Translate

sábado, 21 de junho de 2014

O juízo de Deus- Jeremias 51

Lições de Vida
  
O juízo  de Deus
Pr. Heber Toth Armí

No capítulo de Jeremias (51) você é convidado a refletir sobre o lado bom do juízo. Com oração perceba que Deus é bom. O Senhor conhece o passado e o futuro, Ele está acima das nações, do tempo e da história – nada limita Seu poder e conhecimento. Estudando, percebi que Merrill F. Unger divide este capítulo com os seguintes tópicos, facilitando teu estudo:

1. Juízo divino sobre Babilônia (vs. 1-5);
2. Discurso ao remanescente (vs. 6-10);
3. Ataque dos medos (vs. 11-19);
4. A completa ruína de Babilônia (vs. 20-33);
5. A libertação de Israel (vs. 34-40);
6. Continuação da queda de Babilônia (vs. 41-64).

Deus é juiz para agir em prol da justiça daqueles que praticam a injustiça e oprime ao Seu povo. Deus ama, protege e cuida de Seu povo através do juízo; então quem se opõe ao juízo se opõe a Deus! E, não tem coisa pior que se opor a um Deus justo, poderoso e defensor dos que O amam!

Observe atentamente a mensagem profética de Jeremias. O que Jeremias ensina sobre o juízo no capítulo 51 de seu livro?

1. O juízo reivindica o caráter divino, santo, intolerante ao pecado!
2. O juízo revela quem é quem, quem ama e quem não ama a Deus!
3. O juízo liberta quem não tem poder para livrar-se das nações poderosas!
4. O juízo purifica o povo de Deus das impurezas do pecado!
5. O juízo é Deus se opondo àqueles que maltratam Seu povo!
6. O juízo é Deus se levantando para defender a causa de Seu povo!
7. O juízo é resposta divina diante do clamor humano!
8. O juízo é o método divino de salvar aos miseráveis sofredores do ódio dos terríveis pecadores!
9. O juízo é positivo, um ato da graça àqueles que vivem na desgraça!
10. O juízo é punitivo só para quem substitui Deus pela malignidade do pecado!

O Juízo é para o bem de quem faz o bem, não para o mal. Visa salvar, não destruir! Tudo o que Deus faz é bom!

Leia Jeremias 51. Este capítulo de Jeremias é grande, e possui grandiosas lições de vida. Deus cumpre o que promete, avisa antes para que ninguém se queixe de não ser avisado. 

Os medos e persas se uniram e levaram Babilônia à ruína conforme predissera a profecia. Deus desmascara aos ídolos, e, é “quem decide e revela o futuro do mundo” – comenta Paul R. House. House extrai um princípio espiritual que é fundamental na teologia de Jeremias: O Deus verdadeiro supera em tudo aos deuses falsos. “Ídolos são blocos de madeira e pedaços de esterco” – diz ele, “mas o Senhor é o único Deus vivo... 

A esperança que Israel tem de sobreviver não repousa no sincretismo ou politeísmo, mas no Deus que apresenta uma descrição precisa do passado e do futuro”. Temos o privilégio de falar com esse Deus Majestoso e poderoso, vamos aproveitar esta oportunidade? 

Oremos: “Pai de amor, que julga para o bem daqueles que Te amam. Te louvo pelo juízo. Infelizmente para muitos esse assunto é negativo, eles precisam de ouvir as boas novas positivas sobre o juízo; prepara-me para isso, em nome de Jesus. Amém”.

Imagens do Google – editado por Palavra Eficaz
Curta e compartilhe:

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis