Translate

domingo, 29 de maio de 2016

2 Reis 10 Comentários do Pr. Heber Toth Armí

 2 Reis 10

Comentários do Pr. Heber Toth Armí

Infelizmente “há muitos que se alimentam levemente da Bíblia Sagrada, mordiscando aqui e ali aleatoriamente com um interesse apenas passageiro pelas palavras de uma página. Poucos são aqueles que bebem de forma profunda e consistente dos rios de água viva” (Charles R. Swindoll).

Neste mundo de horrores, trevas espirituais e morais, violência e corrupção extremas precisamos mergulhar de cabeça no livro de Deus deixado à humanidade. Referindo-se a Jeú como “um dos homens mais sanguinários da Bíblia”, Harold L. Willmington oferece-nos os seguintes detalhes do capítulo em estudo:

1. Jeú mata a família de Acabe:
• O desafio feito por Jeú aos habitantes de Samaria de que atacaria a qualquer filho de Acabe que se declarasse rei (vs. 1-3);
• A decapitação promovida pelo povo se dispõe a ajudar Jeú, o qual lhes instrui o que fazer (vs. 4-8)
• A destruição dos demais remanescentes e chegados da família de Acabe (vs. 9-11, 15-17).

2. Jeú mata a família de Acazias, sem deixar sequer um para contar a história (vs. 12-14).

3. Jeú mata os sacerdotes de Baal:
• A fraude: Jeú finge querer adorar Baal e reúne todos os sacerdotes no próprio templo deles (vs. 18-24)
• A destruição: Jeú ordena que todos os sacerdotes sejam mortos e destrói o templo de Baal (vs. 18-28).

O objetivo do rei Jeú era eliminar idólatras e promotores da idolatria. Quando a perversão religiosa ganha proporção grandiosa somente uma reação na mesma proporção resolve. O caminho da reforma espiritual é doloroso, por isso muitos o evitam.

Contudo, nem todo líder que mergulha num projeto radical de reforma espiritual age corretamente. “Jeú orgulhava-se de seu ‘zelo para com o Senhor’ (10:16), mas esse ‘zelo’ era uma fachada piedosa para esconder o egotismo e o ódio que, na realidade, motivavam seu serviço. Deus incumbiu Jeú de um trabalho importante, mas Jeú extrapolou essa incumbência e foi longe demais” (Warren Wiersbe).

• É preciso ficar atento à forma que é administrada a reforma espiritual, pode ser que haja ambição ou legalismo por trás das boas intenções.
• É preciso ser humilde e submisso a Deus para operar qualquer reforma em Seu nome.
• O equilíbrio é um desafio para todo líder verdadeiramente espiritual.
• O segredo? Submissão total a Deus!

Peçamos discernimento a Deus! Reavivemo-nos! /Heber Toth Armí / #rpsp #rbhw #ebiblico


sábado, 28 de maio de 2016

2 Reis 9 Comentários do Pr. Heber Toth Armí

 2 Reis 9

Comentários do Pr. Heber Toth Armí

Nem tudo sai como Deus quer neste mundo de pecado e cheio de pessoas com livre-arbítrio; contudo, paradoxalmente, Ele está no controle de tudo. Sendo assim, não devemos esperar que tudo saia exatamente como queremos ou planejamos...

Deus pretendia que Seu povo fosse exemplo de espiritualidade ao mundo. Seu plano era tirar Israel do Egito para torná-lo uma nação influenciadora. Todavia, Israel teimosamente se opunha a estes planos, mesmo com prejuízos titânicos.

Mesmo após a passagem do poderoso profeta Elias e o impactante ministério profético de Eliseu (sem contar que havia outros profetas contemporâneos e mais as escolas dos profetas) duas abominações predominavam em Israel (v. 22):

1. Prostituições religiosas implantadas por Jezabel;
2. Muitas feitiçarias.

Perversão religiosa e feitiçaria perniciosa caracterizavam ao povo que deveria iluminar ao mundo com a prodigiosa graça de um Deus amoro que almeja a salvação da humanidade. Depois de tudo o que Deus havia feito em prol do povo, este responde com indiferença, provocação2 Reis 9  Comentários do Pr. Heber Toth Armí e perversidade.

Não se esqueça! Apesar de tudo, Deus esteve, está e estará no controle! Note:

• Nenhum pecador, mesmo rei ou rainha, bom ou ruim, consagrado ou profano, tem as rédeas da história nas mãos; pois, é Deus quem governa apesar dos problemas que tem que enfrentar. A profecia havia indicado a unção de Jeú através de Elias alguns anos antes a fim de executar a justiça de Yahweh (I Reis 19:16-17); agora, Eliseu é um dos instrumentos do Céu para conduzir a vontade de Deus na Terra nesse quesito (II Reis 9:1-13).

• Deus não permite que a sementeira do pecado vire praga pandêmica no mundo; por isso, Sua reação é radical para promover justiça (vs. 14-29). Visando frear a maré do pecado Deus permitiu que Jeú, o qual agia furiosamente, matasse os reis Jorão e Acazias a sangue frio.

• Embora Deus fique irado quando há crescente onda de pecado, Ele não age sem antes avisar por meio de Seus profetas (vs. 7-10, 30-37; conf. I Reis 21:20-26). Deus anuncia almejando arrependimento; havendo rebeldia, o juízo torna-se imprescindível.


Jezabel é a rainha da vaidade, sedução e perversidade (v. 30) – ícone da beleza falsa! Embora ela tenha muitos seguidores na atualidade, sejamos imitadores de Deus para refletir-Lhe o caráter neste mundo deplorável! – /Heber Toth Armí / #rpsp #rbhw #ebiblico

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis