quinta-feira, 17 de março de 2022

O COOPERADOR

 O COOPERADOR

Aquele que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade. Miqueias 5:2

A história do grande conflito entre o bem e o mal, desde o tempo em que começou no Céu até o final da rebelião e extinção total do pecado, é também uma demonstração do imutável amor de Deus.

O Soberano do Universo não estava só em Sua obra de beneficência. Ele tinha um companheiro, um Cooperador que poderia apreciar Seus propósitos e participar de Sua alegria ao dar felicidade aos seres criados. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus” (Jo 1:1, 2). Cristo, o Verbo, o Unigênito de Deus, era um com o eterno Pai – um em natureza, caráter e propósito –, o único ser que poderia partilhar de todos os conselhos e propósitos de Deus. “Seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” (Is 9:6, ARA). Suas “origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade” (Mq 5:2). E o Filho de Deus declara a respeito de Si mesmo: “O Senhor Me possuía no início de Sua obra, antes de Suas obras mais antigas […] quando Ele compunha os fundamentos da terra, Eu estava com Ele e era o Seu arquiteto. Dia após dia Eu era a Sua alegria, divertindo-Me em todo o tempo na Sua presença” (Pv 8:22, 29, 30).

O Pai trabalhou por meio de Seu Filho na criação de todos os seres celestiais. “Nele foram criadas todas as coisas […] sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio Dele e para Ele” (Cl 1:16). Os anjos são ministros de Deus, fulgurantes pela luz que sempre flui de Sua presença e rápidos no voo para executarem Sua vontade. Mas o Filho, o Ungido de Deus, “a expressão exata do seu Ser” (Hb 1:3), o “resplendor da Sua glória” (Is 66:11, ARC), “sustentando todas as coisas pela Sua palavra poderosa” (Hb 1:3), tem a supremacia sobre todos eles. “Trono de glória enaltecido desde o princípio” foi o lugar de Seu santuário (Jr 17:12); “cetro de justiça é o cetro do Teu reino” (Hb 1:8). “Glória e majestade estão diante Dele, força e formosura, no Seu santuário” (Sl 96:6) (Patriarcas e Profetas, p. 9, 10 [33, 34]).

PARA REFLETIR: Se você fosse dar a Jesus um nome ou título com base na sua experiência com Ele, qual seria?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

17/03/2022

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-cooperador//


Nenhum comentário:

O ÚNICO GUIA SEGURO

  O ÚNICO GUIA SEGURO Àquele que teme o Senhor, Ele o instruirá no caminho que deve escolher. Salmo 25:12 O apóstolo exaltou a Cristo peran...