Translate

sábado, 12 de julho de 2014

O que se espera do povo de DEUS- - Ezequiel 15

O que se espera do povo de DEUS

Em todas as épocas, uma coisa que é cobrada daqueles homens e mulheres que se propõem a seguir os valores do reino de Deus, o fruto de suas atitudes. No texto bíblico de hoje, o profeta procura mostrar que o povo de Israel se torna povo de Deus à medida que trabalha para o bem do outro e pratica a justiça.

Este é um texto pesado, duro, em que o profeta anuncia palavras severas da parte de Deus. Isto acontece porque o povo de Israel é rebelde e desobediente; não procura seguir as orientações do Senhor, E, por isso, esse povo rebelde vai ser comparado neste texto à videira. (Ezequiel 15.1,2). A madeira da videira que só serve para ser queimada e servir de lenha, assim seria Israel se continuasse a desobedecer ao Senhor.

O profeta vai contradizer o que alguns israelitas alegavam, de que eram melhores do que outros povos, por serem de Israel. O profeta alerta que eles em nada são melhores, pois pecam como qualquer outro povo e desafia para que se transformem em instrumento útil nas mãos de Deus.O que o povo deveria fazer – Voltar à prática da justiça e realizar o bem, pois só assim passariam a ser pessoas de valor.

O objetivo da videira é dar frutos e não apenas madeira para a lenha. O profeta faz isso para mostrar que o povo de Israel, devido ao seu pecado e desobediência é comparado a uma madeira difícil de ser trabalhada, a uma madeira que não se pode moldar de acordo com a vontade do escultor.

A prática da justiça é um dos maiores desafios para o cristão de nosso tempo, mas, também, o era para o povo de Deus da época de Ezequiel. Deus nos desafia a praticar a justiça, a mudarmos nosso posicionamento e nosso estilo de vida, a fim de sermos instrumentos úteis nas mãos do nosso Criador.

Todos nós somos chamados para exercer uma responsabilidade como cristãos. Somos responsáveis uns pelos outros, pois o meu próximo é também meu irmão. Nossa vida tem que demonstrar sinceridade para com Deus e para com o próximo.

Se nos deixamos seduzir por nossos anseios e desejos, desobedecemos ao Senhor e nos tornamos rebeldes e desobedientes. É preciso que tenhamos um comportamento adequado aos valores do reino de Deus; é preciso que procuremos obedecer ao Senhor para que não soframos por nossos erros e escolhas malfeitas.

E preciso que abramos o nosso coração e mente para deixar o Espírito de Deus trabalhar em nós, Assim, necessitamos dar espaço para que Deus faça a sua vontade.

Precisamos estar alertas, pois o pecado não está relacionado apenas a sexo, roubo, mentira, mas tem a ver, também, com o egoísmo, indiferença, arrogância e avareza e necessitamos nos libertar de tudo aquilo que tem nos impedido de realizar a vontade de Deus e que tem impedido que Deus realize a sua vontade em nós; só assim poderemos escapar do destino que é dado à madeira da figueira.

O valor das pessoas não está na sua descendência, mas nas atitudes que realizam; não basta dizer quem é, tem que demonstrar isso com atos. Não basta apenas dizermos que somos cristãos e pertencemos à igreja tal e temos esse ou aquele cargo. É necessário que as pessoas, ao nosso redor, percebam isso, principalmente, pela prática da justiça e do amor.


Precisamos ser pessoas que se deixem trabalhar pela ação de Deus, devemos nos moldar pelo sofrimento do outro, pois a necessidade e carência de nosso próximo têm de nos levar a atitudes que mudem nossa maneira de agir e pensar, alinhando-a a vontade de Deus.
http://moracao.blogspot.com.br/


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis