Translate

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Cura divina


Cura divina, 22 de Agosto


Lembra-te, Senhor, peço-te, de que andei diante de Ti com fidelidade, com inteireza de coração, e fiz o que era reto aos Teus olhos; e chorou muitíssimo. 2 Reis 20:3.

Em meio ao seu próspero reinado, o rei Ezequias foi subitamente acometido de fatal enfermidade. Enfermo “de morte”, seu caso estava além do poder do auxílio humano. E o último vestígio de esperança pareceu removido, quando o profeta Isaías surgiu perante ele com a mensagem: “Assim diz o Senhor: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás.” Isaías 38:1.

A perspectiva parecia extremamente negra; contudo o rei podia ainda orar Àquele que até ali havia sido o seu “refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia”. Salmos 46:1.

E assim ele “virou o rosto para a parede, e orou ao Senhor.” 2 Reis 20:2. ... Aquele cujas “misericórdias não têm fim” (Lamentações 3:22), ouviu a oração de Seu servo. “Sucedeu, pois, que, não havendo Isaías ainda saído do meio do pátio, veio a ele a palavra do Senhor, dizendo: Volta e dize a Ezequias, chefe do Meu povo: Assim diz o Senhor, Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que Eu te sararei.” 2 Reis 20:4, 5. ... Jubiloso, o profeta voltou com as palavras de certeza e esperança. Ordenando que uma pasta de figos fosse posta sobre a parte enferma, Isaías entregou ao rei a mensagem de misericórdia, proteção e cuidado de Deus. — Profetas e Reis, 340-342.

Os que buscam a cura pela oração não devem negligenciar o emprego de remédios ao seu alcance. Não é uma negação da fé usar os remédios que Deus proveu para aliviar a dor e ajudar a natureza em sua obra de restauração. ... Deus pôs em nosso poder o obter conhecimento das leis da vida. Este conhecimento foi colocado ao nosso alcance para ser empregado. Devemos usar todo recurso para restauração da saúde, aproveitando-nos de todas as vantagens possíveis, agindo em harmonia com as leis naturais. Tendo orado pelo restabelecimento do doente, podemos trabalhar com muito maior energia ainda, agradecendo a Deus o termos o privilégio de cooperar com Ele, e pedindo-Lhe a bênção sobre os meios por Ele próprio fornecidos. — A Ciência do Bom Viver, 231, 232.


Este texto vem do livro devocional Vidas que Falam pelo Ellen G. White.
Para ver mais de seus livros, visite egwwritings.org
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis