Translate

quinta-feira, 19 de julho de 2018

O Propósito de Cristo

Refletindo a Cristo

O Propósito de Cristo- 19 de julho
Por esta causa, me ponho de joelhos diante do Pai, de quem toma o nome toda família, tanto no Céu como sobre a Terra, para que, segundo a riqueza da Sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder, mediante o seu Espírito no homem interior. Efés. 3:14-16.

Cristo declara: “Toda a autoridade Me foi dada no Céu e na Terra.” Mat. 28:18. Temos o privilégio de pedir esta ilimitada autoridade.

A glória de Deus é o Seu caráter. Enquanto Moisés estava no monte, fervorosamente intercedendo com Deus, orou: “Rogo-Te que me mostres a Tua glória.” Em resposta Deus declarou: “Farei passar toda a Minha bondade diante de ti e te proclamarei o nome do Senhor.” Êxo. 33:18 e 19.

A glória de Deus – o Seu caráter – foi então revelada: “E, passando o Senhor por diante dele, clamou: Senhor, Senhor Deus compassivo, clemente e longânimo e grande em misericórdia e fidelidade; que guarda a misericórdia em mil gerações, que perdoa a iniqüidade, a transgressão e o pecado, ainda que não inocenta o culpado”. Êxo. 34:6 e 7.

Este caráter foi revelado na vida de Cristo. Para que pudesse por Seu exemplo condenar o pecado na carne, Ele tomou sobre Si a semelhança de carne pecaminosa. Ele contemplava constantemente o caráter de Deus, e constantemente revelava este caráter ao mundo. Cristo deseja que Seus seguidores revelem em sua vida este mesmo caráter.

Hoje continua sendo o Seu propósito santificar e purificar a Sua igreja “por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a Si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante”. Efés. 5:26 e 27. Cristo não poderia pedir ao Pai que concedesse aos que nEle crêem um dom maior do que o caráter que Ele revelou. Que amplitude há em Seu pedido! Que plenitude de graça todo crente em Cristo tem o privilégio de receber!

Deus trabalha com os que apropriadamente representam o Seu caráter. Por meio deles a Sua vontade é feita assim na Terra como no Céu. A santidade induz o seu possuidor a produzir frutos e a ser abundante em toda boa obra. Aquele que tem a mente de Cristo nunca se cansa de fazer o bem. Em lugar de esperar promoção nesta vida, ele aguarda o dia em que a Majestade do Céu exaltará os santos ao Seu trono. …

Oh, que possamos avaliar mais completamente a honra que Cristo nos concede! Ao tomarmos o Seu jugo e aprendermos dEle, tornamo-nos semelhantes a Ele em Seus anseios, em mansidão e humildade, em fragrância de caráter, e nos unimos a Ele em atribuir louvor, honra e glória a Deus como Ser supremo. Signs of the Times, 3 de setembro de 1902.


Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986 – Pág. 206 –
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis