Translate

domingo, 22 de julho de 2018

O Poder Transformador do Espírito Santo

Refletindo a Cristo

O Poder Transformador do Espírito Santo - 22 de julho

Porquanto Deus… vos dá o Seu Espírito Santo. I Tess. 4:7 e 8.

Quando o poder do Espírito Santo é apreciado e sentido no coração, o eu se exibe muito menos, e o sentimento de fraternidade humana se manifesta muito mais. Nosso dever não é exibir o eu, mas deixar que o Espírito Santo atue em nós. Assim, homens e mulheres que a si próprios se iludiram poderão ser libertados do erro.

Todos, sejam eles exaltados ou humildes, se não forem convertidos, acham-se na mesma condição. Os homens poderão se voltar de uma doutrina para outra. Isso está sendo, e será feito. … mas talvez nada saibam do significado das palavras: “Dar-vos-ei coração novo”. Ezeq. 36:26. A aceitação de novas teorias e a filiação a uma igreja não trazem nova vida a ninguém, ainda que a igreja à qual a pessoa se una esteja estabelecida sobre um firme alicerce. A ligação com uma igreja não toma o lugar da conversão. A filiação ao credo de uma igreja não tem o menor valor a ninguém se o coração não for realmente transformado.

A questão é séria, e seu significado deve ser plenamente compreendido. Os homens podem ser membros da igreja, e aparentemente trabalhar com zelo, desempenhando uma série de deveres, ano após ano, e mesmo assim não ser convertidos. … Mas quando a verdade é recebida como verdade pelo coração, ela passou pela consciência e cativou a mente com seus princípios puros. É colocada no coração pelo Espírito Santo, que revela sua beleza à mente, para que o seu poder transformador possa ser visto no caráter. …

Com a grande verdade que tivemos o privilégio de receber, devemos, e sob o poder do Espírito Santo, podemos tornar-nos condutos vivos de luz. Podemos então achegar-nos ao trono de misericórdia, e vendo o arco da promessa, ajoelhar-nos com o coração contrito, e buscar o reino dos Céus com um vigor espiritual que traria os seus próprios resultados. Nós o tomaríamos pela força, como fez Jacó. Então nossa mensagem seria o poder de Deus para salvação. Nossas súplicas seriam cheias de fervor, cheias de percepção da nossa grande necessidade, e não seriam negadas. A verdade seria expressa pela vida, pelo caráter, e por lábios tocados pela brasa viva do altar de Deus.

Quando tivermos tal experiência, seremos erguidos de nosso pobre e insignificante eu, que temos nutrido tão ternamente. Desarraigaremos de nosso coração o corrosivo poder do egoísmo, e nos encheremos de louvor e gratidão a Deus. Engrandeceremos ao Senhor, o Deus de amor, que engrandeceu a Cristo. E Ele revelará o Seu poder através de nós, tornando-nos foices afiadas no campo de colheita. Deus convida o Seu povo a revelá-Lo. Review and Herald, 14 de fevereiro de 1899.


Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986.
– Pág. 209 –
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis