quarta-feira, 23 de março de 2022

O OBREIRO DIVINO

 O OBREIRO DIVINO

É necessário que façamos as obras Daquele que Me enviou enquanto é dia. João 9:4

Deus tem um propósito ao enviar dificuldades aos Seus filhos. Ele nunca os dirige de forma diferente daquela que eles mesmos escolheriam, se pudessem ver o fim desde o princípio e discernir a glória do propósito que estão cumprindo. Tudo o que o Senhor traz sobre eles na forma de provação e infortúnio vem para que sejam fortes, a fim de agirem e sofrerem por Ele. Enquanto clamam a Deus por ajuda, Ele responde: “Aqui estou.”

Os cristãos são as joias de Jesus. Devem brilhar intensamente por Ele, irradiando a luz da Sua amabilidade. Seu brilho depende do polimento que recebem. Podem ser polidas ou permanecer rústicas. Mas todo aquele considerado digno de um lugar no templo do Senhor precisa se submeter ao processo de polimento. Sem o polimento feito por Deus, não conseguem refletir mais luz do que um pedregulho comum.

Cristo diz aos homens e mulheres: “Você é Meu. Eu o comprei. Agora é apenas uma pedra bruta, mas, se você se colocar em Minhas mãos, Eu o polirei, e o brilho que emanará trará honra ao Meu nome. Ninguém tirará você de Minhas mãos. Eu farei de você Meu tesouro particular. No dia da Minha coroação, você será uma pedra preciosa em Minha coroa de alegria.”

O Obreiro divino dedica pouco tempo a materiais sem valor. Somente as joias preciosas são polidas à semelhança de um palácio, tirando todas as asperezas. Esse processo é severo e árduo. Fere o orgulho humano. Cristo faz um corte profundo na experiência que os seres humanos, em sua autossuficiência, já haviam considerado completa e tira a exaltação pessoal do caráter. Lança fora a superfície extra, coloca a pedra na máquina polidora e a pressiona bem, para que todas as partes ásperas sejam eliminadas. Então, segurando a joia rumo à luz, o Mestre vê nela um reflexo de Si e a declara digna de um lugar em Seu porta-joias.

“Naquele dia, diz o Senhor dos Exércitos, tomarei você […] e farei de você um anel de selar, porque Eu o escolhi” (Ag 2:23). Bendita seja a experiência, por mais desafiadora, que confere novo valor à pedra e a faz brilhar com resplendor vivo (Review and Herald, 19 de dezembro de 1907).

PARA REFLETIR: Quais aspectos da sua vida Jesus está polindo? Como lidar com a dor que está sentindo enquanto Ele remove algumas arestas?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

23/03/2022

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-obreiro-divino/

Nenhum comentário:

O JOVEM GALILEU

O JOVEM GALILEU Três dias depois, O acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e fazendo-lhes perguntas. Lucas 2:46 Era o...