Translate

quarta-feira, 4 de abril de 2018

A Verdadeira Entrega a Deus

Refletindo a Cristo

A Verdadeira Entrega a Deus 4 de abril

 E a vida eterna é esta: que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3.
Não espereis que uma mudança mágica se realize em vós sem dardes os passos necessários. Vossa vida deve ser um humilde desenvolvimento de vossa própria salvação com temor e tremor, “porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a Sua boa vontade”. Filip. 2:13. Não vos detenhais, fugi para salvar a vida. …
Cristo requer que nos unamos, e que sejamos um com Ele como Ele o é com o Pai. Precisamos confiar em Deus, ser disciplinados e educados para a vida superior. Sim, confiai em Deus; esperai o Seu regozijo; segui-O; confiai em obediência, na fortaleza de Sua Palavra.
Obedecer quando parece extremamente difícil é fazer uma verdadeira entrega a Deus. Isso vivificará vossa natureza moral e subjugará vosso orgulho. Aprendei a subordinar vossa vontade à vontade de Deus, e sereis tornados aptos para a herança dos santos na luz. Manuscrito 12, 1888.
Uma fé generalizada não é suficiente. Precisamos usar as vestes da justiça de Cristo, e usá-las aberta, corajosa, e decididamente, ostentando a Cristo e não esperando muito do homem finito, mas manter-nos olhando para Jesus e deixando-nos cativar pela perfeição de Seu caráter. Então tornaremos individualmente manifesto o caráter de Jesus, e deixaremos claro que estamos revigorados pela verdade, pois ela santifica o coração e mantém cativos os pensamentos, em obediência a Cristo. Carta 14; 1891.
Todo missionário travará duras batalhas contra o eu, e esses combates não diminuirão. Mas se estivermos crescendo constantemente na experiência cristã, e se continuarmos a olhar com fé para Jesus, receberemos força para cada emergência. Todas as faculdades de uma natureza regenerada precisam ser mantidas em exercício constante, diário. Cada dia teremos oportunidade de crucificar o eu e lutar contra as inclinações e o temperamento perverso, que impelem a vontade na direção errada. O repouso e o triunfo da vitória ainda não são nossos, a não ser que pela fé celebremos a vitória que Cristo obteve por nós. Carta 4, 1892.
As promessas de Deus aceitas com fé genuína têm uma suave influência sobre a vida e o caráter, fazendo com que o instrumento humano reflita a imagem divina. … Deus faz a Sua parte… concedendo graça àquele que reparte em sua vida as graças concedidas, demonstrando ao mundo a genuína santificação em seu caráter. Manuscrito 45, 1900.
Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986. – Pág. 100 –
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis