Translate

quinta-feira, 28 de abril de 2016

1 Reis 1 Comentários– Heber Toth Armí

Leitura Bíblica –2 Reis  1 

Comentários– Heber Toth Armí

I REIS 1 – Iniciando a leitura deste livro avançamos em nosso projeto de reavivamento espiritual através da Palavra de Deus. Nos capítulos subsequentes analisaremos a história sagrada, o agir de Deus e Seu plano, focando a realeza hebraica.

Os livros de Reis abarcam aproximadamente “quatrocentos anos em pouco mais de 50.000 palavras”, conforme relata Charles G. Martin; portanto, muitas informações são extremamente limitadas. O escritor inspirado ocupou-se somente no que realmente importa. Desta forma, aquilo que está revelado é essencialmente relevante!

Na abertura do livro destacam-se os seguintes pontos:

• A velhice chega até ao menino fiel e corajoso que enfrento terríveis gigantes e desafios colossais: Após ter colecionado vitórias Davi estava tão envelhecido que foi preciso arranjar uma moça para aquecê-lo em seu leito gelado (vs. 1-4).

• Quem não busca a Deus, nem Seus planos, buscará oportunidades nas debilidades alheias visando alcançar ambições pessoais: O vaidoso Adonias, irmão de Absalão, acreditou ser ele o sucessor do trono de seu pai; aproveitando a fragilidade de Davi devido à idade avançada, “mexeu os pauzinhos” para sua autocoroação (vs. 5-10).

• Nas grandes vicissitudes mundiais um pequeno remanescente trabalha pelo avanço dos planos divinos: Natã e Bate-Seba comunicaram a Davi aquilo que ninguém havia lhe informado. Adonias, sabendo que estava errado, para a sua coroação não enviara convites ao profeta Natã, a Benaia, à guarda pessoal de Davi, a Salomão, e nem mesmo a Davi (vs. 11-29).

• A frouxidão na educação deverá ser quebrada com rigidez na vida adulta: Davi mimara demasiadamente a Adonias, mas agora precisará ser firme para que as consequências não corrompam os planos de Deus (vs. 30-40).

• O seguinte adágio geralmente revela verdades: “Quem deve, teme”. Adonias sabia que estava errado, portanto, ficou apavorado, morrendo de medo de morrer. Graciosamente, Salomão o acalmou! (vs. 41-53).

Após os eventos negativos na regência de Saul e os desafios enfrentados por Davi no estabelecimento da monarquia israelita, Salomão entra em cena para reinar. (Lembrando que Salomão era filho de Davi com a ex-mulher do falecido Urias: Deus não culpa os filhos pelos erros dos pais). Não sendo nada fácil, somente pela graça divina operando nas desgraças dos pecadores, que prosperou o estabelecimento do trono davídico.

Verdade bíblica: A graça divina age inclusive na desgraça humana!
Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí./Heber Toth Armí /


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis