Translate

terça-feira, 25 de julho de 2017

Vazio de si mesmo


Vazio de si mesmo, 25 de Julho


Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse, e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto. Tiago 5:17, 18.

Lições importantes nos são apresentadas na experiência de Elias. Quando, no Monte Carmelo, fez oração para que chovesse, foi provada sua fé, mas ele perseverou em fazer conhecida a Deus sua petição. ... Tivesse cedido ao desânimo na sexta vez, sua oração não teria sido atendida, mas perseverou até que viesse a resposta. Temos um Deus cujos ouvidos não se acham fechados às nossas petições; e se provarmos Sua Palavra, Ele honrará nossa fé. Quer Ele que todos os nossos interesses estejam entretecidos com os Seus interesses, e então sem risco nos abençoará, pois não daremos a nós mesmos a glória, quando a bênção nos pertencer, mas daremos a Deus todo o louvor. Deus nem sempre atende às nossas orações na primeira vez que O invocamos, pois se assim fizesse, poderíamos achar muito natural termos direito a todas as bênçãos e favores que nos concedeu. Em vez de esquadrinharmos o coração, para ver se entretivemos qualquer mal, se condescendemos com qualquer pecado, tornar-nos-íamos descuidados, deixando de reconhecer nossa dependência dEle e nossa necessidade de Seu auxílio.

Elias humilhou-se até estar em condições de não atribuir a si mesmo a glória. Esta é a condição sob a qual o Senhor ouve a oração, pois então daremos a Ele o louvor. O costume de elogiar os homens é dos que resultam em grande mal. Um elogia o outro, e assim os homens são levados a julgar que lhes cabe glória e honra. Quando exaltais o homem, pondes um laço a sua alma, e fazeis justamente o que Satanás deseja. ... Deus, unicamente, é digno de ser glorificado. — The S.D.A. Bible Commentary 2:1034, 1035.

Quando Elias esquadrinhou o coração, pareceu-lhe decrescer cada vez mais, em sua própria estima e aos olhos de Deus. Pareceu-lhe não ser nada, e Deus ser tudo; e quando chegou a ponto de renunciar ao próprio eu, ao mesmo tempo que se apegava ao Salvador como sua única força e justiça, veio então a resposta. — The S.D.A. Bible Commentary 2:1035.

Este texto vem do livro devocional Vidas que Falam pelo Ellen G. White.
Para ver mais de seus livros, visite egwwritings.org
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis