Translate

sábado, 30 de novembro de 2013

Céus ou Terra? Salmos 115:16

Meditação Diária
Céus 0u Terra?
Alejandro Bullón

Os Céus são os Céus do Senhor, mas a Terra, deu-a Ele aos filhos dos homens. Sal. 115:16.

Em 1923, um grupo de renomados e temidos homens de negócios dos Estados Unidos estava reunido no Edgewater Beach, um hotel em Chicago. Aquele grupo era quase um mito. Juntos, aqueles homens possuíam mais dinheiro que todo o tesouro americano. Jornais e revistas noticiavam suas histórias fabulosas. Todos olhavam para eles como símbolos de sucesso.

Vinte anos depois, a história era completamente diferente. Jesse Livermore, o mago da Wall Street, Leon Fraser, presidente do Banco Internacional Settlement e Ivan Kruegar, o homem principal do maior monopólio financeiro, cometeram suicídio. Charles Schwab, presidente da maior companhia independente de aço, morreu na maior miséria, e Richard Whitney, o presidente da bolsa de valores de Nova Iorque, estava na prisão.

O salmista afirma no verso de hoje que Deus deu a Terra aos filhos dos homens. A tragédia da criatura é pensar que, porque Deus confiou-lhe a Terra, ela é sua. Apaga Deus de sua vida. Torna-se seu próprio deus. 
Trabalha, luta, conquista e, aparentemente, vence, ou pelo menos chama de vitória o acúmulo de dinheiro, fama, poder e cultura, mas ignora que tudo acontece porque Deus permite. Afinal, foi Ele quem deu a Terra aos filhos dos homens.

Mas “os céus são os céus do Senhor”. É dali que Ele controla o destino das nações e das pessoas. Felizes são os que têm consciência dessa verdade e entendem que por cima da Terra estão os céus. Você pode dizer: “Hoje farei isto, e amanhã aquilo.” Mas, se Deus não permitir, nada acontecerá.

A fortuna passa, como passou o poder, a fama e o dinheiro daqueles homens. A terra se desgasta, envelhece e morre, mas os céus são eternos. Ai daquele que constrói seus sonhos e realizações fundamentados apenas em valores terrenos.

Separe hoje um tempo para olhar na direção dos céus. Observe a imensidão do infinito e verá que suas conquistas e logros são insignificantes. Por que vangloriar-se deles?

Ao sair hoje para o cumprimento de suas responsabilidades, ou ficar em casa, pense que: “Os céus são os céus do Senhor, mas a Terra, deu-a Ele aos filhos dos homens.”

http://www.palavraeficaz.com/

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Seguro na presença de DEUS- Salmos 114

Meditação Diária
Seguro na presença de DEUS
Alejandro Bullón

Estremece, ó terra, na presença do Senhor, na presença do Deus de Jacó. Sal. 114:7.

O salmo de hoje é um hino de louvor pela maneira extraordinária como Deus cuidou de Israel ao longo do deserto. Enfrentaram necessidades, mas nada lhes faltou. Perigos os rodearam, mas nada os atingiu.

Os filhos de Deus continuam peregrinando no deserto desta vida. Encontram-se diariamente diante de Mares Vermelhos, impossíveis de serem atravessados. Perigos. Muitos perigos. Desde cobras peçonhentas até feras famintas.

Em todas essas circunstâncias, o poder divino se manifestará, como se manifestou no deserto. Nada, nem ninguém, foi capaz de interromper a peregrinação do povo de Israel rumo ao seu glorioso destino. Também nada será capaz de impedir que você hoje alcance o ideal para o qual Deus o chamou.

O instrumento de Deus para guiá-lo é o Seu poder, revelado na Sua presença. Nas palavras do salmista, a terra estremece na presença do Senhor.

A mesma presença do Senhor faz estremecer. Protege Seus filhos? Por que destrói uns e salva outros? Depende do quê? Qual é o impacto que a presença de Deus causa na sua vida?

No Jardim do Éden, Adão e Eva se esconderam da presença do Senhor. Jonas fugiu da presença de Deus. Por ocasião da volta de Cristo, uns levantarão a mão para recebê-Lo com alegria, enquanto outros, chorando, gritarão aos montes e rochedos: “Caí sobre nós e escondei-nos da face dAquele que Se assenta no trono.” Apoc. 6:16.

