério que, durante tempos passados, esteve oculto em Deus, que criou todas as coisas. E isso para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida dos principados e das potestades nas regiões celestiais, segundo o eterno propósito que Deus estabeleceu em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Ef 3:8-11) (Review and Herald, 19 de fevereiro de 1889).

PARA REFLETIR: O desejo de proclamar o amor de Cristo se manifesta na proporção do recebimento desse amor. Qual foi a última vez que você falou sobre o amor de Jesus a alguém?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

27/03/2022

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-salvador-que-vive-eternamente/

Nenhum comentário:

O CORDEIRO PASCAL

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 2 de Outubro          O CORDEIRO PASCAL    Então Jesus lhes disse: "Tenho desejado ansiosamente comer esta Páscoa c...