Translate

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Jó 15 COMENTÁRIOS Pr. Heber Toth Armi

Jó 15
COMENTÁRIOS Pr. Heber Toth Armi

No capítulo anterior, Jó havia deixado seus amigos de lado e voltado para Deus em oração, em busca de consolo relevante, concreto e restaurador. Jó é exemplo de um ser humano de oração. Além disso, Jó é um ícone na Bíblia e na história de que, doenças, prejuízos, miséria e crises não são sinônimos de deficiências da fé em Deus ou, consequências diretas de algum pecado pessoal. Finalmente, Jó prova que, mesmo perdendo todos os recursos, inclusive família e saúde, é possível a um ser humano ser fiel a Deus.

Apesar disso, os amigos de Jó não mudavam suas opiniões. Agora, na segunda rodada de discursos, Elifaz provoca novamente a Jó por ser uma ameaça para suas crenças. Matthew Henry esboça sua fala em três tópicos, como segue:

1. Elifaz repreende a Jó por se justificar, e o responsabiliza por muitas coisas más que são, injustamente, deduzidas disto (vs. 1-13);

2. Elifaz persuade Jó a se humilhar perante Deus e se envergonhar (vs. 14-16);

3. Elifaz faz a Jó uma longa preleção a respeito do lamentável estado dos ímpios, que endurecem seus corações contra Deus e os juízos que são preparados para eles (vs. 17-35).
Elifaz prova que, sem discernimento espiritual faz até mesmo os sábios dizerem coisas equivocadas ou aplicar verdades de forma errada. Qualquer apologética baseada em fontes de sabedoria humana está fadada ao erro.

“Elifaz não apenas ouviu as palavras de Jó, mas viu para onde elas levavam [v. 4]. Se todo mundo cresse, como Jó, que Deus nem sempre castiga os perversos e recompensa os justos, então que motivo haveria para obedecer a Deus? A religião não valeria a pena! Mas essa é a teologia do diabo, justamente aquilo que Deus estava refutando por meio de Jó”, diz Warren Wiersbe.

Reflita, decore: “Se as pessoas servem a Deus pensando apenas no que irão ganhar com isso, na verdade não estão servindo a Deus coisa nenhuma, estão apenas servindo a si mesmas e colocando Deus a seu serviço” (Wiersbe).

• Quando não dependemos de Deus para elaborarmos nossos conceitos (filosofias e doutrinas), podemos distorcer o caráter de Deus e favorecer a obra do diabo. Nossa interpretação, julgamento e preconceitos podem ser os obstáculos para a aceitação da verdade.

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis