Translate

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Ouça a voz de Deus- Jeremias 7


Ouça a voz de Deus
Pr. Heber Toth Armí

Vamos ler a Bíblia pela manhã e consagrar-se inteiramente a Deus o dia inteiro? 

Leia Jeremias 7. Antes considere que, nas profecias dos capítulos 2 a 6, Jeremias tinha cerca de 20 anos de idade. Na força da juventude, ele comunicou severos sermões, condenando a seu povo e pronunciando juízo sobre ele. Agora, os capítulos 7 a 10 são pregações realizadas após a Lei ter sido descoberta no templo durante a limpeza realizada pelo jovem rei Josias. O profeta e o rei, com quase a mesma idade, eram crentes entusiastas em Deus e grandes amigos. Nesse tempo, o povo de Deus confiava no Templo, na oração dos profetas e nos sacrifícios. E, sem confiar em Deus, nada disso era segurança a um povo em pecado. 

Não é certo confiar na oração; a oração é o meio de demonstrar confiança em Deus. Frequentar à igreja e/ou participar de rituais religiosos é uma coisa, relacionar-se com o Senhor da igreja é outra coisa. Rituais e objetos sagrados não salvam ninguém. É necessário ouvir a Deus (vs. 1-15). Ouça com atenção a voz de Deus nas páginas de Seu Livro sagrado e santifique-se para Deus neste dia!

Como você se sentiria se Deus te pedisse para não interceder por determinada pessoa, família ou povo? Qual seria tua atitude se soubesses que para algumas pessoas não há mais solução? 

Deus revelou a Jeremias (capítulo 7) que seu povo era um caso perdido. Não tinha mais o que fazer... mas Jeremias continua pregando, advertindo e exortando. Pois, até para casos perdidos Deus envia mensageiros, almejando a salvação dos perdidos e a libertação das práticas pecaminosas (vs. 16-20). Deus é soberano, Ele pode resolver até casos perdidos, por isso Israel não foi de todo destruído, mas apenas punido a fim de ser restaurado. 

O texto visa nos mostrar que mesmo que o povo praticasse a religião, sem comunhão não havia solução para seus problemas. Deus queria dar uma preciosa lição ao povo de então e de agora. 

A lição de vida é: Atividades religiosas só tem sentido se a prática for bíblica visando aproximar-se do Senhor; toda prática ritualística desprovida dos significados propostos por Deus, não passam de meras atividades vazias. Assim, até mesmo uma igreja ativa e animada, participativa e empenhada, pode ser uma igreja que precisa ser reavivada, caso seus membros não dão ouvidos à voz e às Palavras do Senhor (vs. 21-28). Ouça a voz de Deus hoje e aplique-as a tua vida!

Aparência religiosa não significa piedade verdadeira. O sincretismo religioso consiste em viver na igreja seguindo ou segundo o mundo. 

Leia Jeremias 7 e, perceba que, não faltar aos cultos, mas viver em falta com Deus nos dias que não há culto é o mesmo que adorar deuses pagãos, não importa o sacrifício ou a quantidade de oferta entregue para reparar tua negligência no relacionamento com Deus (vs. 29-34). Nada substitui a intimidade com o Criador. 

Nada satisfaz ou preenche o vazio do coração a não ser a comunhão com o Salvador, pois sem Deus qualquer coisa que se faça até mesmo em nome dEle. Sem Deus, toda e qualquer ação são atividades vazias que iludem o coração, mas não oferecem nenhuma salvação. Tem muitas lições neste sermão de Jeremias, mas o mais importante é aprender a relacionar-se intimamente com Jesus, o Messias. 

Vamos orar? 
“Senhor, sei que és grandioso em perdoar, então, perdoe-me as minhas negligências por não Te buscar como deveria. Ouça-me e ensina-me a Te ouvir, a apreender em meu coração a Tua Palavra para revelar com propriedade o resultado real de um relacionamento integral conTigo. Dá-me o prazer da intimidade ao Teu lado o dia inteiro a fim de que por Ti eu seja moldado e transformado num verdadeiro cristão reavivado. Em nome de Jesus, amém!”.Heber Toth Armí
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis