Translate

quarta-feira, 25 de junho de 2014

As misericórdias do Senhor- Lamentações 3

As misericórdias do Senhor
Pr. Heber Toth Armí

Leia hoje um capítulo bíblico extraordinário: Lamentações 3! O maior capítulo traz a melhor mensagem do livro. Além disso, o capítulo inteiro “consiste em três poemas acrósticos que introduzem uma nota de esperança no livro” de Lamentações – diz Paul R. House. 

A seguir, veja a divisão temática realizada por David S. Dockery:

1. Choro pelo sofrimento (vs. 1-20);
2. Confiança na fidelidade divina (vs. 21-41);
3. Uma oração por vingança (vs. 43-66).

No princípio o profeta Jeremias chora, reconhece o juízo divino. “Alternando a primeira pessoa do plural e do singular (‘eu’ e ‘nós’), o profeta traça um paralelo entre suas experiências e as de seu povo” – comenta William MacDonald. Isso significa, nas palavras de Merril F. Unger, que o profeta “se identifica com o povo castigado e, angustiado e aflito, abre seu coração ao Senhor na fé”. 

A lição para ser aplicada à vida é: Como servos de Deus é necessário que aprendamos a nos identificar com as dores, sofrimentos e angústias das pessoas, ainda que estejam sob juízo divino.

É grande o capítulo de Lamentações 3, possui 66 versículos, contendo três partes, separadas pelas 22 letras do alfabeto hebraico, as quais formam cada parte começando as frases com cada uma das letras do alfabeto. Essa beleza acróstica e poética se perdem na tradução para o português (ou qualquer idioma). Mesmo assim, medite em cada frase, parte por parte. 

Destaco aqui, a última parte do capítulo, em que “Jeremias lembra a bênção fiel do Senhor em tempos passados, e roga o castigo dos destruidores de Jerusalém” – explica M. F. Unger. Isso porque, ao Judá pecar contra Deus e perder Sua proteção, “esses inimigos haviam insultado o povo de Deus e cometido abusos contra ele. 

Confessando que Deus havia interferido em seu favor no passado, o autor pede que o Senhor retribua a esses inimigos as suas perversões e crueldades”, diz David S. Dockery. 

A lição é clara: Como instrumentos de Deus, é preciso aprender a fazer exatamente o que Deus espera, nem mais e nem menos, a fim de que não sejamos exagerados ou omissos – o que não agrada a Deus. Fique atento! Fique experto! Nunca desvie da vontade de Deus, nenhum pouco!

Ao estudar e meditar nas belas palavras poéticas de Jeremias em forma de lamentação (capítulo 3 do livro de Lamentações), impressionou-me sua parte central. Sua mensagem e fundamental para todos os que estão exilados neste mundo, sofrendo, angustiado, aflito, em desespero total. 

A parte central do capítulo é essencial ao pecador aflito que anseia por bondade de um Ser justo e forte. Aqui o profeta apresenta o outro lado do caráter de Deus:

1. A misericórdia de Deus impede Sua ira justa e santa de consumir todos os rebeldes pecadores (v. 22);
2. A misericórdia de Deus é infinita, isto é, nunca acaba; ela alcança a todos, todos os dias (v. 22);
3. A misericórdia de Deus é renovável e garante a Sua fidelidade diante de nossa infidelidade (v. 23).

Deus ampara àquele que nEle espera (v. 24), pois é misericordioso; por isso há incentivos a buscá-lO sempre e esperar Sua salvação (vs. 25-27). Faça isso e viva bem melhor. 

Abra a Deus teu coração em oração: "Bondoso Deus, Criador compassivo, cheio de misericórdia que garante a Tua fidelidade - louvado seja o Teu nome! Cada vez que Te conheço mais, mais meu coração se inclina para Ti em amor e compromisso. Graças Te dou por teu amor e tolerância para comigo, pois não recebo o que mereço, mas o que não mereço. Quero Te ser fiel hoje com a Tua ajuda, pois a Tua fidelidade é impressionante, reconheço. Aceite estas minhas palavras como sendo a entrega de minha vida e coração a Ti. Amém".
(adaptado)

Imagens do Google – editado por Palavra Eficaz
Curta e compartilhe:


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis