segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Maravilhoso Jesus- Lucas 2:49


Cuidando dos negócios do meu Pai
Ele lhes respondeu: Por que me procuráveis? Não sabíeis que me cumpria cuidar dos negócios de meu Pai? Lucas 2:49 King James Version

Qual é o acontecimento mais antigo de que você se lembra? Construindo castelos na areia da praia? Queima de fogos no dia de fim de ano? Um machucado infantil que sua mãe cuidou com carinho?

Nalgum momento, entre sua infância e a idade de 12 anos, o garoto Jesus começou a perceber que era diferente das outras crianças. Ele começou a entender que José, o marido de Sua mãe, não era o Seu pai, que o ambiente protegido do lar de José não duraria para sempre, e que um dia Deus o levaria a realizar algo diferente do que o trabalho de carpinteiro que ele estava acostumado.

Nos primeiros séculos do Cristianismo vários evangelhos apócrifos foram escritos. Alguns deles especularam sobre os “anos silenciosos passados em Nazaré” – o período da infância, adolescência e amadurecimento antes de Jesus começar Seu ministério público. Num desses evangelhos encontramos Jesus fazendo pombinhas de barro. Ele as atira para o espaço e imediatamente – elas saem voando! Noutro incidente Maria supostamente está ensinando-lhe o alfabeto. Entretanto logo, Ele começa a instruí-la – Ele não somente já sabe o alfabeto, mas também revela significados secretos das letras!

Estes relatos acerca do garoto Jesus não são apenas fictícios – eles são falsos. O menino Jesus não tinha conhecimento perfeito acerca de Sua identidade ou missão. Conforme sua mente amadurecia sua compreensão a respeito das coisas se ampliava e assim Ele conseguia entender melhor a Si mesmo a aos outros. Em conseqüência dos cuidados de sua piedosa mãe, das instruções do Espírito Santo e da comunhão com o Seu verdadeiro Pai, a consciência a respeito de Si mesmo gradualmente raiou.

Quão cedo isto aconteceu e através de que meio não temos como dizer. Mas o verso bíblico de hoje torna claro que com a idade de 12 anos Jesus tinha uma compreensão surpreendentemente clara a respeito de quem Ele era e da missão para a qual tinha nascido.

Aquela visita ao Templo causou-lhe profunda impressão. “Pela primeira vez, contemplou o menino Jesus o templo. Viu os sacerdotes de vestes brancas, realizando seu solene ministério. Viu a ensangüentada vítima sobre o altar do sacrifício.... Cada ato parecia estar ligado a Sua própria vida. No íntimo acordavam-se-Lhe novos impulsos. Silencioso e absorto, parecia estudar a solução de um grande problema. O mistério de Sua missão desvendava-se ao Salvador” (White, O Desejado de Todas as Nações, p. 78).

Os rapazes e as garotas de hoje também podem discernir claramente o que são e o que Deus deseja que se tornem. Mas não sabem – não conseguem saber - tudo o que Deus tem reservado para eles. Quando tinha 12 anos, Jesus também não sabia. Mas eles podem saber que são filhos e filhas de Deus, e que nada neste mundo é mais importante do que os negócios do Pai celestial.
ORAÇÃO

Senhor, eu quero crescer na compreensão do Teu propósitos. Mais do que compreender quero colaborar para que os Teus planos se cumpram em minha vida. Por amor a Jesus. Amém.

Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Imagens da igreja

  Devocional Diário  Vislumbres da eternidade  17 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/imagens-da-igreja/ Imagens da igreja Ele é como...