Translate

domingo, 12 de maio de 2019

Bênçãos Sobre o Humilde

A Fé Pela Qual Eu Vivo
12 de maio
Bênçãos Sobre o Humilde

E Jesus, chamando uma criança, a pôs no meio deles e disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos Céus. Mat. 18:2 e 3.

O pecador desamparado deve apegar-se a Cristo como sua única esperança. Se deixar este apego por um momento que seja, porá em perigo sua vida e a dos outros. Somente estamos seguros no exercício da fé viva. Mas o acariciamento de qualquer pecado conhecido, a negligência de deveres elementares, no lar ou em outra parte, destruirá a fé e desligará a pessoa, de Deus.

Nada é mais ofensivo a Deus do que um espírito cheio de si. Na vida de Pedro há uma triste lição que devia ser uma advertência a todos os professos seguidores de Cristo. O Salvador lealmente o prevenira do perigo que se aproximava, mas, mui confiante em si mesmo e presunçoso declarara Pedro sua disposição de seguir seu Mestre até à prisão e morte. A prova lhe veio quando surgiu a tormenta sobre os discípulos pela humilhação de seu Líder. Melancólicas são as palavras escritas pela pena da inspiração: “Então, todos os discípulos, deixando-O, fugiram.” Mat. 26:56. E o impetuoso, zeloso e mui confiante Pedro negou repetidamente seu Senhor. Em seguida arrependeu-se amargamente; este exemplo, porém, devia ser uma admoestação a todos para se guardarem da confiança própria. Manuscrito 1, 1878.

Aqueles que se humilham e se tornam como criancinhas são os que serão ensinados por Deus. O Senhor não é dependente de qualquer talento humano; porque Ele é a Fonte de todo o dom perfeito. O mais humilde dos homens, se ama e teme a Deus, torna-se possuidor dos dons celestiais. O Senhor poderá usá-lo, porque tal homem não se empenha em trabalhar por si de acordo com suas próprias normas. Trabalha com temor e tremor para não danificar a norma. Sua vida é uma expressão da vida de Cristo. Carta 9, 1899.

Precisamos acalentar constantemente a mansidão e humildade, se quisermos possuir o espírito de Cristo. Manuscrito 1, 1878.


Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 - 12 de maio – Pág. 138

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis