Translate

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Ezequiel 29 Comentário Pr Heber Toth Armí

Ezequiel 29
Comentário Pr Heber Toth Armí

Justo e generoso, santo e misericordioso – assim Deus quer ser reconhecido por todos os habitantes do mundo.

O capítulo em pauta é interessante quando visto sob o ângulo espiritual e conforme a intenção da proclamação do profeta Ezequiel.

1. De forma específica, é um oráculo contra Faraó e o Egito; de forma, geral, é um recado para cada pessoa (vs. 1-2).

2. A motivação do oráculo divino parte da ideia de tomar posse do que pertence a Deus, isso é furtar. Professar ser dono de algo que não lhe pertence caracteriza-se roubo. Faraó toma posse do que pertence a Deus, como muitos de nós fazemos. E, Deus não ignora tal depravação (vs. 3-5).

• O teólogo Charles E. Bradford argumenta que “Deus não permitirá que os seres humanos assumam posição de proprietários. Eles serão sempre mordomos, representantes bons ou maus. Caso se permitisse aos seres humanos agir como proprietários, logo atribuiriam a si mesmos as próprias prerrogativas da divindade”, como fez Tiro nos capítulos anteriores.

3. Tudo o que Deus pretende fazer é salvar; por isso, quer que todos O conheçam (v. 6; Oséias 6:3; João 17:3).

4. Deus julga para ensinar aos que tomam para si o que é dEle, que tal pretensão gera egoísmo, orgulho, arrogância, vanglória e resulta em desgraça total (vs. 7-10).

5. Deus explica o fim de quem toma para si o que é dele desejando que o pecador se arrependa e se converta (vs. 11-12). Sim, Deus intencionava salvar o Faraó e o Egito com tais profecias (vs. 13-16).

6. Os detalhes proféticos revelam um incomparável Deus conhecedor do futuro – Ele deve ser o único Deus reconhecido em cada nação. Os egípcios deveriam saber que Deus é justo, os babilônicos deveriam reconhecer que Deus é misericordioso recompensador. A cada povo Deus sabe como Se revelar (vs. 17-20).

7. O maior alvo de Deus nesta profecia era reavivar Israel, de onde viria o Messias (v. 21).

Deus condenou o Egito por sua grande ambição, e recompensou Babilônia por sua pequena submissão. Escolha ficar longe da ambição e busque à máxima submissão, então, verás o resultado! 

Estas profecias se cumpriram, vasculhe a história. Com elas, Deus queria reavivar poderosamente a Israel no passado; mas, agora, Ele anseia nosso despertamento... – Heber Toth Armí #ebiblico #rpsp #rbhw
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis