quinta-feira, 3 de junho de 2021

Resistir Ao Diabo

MEDITAÇÃO DIÁRIA

3 de Junho, Quinta

 Resistir Ao Diabo

Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Tiago 4:7

Apanhar o fruto da árvore proibida pareceu a Eva uma questão insignificante; o fruto era agradável à vista, e o sabor parecia desejável para tornar alguém sábio. Mas que terríveis resultados! Não era assunto insignificante perder assim sua lealdade a Deus. Isso abriu as barreiras do sofrimento para nosso mundo. Que quantidade de males resulta de um único passo em falso! Nossos olhos não devem se fixar na Terra, mas acima, no Céu. Precisamos atravessar perigos e dificuldades, avançando a cada passo, obtendo vitórias em todo conflito, e ainda subindo mais e mais. O ar se torna mais puro ao ser a alma levada para mais perto do Céu.

A Terra agora não apresenta atrações. O cenário celestial abre-se com luz e beleza. O cristão vê a coroa, a veste branca, a harpa, o ramo de palmeira da vitória; a imortalidade está ao alcance da mão. Agora a Terra desaparece de vista. [...]

Se perdermos tudo o mais, deveríamos manter a consciência pura e sensível. Quando impelidos a ir aonde haja o menor perigo de ofender a Deus, fazendo o que não deve fazer com uma consciência pura, não tenha medo nem hesite. Enfrente o tentador firmemente e diga: “Não porei minha alma em perigo pelas atrações mundanas. Amo e temo a Deus. Não me aventurarei a desonrá-Lo ou desobedecer-Lhe pelas riquezas do mundo ou o amor e favor de uma hoste de parentes mundanos. Eu amo a Jesus, que morreu por mim. Ele me comprou. Sou a aquisição de Seu sangue. Serei fiel às Suas reivindicações, e meu exemplo nunca será uma desculpa para alguém se desviar do caminho reto do dever. Não serei servo de Satanás nem do pecado. Minha vida será de tal natureza que deixará uma trilha luminosa na direção do Céu.”

Uma simples palavra para Deus, uma resistência firme, silenciosa até, salvaria não somente vocês, mas centenas de outros também. [...]

Chegou o tempo em que toda pessoa deve permanecer em pé ou cair segundo as próprias virtudes. Uns poucos atos religiosos, uns poucos bons impulsos podem ser apresentados à mente como evidências de retidão, mas Deus requer o coração inteiro. Ele não aceitará afeições divididas. Todo o ser deve ser entregue a Ele ou a oferta não será recebida pelo Céu.

Precisamos estar agora aprendendo as lições de fé, se quisermos permanecer firmes no tempo de angústia que se aproxima sobre todo o mundo para provar aqueles que habitam sobre a face da Terra. Precisamos ter a coragem de heróis e a fé de mártires (Carta 14, 1884).

Ellen G. White, 18/1/1983

Nenhum comentário:

A Morte do Pardal

  Meditação Diária Quarta-feira, 22 de setembro A MORTE DO PARDAL Não se vendem dois pardais por um asse? E nenhum deles cairá em terra sem ...