Translate

terça-feira, 3 de julho de 2018

Deus Glorificado na Vida Human

Refletindo a Cristo
Deus Glorificado na Vida Humana- 3 de julho

Porque de Deus somos cooperadores; lavoura de Deus, edifício de Deus sois vós. I Cor. 3:9.

O Salvador Se deleita em ver Seus seguidores sendo colaboradores de Deus, recebendo abundantemente todos os recursos da frutificação, e dando liberalmente, como obreiros a Ele submissos. Cristo glorificou a Seu Pai através dos frutos que produziu, e a vida de Seus verdadeiros seguidores produzirá o mesmo resultado. Ao receber e distribuir, Seus obreiros produzirão muito fruto. Cristo disse: “Até agora nada tendes pedido em Meu nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa.” João 16:24.

O Deus previdente ainda está em nosso meio, embora não se vejam Suas pisadas, embora Suas ações positivas e diretas não sejam reconhecidas ou entendidas. O mundo, em sua sabedoria humana, não conhece a Deus. É plano de Deus que através do ser humano a Sua glória, não a glória dos homens, se manifeste. É a Sua luz que brilha através de Seus instrumentos. A Providência e a revelação trabalham em divina harmonia, revelando a Deus como o primeiro, o último, e o melhor em tudo.

Cristo está atraindo pecadores a Si por laços de amor, procurando uni-los a Si, para que sejam cooperadores junto a Deus, não com orgulho e auto-suficiência, mas com mansidão e humildade. Quando pecadores se convertem, Deus é glorificado perante os principados e potestades do céu e da Terra. Esses conversos são um espetáculo para o mundo, para os anjos e os homens. “Vós sois as Minhas testemunhas, diz o Senhor”. Isa. 43:10. “Olhando para Mim sereis transformados em caráter. Através da manifestação de paciência e amor cristãos, deveis revelar essa transformação.”

Ao partilharmos com outros o amor e mansidão que Deus tão abundantemente nos concedeu, devemos deixar nossa luz brilhar. Devemos fazer com todo dom de Deus o melhor uso possível, e tornando-o proveitoso. Nada podemos dar a Deus que já não seja dEle, mas podemos ajudar os sofredores ao nosso redor. Podemos prover-lhes as necessidades desta vida, e ao mesmo tempo falar-lhes do maravilhoso amor de Deus.

Cristo identificou Seus interesses com os de Seu povo. Ele disse claramente que podemos ajudá-Lo se ajudarmos aos Seus filhos que sofrem. Palavras de ânimo, ditas quando o coração está enfermo e o ânimo abatido, são consideradas pelo Salvador como tendo sido ditas a Ele. …

Devemos estar no mundo como uma influência corretiva, como o sal que retém o seu sabor. Em meio a uma geração perversa, impura e idólatra, devemos ser puros e santos, demonstrando que a graça de Cristo tem poder para restaurar no homem a divina semelhança. Precisamos exercer uma influência salvadora sobre os que estão no mundo. Bible Echo, 11 de junho de 1900.


Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986 – Pág. 190

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis