Translate

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Salmo 30 – Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 30 –
Comentários Pr Heber Toth Armí

Só quem ora constantemente a Deus em meio às incertezas da vida chora apenas um momento. Quem ora em dias turbulentos, canta louvores ao Criador em todo o tempo.

• O salmista celebra a Jeová pelo livramento concedido (vs. 1-3);
• O salmista convida outros agraciados pelo favor divino a celebrar ao Salvador (vs. 4-5);
• O salmista confessa sua fragilidade e culpabilidade confiando na segurança divina (vs. 6-7);
• O salmista ora a Deus com base em Sua compaixão e graça, não nos próprios méritos (v. 8-10);
• O salmista conclui apresentando o resultado da oração, cantando louvores e, prometendo adoração perpétua a Deus (vs. 11-12).

Este mundo é “vale de sobra e de morte” (Salmo 23:4), onde a perseguição oprime aos adeptos do bem e da justiça (v. 1); onde o pecado promete prazeres e liberdades, mas escraviza e inferniza nossa alma. Contudo, Deus livra e cura profundamente (v. 2), reaviva e sustenta a vida (v. 3).

Assim, quando se chora enquanto ora as tristezas logo viram histórias gravadas na memória que servem para motivar aos mortais a renderem louvores ao Rei da glória.

Todos nós somos pecadores eu sofredores neste mundo; além disso, devido à santidade de Deus e Sua perfeita justiça, estamos condenados por suscitarmos Sua ira e indignação; entretanto, Seu favor e compaixão nos curam – tornando-O mais digno de louvor (vs. 4-12).

As notas fúnebres das músicas de quem confia em Deus se transformam em melodias de alegria:

• Moisés cometeu assassinato, fugiu do Egito e perdeu sua alta posição, permanecendo no deserto por 40 anos (noite); depois, com Deus sua vida foi um sucesso e uma bênção (manhã de alegria).

• José foi vendido pelos próprios irmãos, tornou-se escravo de Potifar, foi preso por acusação falsa ao tomar a mais nobre atitude (noite); contudo, ele saiu da prisão para governar o Egito e ser bênção ao mundo (amanhecer alegre).

• Jesus entrou na história amarga da humanidade, amou ao pecador ao máximo, foi traído, abandonado e morto (noite); porém, ao terceiro dia ressurgiu para nos dar a vitória sobre o pecado e a morte (alegria matutina).

• Muitos cristãos foram perseguidos, e, por fim, martirizados (noite), mas graças à vitória de Cristo, eles ressurgirão para a vida eterna (na manhã da ressurreição).

“Senhor, cura-nos, reaviva-nos!” – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Salmo 29 –Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 29 –
Comentários Pr Heber Toth Armí

Convocados. Todos nós somos neste salmo. O salmista Davi, inspirado pelo Espírito Santo, conclama a todos os seres humanos a adorar ao Senhor Deus, o soberano Rei do Universo.

O Salmo começa com quatro imperativos (vs. 1-2):

1. Atribuam ao Senhor filhos dos poderosos;
2. Atribuam ao Senhor glória e força;
3. Atribuam ao Senhor glória ao Seu nome;
4. Adorem ao Senhor na beleza de Sua santidade.

O Salmo revela-nos as razões pelas quais Deus merece adoração da toda a humanidade (v. 3):

1. A voz do Senhor está sobre as águas;
2. A voz do Senhor troveja sobre muitas águas;
3. O Senhor está sobre muitas águas.

O Salmo nos apresenta a voz de Deus superior a qualquer outra voz poderosa existente no universo (vs. 4-9):

1. A voz do Senhor está sobre as águas. Deus troveja sobre as muitas águas;
2. A voz de Deus é poderosa;
3. A voz de Deus é majestosa;
4. A voz do Senhor quebra os cedros, arrebenta cedros do Líbano e os faz saltar como bezerros. Líbano e Siriom como pequenos bezerros selvagens;
5. A voz do Senhor despede labaredas de fogo;
6. A voz do Senhor faz contorcer o deserto. O Senhor faz tremer o deserto de Cades;
7. A voz do Senhor faz procriar corças. E desnuda bosques.

Os seres celestiais glorificam ao Senhor no Templo – o centro de comando do Universo. Nada abala ao Seu reino (vs. 9-11). Assim, nas tempestades da vida, o povo de Deus encontra força e paz, segurança e esperança, em Seu poder insuperável.

A voz do Senhor é mais poderosa que os mais fortes cataclismos naturais; ela é destruidora, inquietante. Ela traz fogo consigo, faz tudo estremecer, cria e destrói. Assim ela evoca a glória do Criador.

Um exemplo do poder da voz divina está em Mateus 8:25-26, onde fica evidente a paz que essa voz pode oferecer quando enfrentamos grandes tumultos na vida.

O Deus de voz poderosa e temível tem o compromisso de fortalecer e abençoar com a paz ao Seu povo. Os sete trovões em Apocalipse 10 referem-se ao cuidado de Deus ao Seu amado povo, presente no turbulento tempo do fim para promover paz nos coração atribulados de Seus filhos.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Salmo 28 – Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 28 – 
Comentários Pr Heber Toth Armí

Existem dois grupos de pessoas no mundo: Os que são comprometidos com o bem e os que são comprometidos com o mal. Cada um desses tem seu líder: Os do bem seguem a Deus, os do mal seguem a Satanás.

Nós somos propriedades de quem pertencemos. Ou pertencemos a Deus e somos moldados por Sua santidade, ou pertencemos ao diabo e somos moldados por seus pecados. Os que pertencem a Deus são desprezados pelo diabo, mas os que pertencem ao diabo são – ou melhor, serão – rejeitados por Deus (vs. 3-5).

1. Sem Cristo todos pertencemos a Satanás, mas a partir do momento em que entregamo-nos a Cristo, deixamos de ser do mal (vs. 1-2, 8).

2. Sem Cristo somos herdeiros do fogo e enxofre junto com o diabo e seus anjos (Mateus 25:41); entretanto, quando aceitamos a Cristo, tornamo-nos herança de Deus, e Seu reino torna-se nossa herança (vs. 8-9).

3. Sem Cristo nosso líder é o diabo, porém, quando nos comprometemos com Cristo, o Bom Pastor, trocamos de líder; isso significa trilhar por direção diferente (v. 9).

Deus é a fortaleza de Seu povo, além de ser a proteção e a segurança que Seu povo precisa neste mundo de alta periculosidade. O povo de Deus clama por ajuda, pede socorro, anseia por proteção. Por viver onde o diabo hasteou sua bandeira não há sossego para os súditos do Bom Pastor; obtendo respostas às suas orações, o converso fiel celebra com exultação (vs. 6-7).

Os que amam a Deus e oram com os braços estendidos em direção ao Santuário Celestial, onde está o intercessor, não quer se parecer aos “servos da maldade em tempo integral”, pois “eles falam o dia inteiro de ‘paz’ e, depois, fazem hora extra para o Diabo”. 

Reflita:

• Aquilo que fazemos revela a quem pertencemos.
• Aquilo que dizemos revela de qual lado estamos.
• As nossas decisões e ações mostram se somos de Deus, ou do Diabo.

Quem ama a Deus espera justiça, ora para que Deus julgue àqueles “que passaram no seminário do Diabo” e foram bons alunos na teoria e na prática. Quando Deus agir contra os injustos, os justos pularão de alegria, cantarão em voz alta em gratidão, no dia do juízo; pois, serão vindicados.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

domingo, 27 de novembro de 2016

Salmo 27 – Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 27 –
Comentários Pr Heber Toth Armí

Proteção no passado e no presente teve àquele que buscou a Deus em oração.

Os servos de Deus correm constantes perigos neste mundo (II Timóteo 3:12; Romanos 8:36). Contudo, o livramento divino é a nossa certeza e segurança, como se vê neste Salmo de Davi:

• Reconheça tua necessidade de fé no Deus todo-poderoso (v. 1);
• Reflita nas experiências difíceis em como Deus cuidou de você (vs. 2-6);
• Ore com todo teu ser pela orientação e direção divina para tua vida (vs. 7-12);
• Descanse em paz na bondade de Deus (vs. 13-14).

Reflita neste poderoso e hilário testemunho de John Wesley:

“Muitos se esforçaram por atirar-me ao chão, enquanto por um caminho escorregadio descíamos uma colina para ir à cidade, imaginando que se eu caísse ao chão, dificilmente eu me levantaria outra vez. Mas não tropecei absolutamente, nem sequer sofri e mínima escorregadela, até que fiquei fora de seu alcance.... Embora muitos se esforçassem por lançar mão de meu colarinho e vestes, para arrojar-me por terra, não puderam de maneira nenhuma firmar-se: apenas um segurou firme na aba de meu colete, que logo lhe ficou na mão; a outra aba, em cujo bolso havia uma nota de banco, foi rasgada apenas pela metade.... Um homem robusto, precisamente por trás, vibrou contra mim várias vezes grossa vara de carvalho, com a qual, caso me houvesse uma única vez batido na parte posterior da cabeça, ter-se-ia livrado de mais incômodos. Mas todas as vezes as pancadas se desviaram para o lado, não sei como; pois não podia mover-me nem para a direita nem para a esquerda... Outro veio correndo atrás da multidão, e levantando braço para bater-me, subitamente o deixou cair, e apenas me tocou na cabeça, dizendo: ‘Que cabelo macio ele tem!’”

Ellen G. White explicou o que Wesley desconhecia: “Diversas vezes João Wesley escapou da morte por um milagre da misericórdia de Deus. Quando a fúria popular era incentivada contra ele, e parecia não haver meio de escape, um anjo em forma humana vinha ao seu lado, a plebe recuava, e o servo de Cristo saía em segurança do lugar de perigo”.

Anseie mais por estar na presença de Deus e em Sua casa. Confie nEle e desfrute de Sua abençoada companhia!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

sábado, 26 de novembro de 2016

Salmo 26 – Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 26 –
Comentários Pr Heber Toth Armí

Andar em integridade não significa impecabilidade. Ser íntegro para com Deus não é estar sem pecado. Mas, o resultado de andar em Sua presença (Gênesis 17:1). 

• O Salmo 25, nos versos 11 e 18, Davi pede perdão a Deus por seus pecados, e, no verso 21 considera-se íntegro.

Tamim (hebraico) significa “integridade”, “retidão” ou “com coração não-dividido”. Significa ser fiel e sincero para com Deus. Significa ser justo, pois Deus justifica àqueles que O buscam. Buscar a Deus significa virar as costas ao pecado. Implica rejeitá-lo, odiá-lo, desprezá-lo por amor a Deus.

Enquanto estivermos neste mundo de pecado, com natureza pecaminosa, carecemos desta súplica da oração ensinada por Jesus: “Pai Nosso que está nos Céus... perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos...” (Mateus 6:12). 

• Contudo, ao entrarmos em intimidade com a santidade de Deus (que justifica-nos da pecaminosidade), também poderemos orar o Salmo 26 com Davi.

O contexto do salmo nos ajuda a compreender a razão de sua composição. “O Salmo 26 pode ter sido extraído de Davi por causa da acusação insuportável para um justo: ‘Tu és um ímpio!’ Nesta situação, Davi precisou alegar ou recorrer a sua justiça ou a seu ser-um-justo, para que a justiça de Deus despontasse para a luz” (Frans Van Deursen).

Existe imensa diferença entre o ímpio e o justo: O ímpio é ávido por injustiça e pecados e, o justo é ávido por Deus e Sua justiça. O ímpio é pecador porque está longe do Salvador; o justo é íntegro porque foi perdoado e liberto de seus pecados por escolher a companhia do Salvador.

1. Quem se compromete com Deus confia em Sua bondade sem vacilar, a tal ponto de sugerir que Deus lhe faça justiça, lhe examine e prove, lhe sonde o coração e, inclusive os pensamentos (vs. 1-3);
2. Quem foge dos pecados para Deus torna-se intolerante ao pecado em grau máximo; por isso, não se assenta com pessoas fraudulentas nem se alia aos hipócritas, odeia a companhia dos malvados e não negocia com trapaceiros (vs. 5-7);
3. Quem ama a Deus deseja estar em Sua casa, O louva e O adora com a vida, e ora para que nada interfira no prazer dessa intimidade (vs. 8-12).

Busquemos esta experiência! Precisamos reavivar-nos! – Heber Toth Armí  #rpsp #rbhw #ebiblico

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Salmo 25 – Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 25 –
Comentários Pr Heber Toth Armí

É gratificante estudar a Bíblia e absorver na alma suas impressionantes verdades. Estudá-la facilitará nossa oração, nos dará clareza mental e discernimento espiritual para viver melhor a vida neste mundo deprimente.

O salmo em apreço é fantástico quanto à satisfação que pecadores podem encontrar no Salvador. Observe atentamente cada um de seus ricos pontos:

• Nos primeiros versículos, Davi demonstra na vida real uma súplica para não ser humilhado perante os seus inimigos (vs. 1-3);
• A seguir, fica evidente que, como Davi, devemos saber que precisamos pedir que Deus perdoe nossa culpa horrorosa (vs. 4-7);
• A base de nossa petição por perdão deve sempre ser o caráter gracioso e misericordioso de Deus (vs. 8-10);
• A reiteração revela nosso verdadeiro intuito de livrar-nos de nossos pecados (vs. 11-18);
• No dia do juízo não será envergonhado aqueles que humildemente buscarem verdadeiramente pelo perdão que apaga todo nosso pecado – os quais nos humilham perante aqueles que almejam nossa desgraça (vs. 19-21);
• Ao entendermos isso, como Davi, passaremos a interceder por nossos queridos (v. 22).

William MacDonald observa que para Davi, o homem que teme ao Senhor é quem mais desfruta Deus, além de experimentar:

• Orientação clara, pois o Senhor lhe mostra o caminho a seguir.
• Prosperidade pessoal, pois recebe provisão farta.
• Segurança familiar, pois seus filhos herdarão a terra.
• Comunhão com Deus, pois fará parte do círculo mais íntimo de amigos aos quais o Senhor revela Sua mente e Seus caminhos.

Contudo, Richard O. Lawrence alude: “O pensamento expresso neste salmo é de que aquele que deposita a sua confiança em Deus jamais será exposto ao ridículo, porque Deus jamais falhará”; pois, podemos esperar que Deus nos...

1. ...mostre Seu caminho, orientando-nos e ensinando-nos pela Sua verdade (vs. 4-5);
2. ...perdoe, libertando-nos do peso do nosso passado, e nos purificando (vs. 6-7).

Desta forma, “quando nos refugiamos no Senhor, e vivemos vidas justas, podemos enfrentar o futuro com confiança. E sem medo de sermos ridicularizados. Que Deus maravilhoso nós temos!”.

• Um crente que ora, medita e assimila a mensagem do evangelho terá intimidade com Deus e experimentará o que nenhum show, danceteria, bebida, cigarro, drogas, viagens pode oferecer.

Consequentemente, quem teme a Deus e prova intensamente os efeitos do perdão, desejará o mesmo a outros pecadores! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Salmo 24 – Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 24 –
Comentários Pr Heber Toth Armí

Estamos prestes a testemunhar o maior desfile triunfal do Universo. Jesus, que entrou para valer no grande conflito entre o bem e o mal, conquistou para Si o que Satanás sequestrara dEle.

• Graças a ousada e determinante coragem divina, temos esperança, não apenas de assistir, mas de participar da maior marcha com Cristo.

Embora escrito para adentrar a Jerusalém terrestre, este Salmo possui aplicações que vão além daquela que ocorreu quando Davi levou a arca (II Samuel 6:1-19). Davi tipificava o verdadeiro Rei de Israel, o real Rei da glória; portanto, além de histórico, o salmo aponta para um momento profético-messiânico, apoteótico.

“O Salmo se cumpre em nós quando Jesus entra em nosso coração como Rei para governar. Contudo, seu cumprimento pleno se dará quando a terra e seus habitantes o receberem de braços abertos como Senhor” (F. B. Meyer).

Reflita:

1. A Terra pertence ao Criador, não ao usurpador; Jesus a criou, e a reconquistou das mãos do sequestrador (vs. 1-2; Colossenses 1:13-17).
• O mundo e todos os seus habitantes é de Deus, não Satanás – que pensa ser dono de tudo (Mateus 4:8-9).

2. Todavia, Jesus não é autoritário, só habitará com Ele quem não quiser permanecer da corrupção e da depravação; mas aceita de bom grado os efeitos purificadores do plano da salvação (vs. 3-5).
• Jesus subiu ao Céu para preparar lugar a fim de, em um futuro breve, voltar para buscar aos Seus (Filipenses 3:20-21).

3. A garantia de que pecadores entrarão no Santo reino celestial está nas primícias levadas por Cristo ao Ser Ele entronizado em Sua glória após a Sua vitória sobre a morte (vs. 6-10; Mateus 27:51-53).
• Jesus é Rei da Glória, forte e poderoso para salvar a qualquer pecador, o vencedor da maior de todas as batalhas – o grande conflito (I Coríntios 2:6-8).

Do reino de Deus participa aquele que morre para o pecado e nasce de novo (João 3:3-5); pois, somente os puros de coração verão a Deus (Mateus 5:8). Não entrará no Céu nenhuma pessoa hipócrita, imoral ou corrupta (Romanos 1:18-32; Apocalipse 21:8-14).

• O Reino de Deus será único e perfeito.

Precisamos ser puros em nossos pensamentos, discursos, ações e adoração; precisamos de santificação (Hebreus 12:14), se quisermos participar da maior procissão histórica! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico




quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Salmo 23 – Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 23 – 
Comentários Pr Heber Toth Armí


Todos nós apreciamos ser cuidados. Desta forma, o cuidado do Pastor Celestial é o grande atrativo deste Salmo inspirador. 

• Vamos examiná-lo com atenção e oração?

Antes, porém, observe esta análise que David Ropor faz de Davi: “Ele era um gigante entre os homens, combinando em si o gênio militar de Alexandre o Grande, a sagacidade política de Abraão Lincoln, o talento musical de Beethoven, a habilidade literária de Shakespeare e a coordenação motora de Pelé”.

O segundo rei de Israel, antes da sua unção era um exímio pastor de ovelhas. Baseando-se em sua experiência pastoril e espiritual, Davi compôs esse velho poema decorado por milhares de pessoas ao redor do planeta, do qual aprendemos magníficas verdades:

• A maior segurança de um cidadão neste mundo inseguro é pertencer a Jesus, que, como bom Pastor, cuida pacientemente de Suas ovelhas.

• A maior tranquilidade nesta era agitada e estressante encontra aquele que repousa no cuidado paternal do Pastor Divinal.

• A maior restauração dos indivíduos detonados pelo pecado acontece quando, nesta vida árida e sem vigor, encontram-se frescor e refrigério nos “pastos verdejantes” e “águas tranquilas” que somente o Pastor Divino sabe nos conduzir.

• A maior sensação de justiça neste mundo permeado pelas injustiças pode ser experimentada na direção dada pelo amoroso Pastor – quando permitimos que Ele nos guie pelas veredas certas.

• A maior certeza de sucesso neste mundo, que mais parece um perigoso vale tenebroso, está na companhia real e constante dAquele que sabe o que é amor, o Pastor que não nos abandonará.

• A maior ameaça para a humanidade – a morte – não amedronta aquela alma cujo temor maior é ficar longe do Pastor que sabe sair de qualquer “beco sem saída”.

• A maior aflição experimentada por habitantes deste planeta em constante destruição pode ser facilmente sanada com o bordão e o cajado do Pastor que consolam nosso coração.

• A maior festa está sendo preparada aos que sofrem perseguições por causa do fiel compromisso com os princípios divinos do Pastor Jesus.

• A maior esperança está em morar na Casa do Senhor onde a bondade e a misericórdia serão companhias constantes dos salvos.

Você conhece o Pastor do Salmo 23? Estas regalias só têm quem é “ovelha” fielmente comprometida com Ele. Você é? – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Salmo 22 Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 22 
Comentários Pr Heber Toth Armí

Amigos, vamos meditar? Antes, porém, ore a Deus; depois leia o salmo inteiro. Agora, serenamente, reflita:

1. Você já sentiu a dor do abandono?
2. Você carrega marcas de momentos desesperadores?
3. Você já pensou que Deus te deixou?

Neste Salmo, Davi esteve no caminho do desespero; porém, em meio às trevas da alma, ele encontrou a rota para a fé e a confiança, o que não só resultou em triunfo, mas deixou-nos um magnífico legado.

1. Se até Davi se sentiu desamparado por Deus, por que não podemos sentir também? (vs. 1-2);
2. Se em meio à aflição e angústia, Davi desviou seu olhar de si mesmo e das circunstâncias que o assolavam para fixar em Deus, adorá-lO e louvá-lO; por que não fazer o mesmo? (v. 3);
3. Se Davi relembrou os atos de Deus oriundos da oração de Seu povo, por que não consultar a história sagrada para encontrar conforto no poder divino? (vs. 4-5);
4. Se Davi amadureceu (mesmo oscilando entre fé e queixa) ao levantar a cabeça e orar confiando em Deus, por que ficar de cabeça baixa reclamando e murmurando no vácuo? (vs. 6-21);
5. Se Davi superou pela fé a angústia do sofrimento ao orar para obter esperança a ponto de louvar, por que não ser cheio de esperança hoje quando entendemos melhor que Davi a intervenção divina através de Jesus, O qual deu Sua vida para dar-nos a salvação? (vs. 22-31).

Neste mundo, os justos sofrem. Há pessoas cruéis em nossa sociedade. Suas ações são:

1. Ressentimento contra os fieis (v. 7);
2. Compulsão da mentalidade coletiva (vs. 12-16);
3. Discernimento deturpado das coisas (v. 17);
4. Ambição inclusive por objetos comuns (v. 18).

Se Davi, que era pecador tentando viver os princípios divinos, viu a orquestração do inferno contra ele, o que Jesus poderia esperar? 

Mesmo sabendo que Sua aflição seria ainda mais profunda, Jesus decidiu entrar neste mundo cruel, lutar e vencer por nós, oferecendo esperança aos fies que enfrentam opressão ainda hoje.

Assim, quem...

• ...clama a Deus, revigora a alma e canta durante as tormentas da vida. 
• ...experimenta vigor espiritual conclama mais pessoas para adorar ao Salvador como Davi. 

Amigos, vamos clamar para recobrar ânimo, e então louvar/adorar ao Senhor? Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Salmo 21 – Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 21 –
Comentários Pr Heber Toth Armí

A Bíblia de Jerusalém explica que este Salmo tem “duas partes seguidas de antífonas corais (v. 8 e 14), tem acento messiânico e escatológico, fazendo com que fosse aplicado ao Cristo Rei”.

Neste Salmo “prevê-se a glória majestosa de Cristo” (vs. 1-7), comenta Merril Frederick Unger, “e celebra-se Sua vitória sobre Seus inimigos, 8-12. Então o Israel redimido cantará o hino [do versículo] 13”.

Este Salmo, “evidentemente, é o companheiro adequado do salmo 20, e está em sua posição apropriada ao lado dele. O salmo 20 antecipa o que esse vê como já realizado”, analisa Charles H. Spurgeon; e, então, faz as seguintes aplicações: “Se oramos hoje por um benefício e o recebemos, nós precisamos, antes que o Sol se ponha, louvar a Deus por essa misericórdia, ou então, caso contrário, mereceremos ser negados da próxima vez. O Salmo já foi chamado de ‘o canto triunfal de Davi’, e podemos lembrar-nos dele como sendo a Triunfante Ode Real. ‘O rei’ se sobressai nele todo, e nós o leremos com proveito verdadeiro se for doce a nossa meditação no Senhor enquanto o fazemos. Devemos coroá-lo com a glória da nossa salvação; cantando sobre Seu amor, e louvando Seu poder”.

Medite:

• Este Salmo é uma resposta ao Salmo anterior, o qual nos mostra que orar diante de uma situação desafiadora resultará em corações motivados a agradecer a Deus por Suas ações redentoras (vs. 1-7);
• Na sequência, o Salmo mostra que aqueles que experimentam as portentosas ações divinas meditam na subjugação dos inimigos de Deus e de Seu povo no fim dos tempos (vs. 8-12);
• Finalmente, o povo exalta e celebra efusivamente a força e o poder do Salvador (v. 13).

O grande conflito não será eterno, mas eterna será a vitória divina sobre todo poder maligno. O armagedom será o ápice dessa batalha cósmica e, no fim do milênio se fará execução final sobre todo o império do mal. Então, todo o universo e todos os salvos empreenderão um louvor universal ao Soberano que exterminou completamente tudo o que era mal (ver Malaquias 4:1; Apocalipse 7:7-12; 19:1-3; 20:14-15).

O plano divino está em andamento, cabe a cada pessoa a decisão de não ficar de fora dele. Confie, entrega-te a Deus! Ore e celebrarás!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

domingo, 20 de novembro de 2016

Salmo 20 Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 20
Comentários Pr Heber Toth Armí

Embora este Salmo seja uma prece ao rei, e aparentemente não tenha nada que ver com nossa cultura e com nossa realidade, precisamos atentar para a mensagem de Deus embutido nele para nós.

“O Senhor deseja que despertemos para nossa verdadeira condição espiritual; deseja que toda pessoa humilhe o coração e mente diante dEle. As palavras inspiradas que se acham nos Salmos 19 e 20 são apresentadas para nosso povo. É nosso privilégio aceitar essas preciosas promessas e crer nas advertências. Oro para que nosso coração esteja plenamente desperto para os perigos que cercam os indiferentes ao bem-estar eterno. Precisamos pesquisar as Escrituras como nunca antes. A Palavra de Deus deve ser nosso educador, nosso guia. Devemos compreender o que dizem as Escrituras” – adverte-nos Ellen G. White.

O comentário Bíblico Adventista diz que “o Salmo 20 sugere arranjo antifonal para o ritual de serviço: os v. 1 a 5 para serem cantados pela congregação, os v. 5 a 8 pelo rei ou talvez um levita, e o v. 9 pelo povo”.

Orando, reflita:

1. É claro que tanto o povo quanto qualquer político deve confiar igualmente em Deus para que o sucesso de uma nação seja realmente possível;
2. O nome de Deus está acima de todo nome, Ele é o Rei dos reis e Senhor dos senhores – todos devem reverenciá-lO por isso, inclusive os grandes monarcas da Terra;
3. Toda vitória miraculosamente obtida se deve à onipotente atuação do Deus que tem Sua habitação no Santuário, de onde Ele administra todo o Universo;
4. O sucesso em qualquer situação por mais complexa que seja só acontece caso busquemos a Deus, que do Céu interfere com ações extraordinárias da vitoriosa força de Sua destra;
5. A ostentação do poderio militar e o arsenal bélico do inimigo não intimidam aos que são comprometidos com o verdadeiro Deus;
6. Quem se gloria no Senhor não teme a ninguém que se gloria em seus próprios recursos, por mais perigosos e imponentes que sejam;
7. O soberano Filho de Deus, o qual entrou em cena no palco terrestre do grande conflito, merece nossa atenção, pois Ele venceu para nos conceder Sua vitória.

Deus protege e concede vitória, Ele intervém em favor dos que O buscam. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbh

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis