sábado, 19 de fevereiro de 2022

O VENCEDOR

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

19/02/2022

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-vencedor/

O VENCEDOR

Jesus lhes respondeu: “Destruam este santuário, e em três dias Eu o levantarei.” João 2:19

Cristo era o fundamento e a vida do templo. Os cultos realizados nele simbolizavam o sacrifício do Filho de Deus. O sacerdócio fora estabelecido para representar o caráter mediador e a obra de Cristo. Todo o plano do culto sacrifical era uma representação da morte do Salvador para redimir o mundo. Não haveria eficácia nessas ofertas quando se consumasse o grande acontecimento para o qual haviam apontado por séculos.

Uma vez que todo o sistema ritual simbolizava Cristo, não tinha valor sem Ele. Quando os judeus selaram sua rejeição a Cristo, entregando-O à morte, rejeitaram tudo o que dava significado ao templo e a seus cultos. Sua santidade desaparecera. Estava condenado à destruição. Daquele dia em diante, as ofertas sacrificais e o serviço relacionado a elas não tinham significado. Como a oferta de Caim, não expressavam fé no Salvador. Condenando Cristo à morte, os judeus, na verdade, destruíram seu templo. Quando Cristo foi crucificado, o véu interior do templo se rasgou em dois de alto a baixo, significando que o grande sacrifício final fora feito, e o sistema de ofertas sacrificais cessara para sempre.

“Em três dias Eu o levantarei” (Jo 2:19). Por ocasião da morte do Salvador, as forças das trevas pareciam prevalecer e exultaram em sua vitória. Entretanto, do sepulcro emprestado de José, Jesus saiu como Vencedor. “Despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando sobre eles na cruz” (Cl 2:15). Pelo poder de Sua morte e ressurreição, tornou-Se o ministro do “verdadeiro tabernáculo que o Senhor erigiu, e não o homem” (Hb 8:2). Homens construíram o tabernáculo judaico; homens edificaram o templo. O santuário de cima, porém, do qual o terrestre era um símbolo, não foi construído por nenhum arquiteto humano. “Eis aqui o homem cujo nome é Renovo […]. Ele mesmo edificará o templo do Senhor e será revestido de glória. Ele Se assentará no Seu trono, e dominará, e será sacerdote no Seu trono” (Zc 6:12, 13) (O Desejado de Todas as Nações, p. 122, 123 [165, 166]).

PARA REFLETIR: Satanás acreditava que sua estratégia para matar Jesus daria fim ao plano da redenção. O resultado foi o oposto. Como Deus tem usado momentos de sofrimento para trazer ainda mais bênçãos na sua vida?

Nenhum comentário:

O JOVEM GALILEU

O JOVEM GALILEU Três dias depois, O acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e fazendo-lhes perguntas. Lucas 2:46 Era o...