Translate

terça-feira, 15 de maio de 2018

As Maravilhas do Corpo Humano

Refletindo a Cristo

As Maravilhas do Corpo Humano-15 de maio


Porque Deus não nos tem dado Espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação. II Tim. 1:7.
Somos obra de Deus, e Sua Palavra declara que fomos formados “de um modo terrível e… maravilhoso”. Sal. 139:14. Ele preparou esta morada viva para a mente; ela é “primorosamente tecida”, um templo que o próprio Senhor preparou para a habitação de Seu Santo Espírito. A mente rege o homem inteiro. Todas as nossas ações, quer boas quer más, originam-se na mente. É a mente que adora a Deus e nos põe em contato com os seres celestiais. No entanto, muitos passam toda vida sem instruir-se acerca do escrínio [o corpo humano] que contém esse tesouro. Orientação da Criança, pág. 360.
Todos os órgãos físicos são servos da mente, e os nervos os mensageiros que transmitem suas ordens a cada parte do corpo, dirigindo os movimentos do mecanismo vivo. O exercício é uma ajuda importante para o desenvolvimento físico. Ativa a circulação do sangue e dá tonicidade ao organismo. Se se deixa que os músculos permaneçam inativos, logo se verá que o sangue não os nutre de modo suficiente. Em vez de aumentar de tamanho e vigor, perdem sua firmeza e elasticidade e se tornam frouxos e débeis. A inatividade não é a lei que o Senhor estabeleceu no corpo humano. A operação harmoniosa de todas as partes – cérebro, ossos e músculos – é necessária para o completo e salutar desenvolvimento de todo o organismo. …
Os apetites e as paixões precisam ser dominados, para que por seu intermédio não debilitemos nem contaminemos o templo humano de Deus.
Qualquer coisa que diminua as forças físicas enfraquece a mente, e torna-a menos clara para discernir entre o bem e o mal, entre o direito e o erro. Este princípio é ilustrado no caso de Nadabe e Abiú. Deu-lhes Deus sacratíssima obra a fazer, permitindo-lhes chegar perto dEle no serviço que lhes fora designado; eles, porém, tinham o hábito de beber vinho, e entraram no serviço santo do santuário com a mente confusa. Estava ali o fogo sagrado que fora aceso pelo próprio Deus; mas eles puseram fogo comum em seus incensários quando ofereceram o incenso que devia ascender como suave fragrância com as orações do povo de Deus. Visto que seu intelecto estava obscurecido por uma pecaminosa condescendência, menosprezaram a recomendação divina. “Então, saiu fogo de diante do Senhor e os consumiu; e morreram perante o Senhor.” Lev. 10:2.
É dever de cada estudante, de cada indivíduo, fazer tudo o que estiver ao seu alcance para apresentar o corpo a Cristo como templo purificado, fisicamente perfeito, bem como moralmente livre de contaminação – uma habitação adequada para a presença interior de Deus. Fundamentos da Educação Cristã, págs. 426-428.
Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986.– Pág. 141 – 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis