Translate

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Cristo Alivia o Fardo dos Pais

Refletindo a Cristo

Cristo Alivia o Fardo dos Pais-6 de junho

Vinde a Mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o Meu jugo e aprendei de Mim… e achareis descanso para a vossa alma. Mat. 11:28 e 29.

Nenhuma obra pode igualar a da mãe cristã. Ela assume o seu trabalho com um senso do que significa criar os filhos na disciplina e admoestação do Senhor. Quão freqüentemente sente ela que o peso de sua responsabilidade é maior do que o que pode suportar! E então, quão precioso é o privilégio de levar tudo em oração ao seu compassivo Salvador! Ela poderá depor o seu fardo aos Seus pés, e encontrar em Sua presença uma força que a sustentará e lhe dará alegria, esperança, coragem, e sabedoria nas horas mais difíceis. Quão agradável para a angustiada mãe é a certeza de ter um tal Amigo para todas as suas dificuldades. Se as mães apelassem a Cristo mais freqüentemente, e nEle confiassem mais completamente, seus fardos seriam mais leves, e elas encontrariam descanso para as suas almas.
Jesus ama as crianças. A importante responsabilidade de educar os filhos não deve repousar inteiramente sobre a mãe. O pai deve fazer a sua parte e apoiar a mãe em seu trabalho de proteção através de olhares animadores e palavras bondosas. … Ela deve dar tempo e atenção aos filhos. … A educação dos filhos para alcançar o padrão bíblico requererá tempo, perseverança e oração. Isto deve ser providenciado, ainda que algumas coisas na casa tenham de ser negligenciadas.
Muitas vezes por dia se ouve o grito: “Mãe, mãe”, vindo de uma vozinha atribulada e então de outra. Em resposta ao apelo a mãe precisa ir aqui e ali a fim de atender às suas exigências. … Uma palavra de aprovação trará alegria ao coração durante horas. A mãe pode espalhar aqui e ali muitos raios de luz e contentamento para os seus preciosos pequenos. Quão intimamente pode ela unir os seus queridos ao coração, de modo que a sua presença lhes seja o lugar mais feliz do mundo!
Com freqüência, porém, a paciência da mãe fica sobrecarregada com estas numerosas pequenas provações que parecem merecer pouca atenção. … Ela repetidas vezes quase se esquece de si própria, mas uma oração silenciosa ao seu compassivo Redentor acalma-lhe os nervos, e assim ela consegue segurar as rédeas do domínio próprio com calma dignidade. Ela fala com voz calma, mas fez esforço para reprimir palavras ásperas e subjugar sentimentos de ira, os quais, se expressos, destruiriam sua influência, a qual requereria tempo para recuperar. … Da mesma maneira como os pais desejariam que Deus os tratasse assim devem eles tratar os filhos.
Nossos filhos são apenas os membros mais jovens da família de Deus, a nós confiados para serem educados sabiamente, e pacientemente disciplinados, para que possam adquirir um caráter cristão e se qualificar para beneficiar os outros nesta vida e desfrutar a vida por vir. Signs of the Times, 13 de setembro de 1877.
Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986.– Pág. 163 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis