Translate

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Que me falta?

Que me falta? 20 de Outubro


E perguntou-Lhe um certo príncipe, dizendo: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna? Lucas 18:18.

O jovem que perguntou a Jesus o que devia fazer para ter vida eterna, recebeu a resposta: “Guarda os mandamentos.” — Testimonies for the Church 4:219.

O caráter de Deus é expresso em Sua lei; e se queres estar em harmonia com Deus, os princípios de Sua lei devem ser o motivo de todas as tuas ações. ...

Às palavras: “Guarda os mandamentos”, o jovem respondeu: “Quais?” Mateus 19:17, 18. ... Cristo falava da lei dada no Sinai. Mencionou diversos mandamentos da segunda tábua do decálogo. ...
O jovem respondeu sem hesitação: “Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda?” Mateus 19:20. Sua compreensão da lei era externa e superficial. Julgado segundo o padrão humano, preservara caráter irrepreensível. Em grande parte sua vida exterior fora isenta de culpa; acreditara realmente que sua obediência fora sem falha. Contudo tinha um receio íntimo de que nem tudo estava direito entre seu coração e Deus. Isso originou a pergunta: “Que me falta ainda?”

“Se queres ser perfeito”, disse Cristo, “vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no Céu; e vem e segue-Me. E o jovem, ouvindo essa palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades.” Mateus 19:21, 22.
O amante de si mesmo é transgressor da lei. Isto quis Jesus revelar ao jovem, e submeteu-o a uma prova de modo tal, que manifestaria o egoísmo de seu coração. Mostrou-lhe a nódoa do caráter. O jovem não desejou mais esclarecimento. Nutrira na alma um ídolo — o mundo era o seu deus. Professava ter guardado os mandamentos, porém estava destituído do princípio que é o próprio espírito e vida de todos eles. Não possuía verdadeiro amor a Deus e ao homem. Esta falta era a carência de tudo quanto o qualificaria para entrar no reino do Céu. Em seu amor ao próprio eu e ao ganho terrestre, estava em desarmonia com os princípios do Céu. — Parábolas de Jesus, 391, 392.

Este texto vem do livro devocional Vidas que Falam pelo Ellen G. White.
Para ver mais de seus livros, visite egwwritings.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis