sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Não Dobrar Os Joelhos A Baal

 Meditação Diária

Sexta-feira, 24 de setembro

NÃO DOBRAR OS JOELHOS A BAAL

Também conservei em Israel sete mil, todos os joelhos que não se dobraram a Baal. 1 Reis 19:18

Elias era uma pessoa notável, um dos maiores homens do Antigo Testamento. Possuía força de caráter e vigor incomuns. Viveu em tempos difíceis. Quase todo o Israel, conduzido por Acabe e pela rainha Jezabel, havia caído em idolatria profunda.

Por meio desse homem excepcional, Deus combateu os males existentes e restaurou o verdadeiro culto a Jeová. Jezabel jurou matar o profeta. Fugindo para salvar a vida, Elias se escondeu numa caverna. Ele declarou para Deus que era o único que havia permanecido fiel. Em resposta, o Senhor lhe assegurou que havia ainda 7 mil que não haviam se dobrado a Baal e que Lhe eram fiéis.

Em nossos dias, há um grande número de quem se pode dizer o mesmo, pessoas que mantêm sua integridade diante de Deus. Há exércitos de jovens que podem dizer com legitimidade: “Em nada considero a vida preciosa […], contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus para testemunhar o evangelho da graça de Deus” (At 20:24).

Quando o exército dos midianitas se dirigiu para destruir Israel, Gideão tinha 32 mil homens. Deus os reduziu a 300. Eram homens que não recuariam e jamais se comprometeriam. Prosseguiriam sempre em nome do Senhor e confiando Nele. Com esses poucos, Deus derrotou os midianitas. É assim que Deus age sempre. Ele não depende de números. Chama homens que se disponham a ficar firmes haja o que houver.

Em toda parte, pessoas se curvam a Baal. Estamos preparados para ficar ao lado de Deus? Ele quer saber se estamos inteiramente a Seu lado ou se estamos com um pé na igreja e o outro fora. Não podemos fazer progredir a causa de Deus mais depressa do que progredimos nós mesmos em nossa vida espiritual. As maiores derrotas ocorrem sempre na linha de menor resistência.

Há hoje milhares de cristãos cujo relacionamento com Deus é uma força dinâmica na vida. Eles falam ousadamente em favor de Cristo. Não ficam fazendo pronunciamentos em torres de marfim a respeito da verdade. São pessoas reais que estão preparadas para testemunhar de Cristo em qualquer lugar. Como eles, devemos lutar ao lado de Miguel e Seus anjos. Só a luz pode lutar com os poderes das trevas.

Edward Heppenstall, 9/12/1976

Nenhum comentário:

O homem que não sai de cena

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 24 de outubro, domingo O HOMEM QUE NÃO SAI DE CENA Ele, porém, começou a praguejar e a jurar: Não conheço esse homem de q...