Translate

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Ezequiel 21 Comentário Pr Heber Toth Armí

Ezequiel 21
Comentário Pr Heber Toth Armí

A misericórdia de Deus pela humanidade miserável foi a razão de Israel ser preservado, como se percebe no capítulo anterior. Entretanto, imoralidades, promiscuidades, perversidades e todo tipo de iniquidade não passam despercebidos ao Juiz do Universo.

Neste capítulo, 16 vezes a espada é citada. Deus julga!

• Ezequiel geme como um homem sentindo uma tristeza imensurável e uma grande dor. Se alguém perguntasse sobre essa nova dramatização, deveria dizer que se referia à destruição total de Jerusalém – até então destruída parcialmente (vs. 1-7).

• Além de gritar e gemer numa nova encenação, agora Ezequiel daria pancadas nas coxas e bateria palmas. Assim chamaria a atenção para a real situação e previsões proféticas para o futuro em breve, em que Babilônia despedaçaria Judá e Deus bateria palmas quando o juízo sobre o pecado estivesse em andamento (vs. 8-17).

• Deus estava no controle dos judeus e dos babilônios – inclusive quando tudo parecia fora de controle, um pandemônio horrível. O pecado do povo havia provocado o caos político, econômico e social; contudo, Deus estava agindo para reverter o efeito do pecado. O rei Zedequias sofreria tudo o que arrogantemente plantou de errado (vs. 18-26).

• A solução para os judeus e o mundo estava na vinda do Messias. Assim, diante das trevas morais, da necessidade de líderes piedosos, e fieis mergulhados num desespero sem igual, Deus ainda despertava a esperança no coração deles (v. 27).

• A imoralidade e corrupção não ficam sem punição em lugar algum. Deus não está observando apenas Seu povo, Ele percebe o pecado em todas as suas formas em todos os lugares. Os amonitas também colheriam os resultados de suas rebeldias como exemplo do que o restante do mundo enfrentará se não abrir mão do pecado (vs. 28-32).

Deus demorou para punir Israel devido à Sua misericórdia. Hoje também somos alvos dessa misericórdia. 

• O que seria de nosso país se Deus agisse hoje como agiu com Israel no passado? 
• O que seria de nossa igreja se Deus apresentasse o diagnóstico dela? 
• E se o diagnóstico fosse de nossa vida, como seria?

Jesus é a solução para nossa situação; Ele tem capacidade de salvar-nos de nossa condição pecaminosa. Mas, quem preferir ao pecado antes que a Cristo colherá as consequências de suas escolhas.

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis