Translate

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Cristo—Príncipe da paz

Refletindo a Cristo
Cristo—Príncipe da paz ,24 de Janeiro

Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus. Mateus 5:9.


Cristo é o “Príncipe da Paz” (Isaías 9:6), e é Sua missão restituir à Terra e ao Céu a paz que o pecado arrebatou. “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.” Romanos 5:1. Todo aquele que consente em renunciar ao pecado, e abre o coração ao amor de Cristo, torna-se participante dessa paz celestial. 

Não há outra base de paz se não essa. A graça de Cristo, recebida no coração, subjuga a inimizade;afasta a contenda, e enche o coração de amor. Aquele que se acha em paz com Deus e seus semelhantes, não se pode tornar infeliz. Em seu coração não se achará a inveja; ruins suspeitas aí não encontrarão guarida; o ódio não pode existir.O coração que se encontra em harmonia com Deus partilha da paz do Céu, e difundirá ao redor de si sua bendita influência. O espírito de paz repousará qual orvalho sobre os corações desgostosos e turbados pelos conflitos mundanos. 

Os seguidores de Cristo são enviados ao mundo com a mensagem de paz. Quem quer que seja que, pela serena, inconsciente influência de uma vida santa, revelar o amor de Cristo; quem quer que, por palavras ou ações, levar outro a abandonar o pecado e entregar o coração a Deus, é um pacificador. 

E “bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus”. Mateus 5:9. O espírito de paz é um testemunho de sua ligação com o Céu. Envolve-os a suave fragrância de Cristo. O aroma da vida, a beleza do caráter, revelam ao mundo que eles são filhos de Deus. Vendo-os, os homens reconhecem que eles têm estado com Jesus. ... 

“O restante de Jacó estará no meio de muitos povos, como orvalho do Senhor, como chuvisco sobre a erva, que não espera pelo homem, nem depende dos filhos de homens.” Miqueias 5:7. — O Maior Discurso de Cristo, 27

Quando Isaías predisse o nascimento do Messias, conferiu-Lhe o título de “Príncipe da Paz”. Quando os anjos anunciaram aos pastores que Cristo nascera, cantaram sobre as planícies de Belém: “Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na Terra entre os homens, a que Ele quer bem.” Lucas 2:14. 

Há uma aparente contradição entre estas declarações proféticas e as palavras de Cristo: “Não penseis que vim trazer paz à Terra; não vim trazer paz, mas espada.” Mateus 10:34. Mas, entendidas corretamente, ambas estão em perfeita harmonia. O evangelho é uma mensagem de paz. O cristianismo é um sistema religioso que, recebido e obedecido, espalharia paz, harmonia e felicidade porto da a Terra. A religião de Cristo ligará em íntima fraternidade todos os que lhe aceitarem os ensinos. Foi missão de Jesus reconciliar os homens com Deus, e assim uns com os outros. — O Grande Conflito, 46-47. 

Este texto vem do livro Refletindo a Cristoescrito por Ellen G. White

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis