domingo, 20 de junho de 2021

A Parte de Deus

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

20 de junho, domingo

A Parte de Deus

E a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu Te darei o dízimo. Gênesis 28:22

De acordo com o costume de comemorar acontecimentos importantes, Jacó construiu um memorial da misericórdia de Deus, para que sempre que passasse por aquele caminho pudesse parar naquele local sagrado para adorar ao Senhor. [...] Com profunda gratidão repetiu a promessa de que a presença de Deus estaria com ele; e então fez este voto solene: “Se Deus for comigo, e me guardar nesta jornada que empreendo, e me der pão para comer e roupa que me vista, de maneira que eu volte em paz para a casa de meu pai, então, o Senhor será o meu Deus; e a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu Te darei o dízimo” (Gn 28:20-22).

Jacó não estava tentando fazer um contrato com Deus. O Senhor prometeu prosperidade a ele antes disso, e esse voto foi feito por um coração cheio de gratidão pela certeza do amor e da misericórdia de Deus. Jacó entendia que Deus tinha direitos sobre ele, os quais ele devia reconhecer, e que os sinais especiais do favor divino a ele concedidos exigiam retribuição. Assim também, toda bênção que nos é concedida exige uma resposta ao Autor de todas as condições favoráveis que desfrutamos. O cristão deve rever frequentemente sua vida passada e relembrar com gratidão os preciosos livramentos que Deus realizou em favor dele, amparando-o na provação, abrindo caminho diante dele quando tudo parecia escuro e ameaçador, e restaurando-o quando estava quase a desfalecer. Deve reconhecer tudo isso como provas do cuidado vigilante dos anjos celestiais. Em vista dessas bênçãos inumeráveis, devemos muitas vezes perguntar, com coração submisso e grato: “Que darei ao Senhor por todos os seus benefícios para comigo?” (Sl 116:12).

Nosso tempo, nossos talentos e nossa propriedade devem ser dedicados de maneira santa Àquele que nos confiou essas bênçãos. Sempre que um livramento especial for realizado em nosso favor, ou novas e inesperadas bênçãos nos forem concedidas, devemos reconhecer a bondade de Deus não simplesmente expressando nossa gratidão com palavras, mas, como Jacó, por meio de doações e ofertas à Sua causa. Uma vez que estamos continuamente recebendo as bênçãos de Deus, devemos também doar constantemente (Patriarcas e Profetas, p. 151, 152).

Ellen G. White, 28/2/1971

Nenhum comentário:

Esperança Para Todos

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 24 de julho, sábado Esperança Para Todos Cristo Jesus veio ao mundo para salvar pecadores. 1 Timóteo 1:15 “Você tem seis ...