Se hoje você fugir da presença de Deus, com certeza fugirá também no dia final. Se você aprender a andar todos os dias na presença de Jesus, quando Ele aparecer nas nuvens dos céus, você levantará os braços para recebê-Lo. Sua atitude diária diante da presença de Deus determinará se ela será proteção ou destruição para você no dia final.

Faça de hoje um dia de companheirismo com Jesus. Coloque sua frágil mão no braço poderoso do Senhor e deixe que Ele o conduza de vitória em vitória, em meio ao deserto desta vida.


Se assim o fizer, nada deterá a sua marcha, porque “estremece, ó Terra, na presença do Senhor, na presença do Deus de Jacó”.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Em todo tempo - Salmos 113:3

Meditação Diária
EM TODO TEMPO
Alejandro Bullón

Do nascimento do sol até ao ocaso, louvado seja o nome do Senhor. Sal. 113:3.

É comum louvar a Deus quando o coração transborda de alegria e gratidão. É também comum procurá-Lo quando as coisas parecem escapar do controle e você sente que não tem mais forças para continuar resistindo aos furacões da vida. Não falo de furacões como o Katrina ou o Vilma, que arrasaram tudo, mas pelo menos deixaram a esperança da reconstrução. Refiro-me àqueles vendavais emocionais que levam embora até a vontade de continuar vivendo.

O que acontece quando o ser amado um dia olha para você e diz: “Foi bom enquanto durou, mas estou partindo porque quero ser feliz”? O que você sente quando, depois de toda uma vida de trabalho, a traição de alguém em quem você confiava parece destruir todos os seus sonhos? Como reagir diante do corpo inerte do filho amado, ou do diagnóstico de um câncer terminal em plena juventude?

Buscar a Deus nos momentos de alegria e de tristeza será mais fácil se a declaração do verso de hoje for uma realidade na experiência. Louvar o nome de Deus precisa ser um ato permanente. “Do nascimento do sol até ao ocaso.” Andando, viajando, trabalhando, vivendo, o louvor deve estar presente em cada pulsar do coração.

O humanismo de nossos dias concentra a atenção do homem no próprio homem. “Busque a solução dentro de você”, afirma. “Tire a energia interior”, declara. A teologia bíblica é teocêntrica. Segundo ela, todos os caminhos e intenções humanas devem convergir para Deus. A Bíblia ensina que Deus está no Céu, mas quer estar na vida da criatura. Todos os dias e em todos os momentos.

Deixará você que Deus caminhe ao seu lado hoje? Pedir-Lhe-á orientação antes de tomar a decisão que precisa tomar? Desligar-se da presença de Jesus, um minuto que seja, é como tirar o tubo de oxigênio de um enfermo terminal.

Se você aprender a sentir a presença de Deus em todo o tempo, será mais fácil fazê-lo em meio à dor, quando as lágrimas o impedirem de enxergar o Senhor.

Abra o coração a Jesus. Abrace seus amados antes de sair de casa. Encoraje o fraco, conforte o triste e encare com segurança os desafios deste dia. Ah! Não se esqueça: “Do nascimento do sol até ao ocaso, louvado seja o nome do Senhor.”/Texto por Alejandro Bullón/


quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Caminho Seguro-Salmos 112:1

Meditação Diária
Caminho Seguro
Heber T. Armí

Louvai ao SENHOR. Bem-aventurado o homem que teme ao SENHOR, que em seus mandamentos tem grande prazer.(Salmos 112:1)

A felicidade é o objetivo dos moradores do mundo inteiro. Cada pessoa que busca felicidade é porque ainda não a encontrou, há uma insatisfação no coração pela vida que leva.

Seria bom que todos os que estão em busca da felicidade soubessem que o Salmo 112 apresenta um caminho seguro e certo a ela. Este Salmo amplia o último verso do Salmo 111 que diz: “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; bom entendimento tem todos os que obedecem aos Seus preceitos. O seu louvor permanece para sempre”.

Em sequencia, o Salmo 112 inicia assim: “Louvai ao Senhor. Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor, que em Seus mandamentos tem grande prazer”. Está traçado aqui o caminho da felicidade, da bênção e da verdadeira prosperidade. Você já imaginou se toda a humanidade seguisse apenas esses dois versos?

Quer saber qual seria o resultado? Veja:
1. Todos teriam descendências poderosas, justas e ricamente abençoadas (v. 2).

2. Todos teriam recursos suficientes em Sua casa, cuja vida familiar seria de retidão (v. 3).

3. Todos iluminariam as trevas da maldade, da imoralidade e da perversidade com seus atos de bondade, cortesia e justiça (v. 4).

4. Todos seriam bem sucedidos em seus propósitos e negócios devido a sua generosidade e compaixão pelos necessitados (vs. 5, 9).

5. Todos estariam bem estabilizados, nunca seriam abalados com nada e jamais esquecidos por suas obras, as quais estarão firmadas no Senhor (vs. 6-8).

6. Os ímpios apenas veriam tudo isso e de raiva morreriam por não renderem-se a Deus; e, então, ficariam somente os justos (v. 10).

É utopia pensar em um mundo assim, são irreais tais suposições. Por isso, os que se rendem a Deus aguardam o dia em que Jesus virá, e, quando o Seu reino for estabelecido e Seus inimigos depostos, então nada disso será utópico. Renda-se a Deus, experimente desde já a transformação em sua vida. Ainda que toda a humanidade não viva a realidade proposta nos versos acima, você pode vivê-las desde já!

Heber Toth Armí

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Nada está perdido Salmos 111:3

Meditação Diária
Nada está perdido
Alejandro Bullón

Em Suas obras há glória e majestade, e a Sua justiça permanece para sempre. Sal. 111:3.

Que obras? O contexto dá a entender que o salmista está falando aqui de duas extraordinárias obras de Deus: a criação e a redenção.

Suas obras são a prova contundente de Sua existência. Você não se atreveria a pensar que a sofisticada máquina do computador veio a existir como fruto da evolução. Tem que haver um fabricante por trás de tudo. Como é possível, então, pensar que o corpo humano e os mistérios da natureza apareceram no Universo por acaso?

Se o computador é a prova da existência de um entendido em informática, a criação é também a prova de que existe um criador. Não somos frutos da casualidade. Sabemos de onde viemos e, em conseqüência, a vida tem sentido.

A Bíblia ensina que quando a obra maravilhosa da criação estava concluída, veio o inimigo e estragou tudo. Ao introduzir a mancha do pecado, ele condenou a criação à autodestruição. O ser humano iria se deteriorando, consumido por seu próprio egoísmo, e arrastaria com ele a natureza inteira.

Foi aí que apareceu novamente a mão misericordiosa de Deus. Nada está condenado, embora o inimigo tente desfigurar os planos divinos.

O plano da redenção é o programa de restauração de um mundo perdido. É como se o artista reconstruísse uma pintura famosa, deteriorada pelas inclemências do tempo e do abandono.

Hoje, Deus está no Seu trono. Continua no controle do Universo e das vidas. Nada acontece sem o Seu consentimento, apesar de muitas vezes acharmos que o inimigo assumiu o controle.

Segundo o salmista, a justiça é a base do trono, do qual Deus governa o Universo. As vestes divinas são Sua glória e Sua majestade. É Deus excelso e grande. Não conhece impossíveis.

Como você pode pensar que a circunstância difícil que enfrenta hoje não tem solução? Olhe para as obras de Deus. Essas obras podem ser realidade na sua experiência, se, como filho indefeso, você correr aos braços protetores do Pai, porque “em Suas obras há glória e majestade, e a Sua justiça permanece para sempre”.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Juízo de Deus-Salmos 110:1

Meditação Diária
Juízo de Deus
Pr. Heber Toth Armí

Disse o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés.
Salmos 110:1

Geralmente as pessoas tem medo quando houve falar do Juízo de Deus. 

Entretanto, leia o Salmo 110 com atenção, oração e medite profundamente suplicando auxílio ao Espírito Santo a fim de que vejas que o objetivo primário de Cristo é salvar a todos os habitantes da Terra; desta forma, o objetivo último da próxima vinda de Cristo não é a destruição dos inimigos, mas a implantação de Seu governo mundial; porém, para isso terá de destruir a todo aquele que se Lhe opor. 

Jesus quer estabelecer um reino de paz, o qual nunca existirá se houver a presença de inimigos. Os inimigos, de certa forma têm de ser destruídos para que a paz reine no mundo. Então, fique a favor de Cristo e você será salvo da destruição daqueles que se Lhe opõem. 

Para os súditos do reino de Cristo, que hoje O tem como Sumo Sacerdote intercessor, a vitória e a eternidade estão garantidas; portanto, não temas o futuro! 

Confie em Deus e em Cristo, renda-se a Seu senhorio e a Sua vitória será tua! 

Seja hoje súdito de Seu reino que, quando este for inaugurado perante o Universo inteiro você reinará com Cristo! Jesus dará o Seu reino aos Seus súditos! ( Heber T. Armí)
(Adaptado)

domingo, 24 de novembro de 2013

Agradeça a Deus- Salmos 109:30

Meditação Diária
AGRADEÇA A DEUS
Alejandro Bullón

Muitas graças darei ao Senhor com os meus lábios; louvá-Lo-ei no meio da multidão. Sal. 109:30.

A ciência médica é categórica em afirmar que a gratidão produz endorfinas no corpo humano, e que estas são a melhor vitamina para o sistema imunológico. Agradecer não é apenas um ato de adoração, mas também de autoproteção.

Quando você agradece a Deus pelo novo dia, sua mente e seu coração abrem-se para uma nova dimensão da vida. Depois de agradecer, você está em condições de enxergar janelas e portas onde só via muros. Aparecem pontes, onde só achava rios intransponíveis. O humanismo chama isso de atitude.

Todas as manhãs quando estou em Brasília e me dirijo ao escritório, vejo o sol nascer. Reflete-se esplendoroso nas águas azuis do lago Paranoá. Meu coração se enche de gratidão por estar vivo. Nunca vi um nascer de sol mais bonito que o de Brasília, a não ser na savana africana. Dá vontade de gritar: “Obrigado, Senhor, por tanta beleza!” Para mim, essa expressão de gratidão é como se tomasse um comprimido de otimismo para enfrentar os desafios do dia.

Hoje, experimente começar o dia louvando ao Senhor. Contando as coisas que recebe das mãos do Criador, mesmo achando que está tudo errado em sua vida, mesmo sentindo que a dor bate à porta do seu coração, mesmo sem aparente motivo.

É preciso educar-se para cultivar uma atitude de gratidão. O pessimismo é como o câncer. Começa contaminando uma célula e não pára até destruir o corpo inteiro. Um coração pessimista está condenado ao caos. As sombras da autocompaixão o envolvem, de modo que é incapaz de ver luz em pleno dia.

Quando Davi escreveu este salmo, acabava de ser libertado de seus adversários. Vindicado de todas as acusações que se levantavam contra ele, o salmista se dirigiu ao templo e, na presença da multidão, agradeceu a Deus.


Faça de hoje um dia de gratidão. Louve ao Senhor porque Ele é grande. Louve-O porque você está vivo e, enquanto há vida, nada está perdido, mesmo que as circunstâncias sejam adversas. Diga com o salmista: “Muitas graças darei ao Senhor com os meus lábios; louvá-Lo-ei no meio da multidão.”

sábado, 23 de novembro de 2013

Acima dos céus- Salmos 108:4

Meditação Diária
Acima dos céus
Alejandro Bullón

Porque acima dos céus se eleva a Tua misericórdia, e a Tua fidelidade, para além das nuvens. Sal. 108:4.

A noite nunca lhe pareceu tão escura e triste. As trevas não eram densas somente fora. Dentro de si a escuridão era mais tenebrosa: tristeza, vazio, desespero, confusão. Que sentido tinha viver desse jeito? A beleza física, que era causa de admiração, parecia uma maldição. O que a princípio lhe parecia apenas sede louca de aventura, agora era um tobogã que a levava em direção à morte.

De repente, na escuridão brilhou a luz. Inesperada, milagrosa, súbita. Veio em forma de música. Notas maravilhosas que a trasladaram a um mundo desconhecido. Palavras que descreviam sua trágica experiência, terminaram trazendo esperança ao seu angustiado coração.

Enquanto saía do estádio, naquela noite, ela correu ao meu lado e, emocionada, quase gritou sua gratidão. Chorava. Sentia que as lágrimas lavavam sua alma. Havia muito lixo dentro e, inesperadamente, sentia-se perdoada. “Obrigada por falar-me do amor de Deus”, disse, “nunca pensei que a misericórdia divina fosse tão grande.”

Ah, misericórdia divina! Que seria de você e de mim se o amor de Deus não estivesse “acima dos céus”?

Os céus são usados muitas vezes para expressar imensidão, vastidão. Os céus não podem ser medidos. É algo que a mente humana não pode entender. No texto de hoje, o salmista expressa que a misericórdia divina está ainda “acima dos céus”.

A misericórdia de Deus faz com que não recebamos o que merecemos. Livra-nos da conseqüência fatal do pecado, que é a morte. Todos pecamos e merecemos morrer. Constantemente, a cada instante, estamos tomando decisões erradas. Buscando o bem, escolhemos mal e começamos a morrer. Por Sua misericórdia, o Senhor tira de nós a sentença de morte.


Por isso, faça de hoje um dia de gratidão. Esqueça o passado, viva o presente com sabedoria e olhe para o futuro com esperança, embora as coisas pareçam escapar do seu controle. Apesar da dor bater à porta do seu coração e o asfixiar, acredite no amor de Deus. “Porque acima dos céus se eleva a Tua misericórdia, e a Tua fidelidade, para além das nuvens.”

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

A PRIMEIRA DECISÃO-Salmos 107:6

Meditação Diária

 A PRIMEIRA DECISÃO
Alejandro Bullón

Então, na sua angústia, clamaram ao Senhor, e Ele os livrou das suas tribulações. Sal. 107:6.

A decisão que tomei, naquela tarde, me pareceu acertada. Estávamos em Terra de Areia, um pequeno povoado no sul do Brasil. Pensei que, se seguíssemos aquele atalho de terra, chegaríamos mais rápido a Capão da Canoa, a praia onde passaríamos a noite. Minha esposa e meus filhos concordaram com a decisão.

Nos primeiros quilômetros tudo ia bem, até que achamos uma estrada cheia de buracos e pedras. Furaram dois pneus, e não tínhamos como resolver o problema. Anoitecia na estrada solitária e longe de qualquer ajuda. “Filhos”, eu disse impaciente, “escolher este caminho foi a pior decisão que poderíamos ter tomado.” Mentira! Naquelas circunstâncias, a pior decisão foi permitir que o desânimo entrasse em meu coração.

Todos os dias, em todos os lugares, por diferentes motivos, aparecem problemas. Decidir é o primeiro passo na solução deles. A decisão que você tomará hoje em relação a qualquer obstáculo, não é sobre o que vai fazer, mas sobre o que vai pensar. Se escolher o pensamento errado, entrará no caminho escabroso da autocompaixão. Se você clamar a Deus e permitir que Ele enriqueça seus pensamentos, estará em condições de ver a solução do problema.

Como Deus o livra na hora da angústia? Não necessariamente através de um milagre. Tem gente que contempla a vida passar, à espera de um milagre que nunca acontece. E a responsabilidade que você tem para com a própria vida, onde fica? Você precisa decidir, mesmo que essa decisão não o leve de início à solução do problema.

A reação natural do ser humano quando as coisas não saem do jeito que ele quer, é dizer: Tinha que fazê-lo; não havia alternativa. A realidade é que sempre existe a possibilidade de decidir. Sempre. Inclusive, quando uma pessoa não decide, já decidiu. Decidiu pela mediocridade e o conformismo, que podem se esconder atrás da expressão: “Estou esperando no Senhor.”


O salmo de hoje relata a peregrinação de Israel pelo deserto. O povo estava perdido. Qualquer decisão que tomasse o levaria para a ruína. “Então, na sua angústia, clamaram ao Senhor, e Ele os livrou das suas tribulações.” Pense nisso hoje, antes de tomar qualquer decisão.

Em caminhos solitários-Salmos 107



Meditação Diária
Desgarrados pelo deserto, em caminhos solitários.
 Pr. Ezequias Costa

“Andaram desgarrados pelo deserto, por caminhos solitários; não acharam cidade que habitassem. Famintos e sedentos, a sua alma desfalecia. E clamaram ao SENHOR na sua angústia e ELE os livrou das suas necessidades. E os levou por caminho direito, para irem à cidade que deviam habitar.” Salmo 107, versos 4 a 7

Como ontem e hoje, todos nós passamos por situações desesperadoras. O autor deste Salmo cita pelo menos 4 situações em que podemos nos sentir andando desgarrados pelo deserto: fome e sede (v.4-9), debaixo de tirania (v.10-16), enfermidades (v.17-22) e tempestades da vida (v.23-32).

Essas situações podem se repetir em nossa vida nos dias de hoje;. Por isso, esse Salmo é ainda válido para todos aqueles que, estando em aflição, clamam ao Senhor, pois temos a nossa fé edificada e somos animados nos momentos quando precisamos que DEUS intervenha diretamente em nossas vidas.

Quatro vezes o autor do Salmo declara que “Eles clamaram ao SENHOR”, e quatro vezes declara que “DEUS os livrou de suas necessidades.” Muitas vezes somos levados a situações em que nossa autossuficiência termina. É quando nenhuma ajuda de amigos ou irmãos pode nos socorrer para que assim clamemos a DEUS com FÉ, humilde e simples.

Mesmos quando somos os únicos responsáveis por nossas aflições, DEUS que nos livrar. Ainda quando estamos em grande aperto, e sabendo que DEUS está nos provando, podemos continuar a esperar em SUA Misericórdia, e a ELE clamar com FÉ suplicando SUA ajuda.

Amado, amada, você está passando por momento de terrível aflição e precisa de ajuda? Está quase desfalecendo? Ninguém por perto para oferecer ajuda? Sente-se perdido no deserto e na solidão? Então, levante sua voz e sua mãos e clame pela ajuda do Todo-poderoso. Ele promete que vai nos socorrer e nos livrar em nossas necessidades.

ELE nos levará, por caminho direito, à cidade que devemos habitar. DEUS seja louvado pelo SEU cuidado com SEUS filhos.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Felizes- Salmos 106:3

Meditação Diária
Felizes
Alejandro Bullón

Bem-aventurados os que guardam a retidão e o que pratica a justiça em todo tempo. Sal. 106:3.

Se você achar que a justiça é simplesmente retidão e bom comportamento, o texto de hoje o levará a um beco sem saída. Segundo o salmista, uma maneira de ser feliz é ter uma conduta coerente e acima de qualquer suspeita. Mas justiça, no conceito hebraico, não é apenas um padrão de comportamento.

O profeta Jeremias disse: “Naqueles dias e naquele tempo, farei brotar a Davi um Renovo de justiça; Ele executará juízo e justiça na Terra.” Jer. 33:15. O Renovo de justiça que o profeta menciona não é apenas possuidor de justiça. É a própria justiça. Não existe justiça sem Jesus. Ele é a justiça.

Portanto, ao referir-se no verso de hoje àquele “que pratica a justiça”, o salmista está pensando naquele que vive em Jesus.

Praticar é aplicar a teoria repetidamente. A vida cristã não é só teoria. Não basta saber que Jesus morreu e que a única maneira de “guardar a retidão” é ir a Ele. Esse conceito é maravilhoso, mas é preciso sair da teoria e ingressar no terreno da prática. É preciso andar diariamente com Jesus, a justiça personificada.

Davi ensina no salmo de hoje que o segredo da felicidade é “praticar a justiça”. Como pode a prática de normas, na maioria das vezes difíceis de serem cumpridas, proporcionar felicidade? Não, evidentemente aqui não se fala simplesmente de um código moral, destituído de vida. Aqui se fala do Senhor Jesus Cristo. Ele morreu na cruz do Calvário não só para dar-nos vida, mas também para dar vida aos mandamentos que o farisaísmo humano havia tornado letra morta.

“Praticar justiça” no sentido de andar diariamente com Jesus é uma experiência enriquecedora. Dá sentido a vida. Proporciona sabor aos momentos mais insossos da experiência humana.

Olhe para os princípios divinos não como letra sem vida e proibições massacrantes. Olhe-os como reflexo do caráter de Jesus e aplique-os à sua vida. Esse é o segredo da felicidade que você tanto procura. Essa pode ser a realidade mais extraordinária de sua existência.


Por isso, decore o verso de hoje e repita-o ao longo do dia: “Bem-aventurados os que guardam a retidão e o que pratica a justiça em todo tempo.”

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Fale de jesus-Salmos 105:1

Meditação Diária
Fale de jesus
Alejandro Bullón

Rendei graças ao Senhor, invocai o Seu nome, fazei conhecidos, entre os povos, os Seus feitos. Sal. 105:1.

Alguém me fez uma pergunta estranha: “Eu sei que devo orar e meditar na Palavra de Deus todos os dias, porque esta é a maneira de manter o relacionamento com Jesus, mas comigo não dá certo. Muitas vezes me propus a separar tempo diário para Jesus, mas em poucos dias minhas determinações desaparecem. Qual é o problema comigo? Por que não consigo ser constante na minha vida devocional?”

O salmista responde à pergunta dessa pessoa. Para que a vida devocional do cristão seja uma experiência duradoura, deve envolver três coisas: render graças, invocar e fazer conhecidos os atos de Deus. O terceiro elemento é o “conservante” da vida devocional.

Se você limitar sua devoção diária a orar e estudar a Bíblia, em pouco tempo perderá a motivação. O que sustenta o desejo de buscar diariamente a Jesus é tornar “conhecido, entre os povos, os feitos de Deus”.

Qualquer verdade aprendida e não transmitida desaparece em pouco tempo. Quando você conta para alguém o que Jesus faz diariamente em seu favor, sua experiência cristã se aprofunda e você sente vontade de continuar buscando a Jesus em oração e através do estudo das Sagradas Escrituras.

O testemunho diário não é uma opção, é o único caminho para continuar crescendo na experiência espiritual. Quando Jesus deixou aos Seus discípulos a missão de pregar o evangelho, não foi por que Ele não pudesse fazê-lo de outras maneiras. Somos nós, os seres humanos, que precisamos “fazer conhecidos, entre os povos, os Seus feitos”, para que não se percam na lembrança do passado. Eles tornam-se vida quando são contados a outros.
Não fique em silêncio hoje. Conte para outros as coisas maravilhosas que Jesus fez por você. Verá que além de afirmar essas verdades na sua vida, você esquecerá as tristezas, dificuldades ou provações que estavam distraindo sua atenção.


Siga o conselho do salmista: “Rendei graças ao Senhor, invocai o Seu nome, fazei conhecidos, entre os povos, os Seus feitos.”

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Deus é o seu Criador- Salmos 104:33

Meditação Diária
Deus é o seu Criador
Alejandro Bullón

Cantarei ao Senhor enquanto eu viver; cantarei louvores ao meu Deus durante a minha vida. Sal. 104:33.

Você já experimentou a sensação de estar boiando sem rumo no mar desta vida? Então, leia esta meditação. O Salmo 104 é a versão poética do Gênesis. O tema central é o reconhecimento de Deus como Criador e Sustentador do Universo.

No verso de hoje, o salmista promete cantar louvores a Deus enquanto viver. Essa promessa é motivada pela segurança que experimenta ao reconhecer-se criatura, obra-prima do Criador. Diferente do homem de nossos dias: humanista, relativista, pluralista, que deseja ser o deus de seu destino, dono absoluto de seus padrões de comportamento.

Que ironia! A liberdade que o homem procura vira libertinagem. A independência que busca transforma-se em escravidão dos próprios instintos. Machuca-se, fere-se, destrói-se e não é feliz.

O salmista sabe que é criatura. Aceita este fato. Não é submissão irracional. Seu desenvolvimento dependerá justamente de saber que tem um Criador que o colocou neste mundo para escalar montanhas e voar pelo azul infinito de realizações inéditas.

A loucura do homem é paradoxal. Trágica sua busca sem sentido. Quanto mais procura, menos acha. Perde-se no labirinto de seu raciocínio, sufoca-se na sua amargura e na sua angústia. Mergulha como o peixe no seu próprio aquário e, exausto, tira a cabeça buscando o oxigênio que não achou nas suas próprias águas.


Eu não quero essa vida para mim, parece dizer o salmista; por isso, reconhecerei meu Deus como Criador, enquanto viver. É a única garantia de que a minha vida continuará tendo sentido.

E quanto a você? Não acha que chegou a hora de escutar menos as explicações humanas e volver mais os olhos em direção a Deus? Ele é seu Criador e sabe melhor do que ninguém como funciona a intrincada maravilha de sua mente e de seu corpo.


Não inicie as atividades hoje sem reconhecer-se criatura. Deus é pai, você é filho. Diga como Davi: “Cantarei ao Senhor enquanto eu viver; cantarei louvores ao meu Deus durante a minha vida.”

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

20 motivos para adorar a Deus

20 motivos do Salmo 103 para adorar a Deus

por Amilton Menezes
1 – Ele perdoa todos os meus pecados.
2 – Ele cura todas as minhas doenças.
3 – Ele resgata a minha vida da sepultura.
4 – Ele me coroa de bondade e compaixão.
5 – Ele enche minha vida de bens.
6 – Ele faz justiça e defende a causa dos oprimidos.
7 – Ele manifesta os Seus caminhos.
8 – Ele é compassivo.
9 – Ele é misericordioso.
10 – Ele é paciente e cheio de amor.
11 – Ele não me acusa sem cessar.
12 – Ele não fica ressentido para sempre.
13 – Ele não me trata segundo os meus pecados.
14 – Ele tem grande amor para os que O temem.
15 – Ele afasta para longe as minhas transgressões.
16 – Ele tem compaixão de nós.
17 – Ele sabe que somos pó.
18 – Seu amor é eterno.
19 – Ele abençoa os filhos e netos daqueles que O temem.
20 – Ele estabeleceu Seu trono e governa sobre tudo.

Bendiga ao Senhor-Salmos-103:2

Meditação Diária
BENDIGA AO SENHOR
Alejandro Bullón

Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de Seus benefícios. Sal. 103:2.

Um povo sem memória é um povo sem destino. Se você não sabe de onde vem, como saberá para onde vai? Você anda, mas para onde? Em que direção? O ser humano tem um apego inconsciente ao passado, apesar de sua vertiginosa projeção para o futuro. É de sua história que tira forças para continuar avançando, a despeito dos obstáculos que aparecem no caminho.

O salmista o convida hoje a “bendizer ao Senhor”. Bendizer, em português, vem da conjunção de duas palavras: dizer bem – falar bem, mesmo que as circunstâncias não sejam as melhores.

Mas por que haveríamos de falar bem de Deus se no presente tudo parece estar de cabeça para baixo? Davi nos dá a razão: “Não te esqueças de nem um só de Seus benefícios.” Em outras palavras: Olhe para a sua história. Lembra-se de como o Senhor o conduziu no passado? Se você está vivo neste momento, se tem o que tem, embora seja pouco, é porque você se esforçou ou porque Deus abençoou o seu esforço?

No verso 7 deste salmo, o autor se refere à maneira maravilhosa como Deus conduziu Israel no passado, “manifestou os Seus caminhos a Moisés e os Seus feitos aos filhos de Israel”. Sal. 103:7. Que feitos? Abriu o Mar Vermelho, fez cair o maná dos céus, tirou água da rocha, derrotou os inimigos. É pouco? Ora, se Deus fez tudo isso no passado, não será capaz de fazer coisas maiores no presente?

Portanto, fale bem de Deus. “Bendize... ao Senhor”, apesar das nuvens e do céu escuro, a despeito das lágrimas e da dor. Deus continua sendo Deus. Não o abandonou. Não dorme nem descansa. Está mais presente do que você imagina.

Este salmo tem 22 versículos. O mesmo número de letras do alfabeto hebraico. Começa e termina da mesma maneira, dizendo: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor.” Coincidência? Não. Beleza literária? Menos ainda. Simplesmente confiança de que amanhã será outro dia e o sol nascerá de novo.

Por isso, antes de revisar a sua agenda diária, repita para si mesmo: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de Seus benefícios.”

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis