Translate

quinta-feira, 14 de março de 2019

Os Anjos – Nossos Amigos e Guardadores

A Fé Pela Qual Eu Vivo

14 de março
Os Anjos – Nossos Amigos e Guardadores

Não são, porventura, todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação? Heb. 1:14.

O plano pelo qual poderia unicamente conseguir-se a salvação do homem, abrangia o Céu todo em seu infinito sacrifício. Os anjos não puderam regozijar-se ao desvendar-lhes Cristo o plano da redenção; pois viram que a salvação do homem deveria custar a indizível mágoa de seu amado Comandante. Com pesar e admiração escutaram Suas palavras ao contar-lhes Ele como deveria descer da pureza e paz do Céu, … e vir em contato com a degradação da Terra, para suportar suas tristezas, ignomínia e morte. …

Os anjos prostraram-se aos pés de Seu Comandante, e ofereceram-se para serem sacrifício para o homem. Mas a vida de um anjo não poderia pagar a dívida; apenas Aquele que criara o homem tinha poder para o redimir. Contudo, deveriam os anjos ter uma parte a desempenhar no plano da redenção. Cristo havia de fazer-Se “um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da morte”. Heb. 2:9. Tomando Ele sobre Si a natureza humana, Sua força não seria igual à deles, e deveriam eles ministrar-Lhe, fortalecê-Lo em Seus sofrimentos, e mitigar-Lhos. Deveriam também ser espíritos ministradores, enviados para ministrarem a favor daqueles que seriam herdeiros da salvação. Heb. 1:14. Eles guardariam os súditos da graça, do poder dos anjos maus, e das trevas arremessadas constantemente em redor deles por Satanás. Patriarcas e Profetas, págs. 64 e 65.

Os anjos estão sempre presentes onde são muito necessitados, com aqueles que têm as mais árduas lutas com o eu e estão num ambiente de grande desânimo. Mentes fracas e trementes que têm os mais repreensíveis traços de caráter, são objeto de cuidado especial da parte deles. O que os corações egoístas considerariam um serviço humilhante – ministrar em favor dos desgraçados e em todo o sentido inferiores em caráter – é a obra destes seres puros e sem pecado, das cortes do alto. Signs of the Times, 30 de maio de 1916.

Todos os anjos do Céu estão unidos na obra de trazer ao homem os infinitos tesouros de um mundo melhor. Review and Herald, 21 de janeiro de 1890.

Deus e Cristo e os anjos celestiais estão lutando ao vosso lado. … Na força do Redentor, podeis ser mais do que vencedores. The Youth’s Instructor, 1º de janeiro de 1903.


Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 79
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis