Translate

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Caminhos de Deus


Caminhos de Deus, 10 de Agosto


Porque os Meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os Meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a Terra, assim são os Meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os Meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos. Isaías 55:8, 9

Naamã, o sírio, consultou o profeta de Deus sobre como poderia curar-se de uma doença repugnante, a lepra. Foi-lhe ordenado banhar-se sete vezes no Jordão. Por que não seguiu imediatamente as instruções de Eliseu, o profeta de Deus? ... Em sua mortificação e decepção ficou violento e, tomado de ira, recusou-se a seguir o humilde procedimento indicado pelo profeta de Deus. “Pensava eu,” disse, “que ele sairia a ter comigo, por-se-ia de pé, invocaria o nome do Senhor seu Deus, moveria a mão sobre o lugar da lepra, e restauraria o leproso. Não são porventura Abana e Farfar, rios de Damasco, melhores do que todas as águas de Israel? Não poderia eu lavar-me neles, e ficar limpo? E voltou-se, e se foi com indignação.” Volveu-lhe o servo: “Meu pai, se houvesse dito o profeta alguma grande coisa, porventura não a farias? Quanto mais, dizendo-te ele: Lava-te [simplesmente], e ficarás purificado?” Sim, aquele grande homem considerava ser abaixo de sua dignidade dirigir-se ao humilde rio Jordão e lavar-se. Os rios por ele referidos e desejados eram embelezados por árvores e bosques, e nesses bosques havia ídolos. Muitos faziam romaria a esses rios para adorar seus deuses-ídolos; por isso nenhuma humildade lhe teria custado ir para lá. Mas era o seguir as específicas instruções do profeta que haveria de humilhar seu espírito altivo e orgulhoso. A obediência voluntária traria o resultado desejado. Banhou-se, e foi curado. — Testimonies for the Church 2:310.

Nossos planos nem sempre são os planos de Deus. ... Em Sua amorosa solicitude e interesse para conosco, Ele que nos compreende melhor do que nós próprios, permite-nos, por vezes, que procuremos egoistamente satisfazer nossa ambição. ... Pede que Lhe submetamos muitas coisas, mas fazendo-o não abandonamos senão o que nos impediria na marcha para o Céu. ...

Na vida futura, os mistérios que aqui nos inquietaram e desapontaram serão esclarecidos. Veremos que as orações na aparência desatendidas e as esperanças frustradas têm lugar entre as nossas maiores bênçãos. — A Ciência do Bom Viver, 473, 474.


Este texto vem do livro devocional Vidas que Falam pelo Ellen G. White.
Para ver mais de seus livros, visite egwwritings.org
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis