Translate

quinta-feira, 31 de maio de 2012

MD-Salmos 88:12

Meditação Diária

LIVRE DO MEDO

Acaso, nas trevas se manifestam as Tuas maravilhas? E a Tua justiça, na terra do esquecimento? Sal. 88:12.

O medo e a insegurança estão presentes todos os dias na experiência humana. Você pode negá-los ou confundi-los com timidez e fragilidade; porém, o medo e a insegurança estão escondidos em algum canto da natureza humana e se manifestam, às vezes, em forma de agressividade e violência.

Quando uma criança não recebe amor e segurança, acaba fabricando fantasmas imaginários. Cresce pensando que todas as pessoas são uma ameaça e percebe o mundo da perspectiva do temor.

Ela não se torna um adulto feliz. Grita com os outros, agride, machuca e fere, tentando ser feliz. Pode ter formação universitária em “liderança”, “qualidade total”, ou “inteligência emocional”, mas seus temores inconscientes são maiores que seus conceitos conscientes, e acabam destruindo, num minuto, o que, às vezes, se construiu em vários anos.

O salmista pergunta: “Acaso, nas trevas se manifestam as Tuas maravilhas?” Não. Quando a alma está cheia de trevas, não é possível ser feliz. A vida é “terra do esquecimento”, terra da morte. Morrem os sonhos, a família, os planos futuros. Nós os matamos todos os dias com as nossas atitudes, irremediavelmente controladas pelo mundo inconsciente de feridas e chagas que alguém abriu quando éramos crianças.

Existe esperança de recuperação? Existe cura? Sim. O próprio salmista acrescenta no verso 13: “Mas eu, Senhor, clamo a Ti por socorro, e antemanhã já se antecipa diante de Ti a minha oração.” O salmista achou remédio para seus males em Jesus.

Clame ao Senhor. Chore diante dEle se for preciso. Ninguém o verá no oculto de sua câmara ou no silêncio do seu coração. Identifique suas feridas e, se não conseguir, peça ao Senhor que assim mesmo o cure delas. Mas seja livre. Para amar, para ser feliz e fazer felizes as pessoas que você ama. Livre para viver sem temor e vencer. Para ser humilde e aprender a pedir perdão. Para aceitar que nem sempre é vitorioso quem chega em primeiro lugar.

Pergunte hoje mais uma vez a Deus: “Acaso, nas trevas se manifestam as Tuas maravilhas? E a Tua justiça, na terra do esquecimento?” /Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja a transformação que Ele pode operar em sua vida.


terça-feira, 29 de maio de 2012

MD-Provérbios 3:19


Meditação Diária
A SABEDORIA CRIADORA

O Senhor com sabedoria fundou a Terra, com inteligência estabeleceu os Céus. Prov. 3:19.

Não adianta querer entender a vida e seus complicados meandros. Quanto mais a ciência avança e faz novas descobertas, mais a criatura fica confusa. A ciência acaba de descobrir que, se você pudesse contar as células de seu corpo, veria que a maior parte delas são micróbios.

Eles pululam por todo o corpo, nos olhos, na boca, no nariz, nos ouvidos e no cabelo. O jornalista do Washington Post, Joel Achemback, os descreve como “criaturas microscópicas que, ao serem amplificadas, se assemelham a terríveis monstros de um filme de terror”. Esses microorganismos abundam especialmente nos intestinos, onde podem ser achados aos bilhões.

Como é possível viver assim? Mas vivemos e somos considerados pela própria ciência como criaturas sadias. Isto prova que jamais seremos capazes de entender os mistérios dos Céus e da Terra.

Outro dia, uma escritora holandesa que conheci no aeroporto de Atlanta, ao saber que era um escritor evangélico, me fez uma pergunta: “Que base de informação você tem, além da Bíblia, para afirmar que Deus existe?” A minha resposta foi: “Que base teria eu para afirmar que Ele não existe?”

Deus não precisa provar que existe. Podemos vê-Lo através de toda a Sua obra de criação, complicada e misteriosa, como este assunto dos micróbios em nosso corpo. Quem não acredita em Deus, sim, precisa provar que por trás de toda esta maravilha não existe um Deus Criador!

Aceitar que “com sabedoria o Senhor fundou a Terra”, é imprescindível para uma vida sadia e equilibrada. Ter a Deus gera segurança, porque a criatura sozinha se sente instintivamente confusa, perdida e sem sentido. Assemelha-se a um barco sem controle em alto-mar. É incapaz de compreender a si mesma e vagueia buscando um sentido para a existência.

Antes de iniciar hoje as suas atividades diárias, volte os olhos para esse Deus Criador. Se bilhões de micróbios não são capazes de destruir o seu corpo, como você acha que o vírus do pecado poderá destruir a sua alma? Não se esqueça de que “o Senhor com sabedoria fundou a Terra, com inteligência estabeleceu os Céus”./Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja a transformação que Ele pode operar em sua vida.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

MD-Provérbios 12:19


Meditação Diária
ESCOLHA A VERDADE

O lábio veraz permanece para sempre, mas a língua mentirosa, apenas um momento. Prov. 12:19.

A dona de casa entrou no açougue e pediu um frango de dois quilos. O açougueiro tirou o último frango que lhe restava, e disse: “Este é o último frango. Mas, infelizmente, só pesa um quilo e novecentos gramas. Acho que cem gramas não faz muita diferença, faz?”

“Que pena!”, respondeu a dona de casa, “quero preparar uma receita especial e o frango tem que pesar exatamente dois quilos. Terei que ir a outro açougue.” “Não, não”, interrompeu o açougueiro. “Agora lembrei; tenho mais um frango na outra geladeira, espere só um minuto.” Ele levou o frango para dentro e retornou com o mesmo frango. Colocou-o na balança e, com esperteza, disse: “Aqui está, exatamente dois quilos.”

“Obrigada!”, disse a senhora, “estou tão agradecida ao senhor que decidi levar os dois frangos!”

A mentira não vai longe. Dá a impressão de que resolve o problema, mas é como um “band-aid” colocado sobre a ferida purulenta. Mais cedo ou mais tarde, a verdade se revela como um furacão que arrasa tudo o que a mentira constrói.

Existem mentiras que inventamos para os outros e mentiras que fabricamos para nós mesmos. Ambas são irmãs siamesas. Acabamos acreditando em nossas próprias mentiras. Somos vítimas de nossas palavras. Ninguém coloca a faca em nossas costas. Somos nós que a cravamos no próprio peito.
A boca fala o que o coração vive. A palavra expressa o que a mente pensa. Se a mentira é como a teia de aranha que vai enrolando a pobre vítima até sufocá-la, então a mente e o coração do mentiroso são uma teia de confusão, onde a penumbra reina. Ele não sabe se é dia ou noite, se vai ou se vem, se vive ou morre.

Quando o ser humano abre o coração a Jesus, o Salvador ilumina os rincões mais escuros da alma. Chega a transparência, a vida desabrocha, brilha o coração e os olhos se incendeiam com a luz da autenticidade.

Não fuja de Jesus . Fugir dEle é fugir da verdade e perder-se na escuridão e nas trevas da mentira. Faça de hoje um dia de reencontro com Jesus, com a verdade e com a justiça. Comece a iluminar em casa, na escola, no trabalho ou por onde for, porque “o lábio veraz permanece para sempre, mas a língua mentirosa, apenas um momento”./Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja a transformação que Ele pode operar em sua vida.

MD-Salmos 49:17


Meditação Diária
NADA LEVAREMOS

Pois, em morrendo, nada levará consigo, a sua glória não o acompanhará. Sal. 49:17.

No dia em que escrevo esta meditação, estou em Poza Rica, México. Acabo de tomar conhecimento da morte do príncipe Ranier, de Mônaco. Mônaco é um pequeno país, com apenas dois quilômetros quadrados de território. O príncipe Ranier, ao longo dos seus 56 anos de governo, conseguiu transformar esse pedaço de terra num país charmoso, freqüentado pelas maiores personalidades do mundo. Hoje, Mônaco é uma das capitais mundiais do jogo e um dos paraísos fiscais que atrai grandes fortunas. Evidentemente, o príncipe era um dos homens mais ricos do planeta.

Mas o texto de hoje afirma que “em morrendo, nada levará consigo, a sua glória não o acompanhará”. Nesta vida, você pode acumular riquezas. Mas, na hora da morte, isso não lhe serve de nada.

Sabedoria é aprender a depositar a confiança e a expectativa em valores eternos. Lamentavelmente, vivemos num mundo pragmático, onde se acredita só naquilo que se pode ver e tocar. Essa filosofia materialista da vida provoca dor, porque tudo o que você toca, inclusive a própria vida, escapa de você como areia entre os dedos.

Não existe nada de errado com a riqueza, fama, poder ou cultura. Tudo tem o seu lugar na experiência humana. Mas, para ter sentido de permanência, tudo isso precisa ser construído sobre bases duradouras que o tempo não é capaz de acabar. Essas bases não são materiais. Não adianta querer vê-las, nem tocá-las. É necessário aceitá-las pela fé.

Você está se sentindo triste, insatisfeito e vazio, hoje? Tenta descobrir a causa para isso e não consegue porque, aparentemente, não existe nenhum motivo para sentir-se assim? Você está bem na vida profissional, familiar, social e financeira e, no entanto, acaba de passar a noite com a sensação de que algo está errado?

Tire os olhos daquilo que é transitório e visível. Busque a Jesus e os valores eternos. Comece com coisas simples, como dizer: “Eu te amo” às pessoas queridas que estão próximas de você. A morte, um dia, pode levar essas pessoas. Mas nada tirará de você as lembranças dos momentos felizes que viveram juntos, “pois, em morrendo, nada levará consigo, a sua glória não o acompanhará”./Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja a transformação que Ele pode operar em sua vida.


sábado, 26 de maio de 2012

MD-Provérbios 3:9


Meditação Diária
HONRA AO SENHOR

Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda. Prov. 3:9.

Prosperidade financeira não é apenas o resultado da habilidade humana para os negócios. Biblicamente, é um dom divino.

Honrar ao Senhor com os bens é reconhecer que Deus é dono de tudo, e que a criatura é apenas administradora daquilo que recebeu do Criador. Esse fato é apresentado por Salomão como o segredo de uma vida próspera.

O texto de hoje está no capítulo três, que tem como tema central a sabedoria que Deus oferece gratuitamente aos que a buscam. Viver com sabedoria é reconhecer que Deus é o Criador e o ser humano, a criatura. Esse reconhecimento não é apenas teórico e intelectual, é prático e experimental. Sair da teoria e entrar na realidade da vida prática é: “Honrar a Deus com os bens”. O resultado disso é a prosperidade financeira.

Mas não tem gente milionária que não reconhece a Deus? É verdade. Uma pessoa pode ser rica, mas não próspera. Riqueza tem que ver com patrimônio e saldo bancário. Prosperidade tem que ver com felicidade. Riqueza tem que ver com satisfação egoísta dos apetites, e prosperidade tem que ver com realização.

De que vale o saldo bancário quando a família está destruída? Que significado tem o patrimônio quando o filho vive escravo das drogas? O dinheiro pode comprar sonho, saúde, beleza ou sabedoria? Com dinheiro, você pode comprar um bom colchão, remédios, cosméticos ou livros. Mas a vida é feita só das coisas que se podem comprar?

Deus promete prosperidade. Não você servindo ao dinheiro e escravo do seu patrimônio. Mas utilizando o dinheiro para honrar a Deus e para tornar mais felizes as pessoas, começando com a sua família.

Cada novo dia deve ser um dia de renovação. Renovar-se é pensar, analisar e mudar de rumo, se for necessário. Renovar-se é viver. Mudar é característica de pessoas sábias, e a sabedoria é um dom que vem de Deus.

Por isso, hoje, encare os desafios da vida e repita o conselho inspirado de Salomão: “Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda.”Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja a transformação que Ele pode operar em sua vida.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

MD-Provérbios 12:25


Meditação Diária
ANSIEDADE OU PRECAUÇÃO

A ansiedade no coração do homem o abate, mas a boa palavra o alegra. Prov. 12:25.

Os nativos da tribo campa me ensinaram lições de vida prática. Certo dia, esqueci a mochila no barco. Fiquei desesperado, tentando descobrir a maneira de recuperar meus pertences. “Não há nada que possamos fazer agora”, disse o chefe da aldeia. “Amanhã, o barco retornará e o condutor trará a sua mochila de volta.”

“E se ele não trouxer?”, perguntei ansioso. “Nesse caso”, respondeu o sábio cacique, “guarde suas forças para resolver o problema amanhã.”

Você sabe muito bem que a ansiedade não resolve nada, só causa sofrimento. Mas se você for tão humano quanto eu, a sua tendência é passar horas analisando um problema cuja única solução é o tempo. 

Lamentavelmente, o tempo não é feito apenas de segundos e minutos, mas também de horas, e às vezes meses e anos.

Que solução há em pensar durante a noite que seu ente querido estaria vivo se não tivesse viajado? Qual é o benefício de desesperar-se por um amor que chegou ao fim? Para que mergulhar na areia movediça das lamentações por um negócio que já faliu?

No texto de hoje, Salomão aconselha que, diante de casos que não têm solução humana, a melhor saída é falar palavras de otimismo.

“Eu lhe disse.” “Eu já sabia.” “Agora você entende?” “Quantas vezes lhe falei?” e outras expressões como essas não são, com certeza, “a boa palavra” que o texto menciona.

Você está enfrentando hoje algum drama? Tem a ver com o seu casamento, com a situação de um ente querido, com os negócios ou o emprego? Depois de colocar o problema nas mãos de Deus, peça que Ele o ajude a ver a diferença entre lutar para superar a dificuldade ou preocupar-se inutilmente com algo que, pelo menos hoje, não tem solução.

Se seu problema não pode ser solucionado hoje, durma confiando nas promessas de Deus. E, como disse o velho cacique, guarde suas forças para solucionar o problema quando o momento oportuno chegar.

Hoje é um novo dia. Olhe o brilho do sol. Não há sol onde você está? Olhe a luz do dia. Sabe por que ela existe? Porque, por trás da tormenta, o sol continua brilhando. Espere um pouco e a tormenta passará. Não se esqueça: “A ansiedade no coração do homem o abate, mas a boa palavra o alegra./”Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja a transformação que Ele pode operar em sua vida.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

MD-Salmos 50:7

Meditação Diária
SOU TEU DEUS
Escuta, povo Meu, e Eu falarei; ó Israel, e Eu testemunharei contra ti. Eu sou Deus, o teu Deus. Sal. 50:7.

Existem muitas vozes. Todos pretendem ter a sua verdade. Não é politicamente correto achar que há uma só verdade. O relativismo deu origem ao pluralismo. Todos querem ser ouvidos. Do ponto de vista bíblico, as pessoas precisam ser escutadas e respeitadas.

Deus deu a cada um o direito de escolher o seu caminho. Nem o próprio Criador obriga a criatura a aceitar algo que ela não quer.

Ao povo de Israel, Deus disse: “... te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência.” Deut. 30:19.

No salmo de hoje, Deus pede para ser ouvido. O ser humano parece disposto a ouvir qualquer voz, menos a de Deus. Cria suas próprias teorias, estabelece seus critérios, define seus valores, determina o que é moral ou imoral. 

Mergulha nas suas filosofias existencialistas, no seu raciocínio humanista e, fazendo uso da liberdade que Deus lhe deu, nega inclusive o seu Criador.

Mas Deus pede: “Escuta, povo Meu.” Sal. 50:7. Por que Deus deseja ser ouvido? Por que chama a atenção das pessoas? “Eu sou Deus, o teu Deus”, disse Ele. Ele precisa da obediência dos Seus filhos para continuar sendo Deus? Nutre-se da atitude servil de Suas criaturas? Claro que não. Ele chama a atenção dos filhos porque deseja vê-los feliz. Ele conhece o fim desde o princípio. Sabe, melhor do que ninguém, o que é certo e o que é errado. Conhece o caminho que conduz à vida ou à morte. Ele é Deus.

O ser humano cria uma infinidade de pequenos deuses: idéias, filosofias, objetos. Prefere ouvir esses deuses fabricados. Ao fazê-lo, segue suas próprias inclinações. Mas Deus lembra: “Eu sou Deus, o teu Deus”. Você pode dizer: “Sim, Senhor, eu O aceito”, ou pode também continuar andando nos seus caminhos e escolhendo as suas veredas.

De que tamanho é o seu Deus? Isso vai determinar a sua atitude diante dos problemas da vida. Um Deus pequeno pode funcionar quando tudo vai bem. 

Mas quando a tormenta chegar, que “energia” é capaz de livrá-lo da angústia? Por isso, hoje, ouça o Senhor dizendo: “Escuta, povo Meu, e Eu falarei… Eu sou Deus, o teu Deus.”/Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja que Ele pode solucionar  todos os seus problemas.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

MD-Salmos 91:11

Meditação Diária
ANJOS TE GUARDARÃO

Porque aos Seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos. Sal. 91:11.

Você atravessava a hora mais difícil de sua vida. De repente, alguém que nunca tinha visto, e que nunca mais viu, apareceu para ajudá-lo. Prepare-se; ele pode ter sido o anjo do Senhor enviado para socorrê-lo.

Anjos existem. Por mais que a mente pragmática do ser humano resista em aceitar, anjos são uma realidade. Espíritos ministradores em favor da humanidade, eles muitas vezes tomam a aparência humana para correr em seu auxílio.

Eles estão por todos os lados. Correm de um lugar para outro. Sua missão é proteger. A Bíblia é enfática ao afirmar a existência e a missão dos anjos. Nas horas mais difíceis de minha vida, tenho percebido o trabalho dos anjos em meu favor.

Certa ocasião, Abraão estava com a faca levantada, pronto a sacrificar seu filho Isaque. Era um teste de fé. Deus nunca permitiria a morte de Isaque. A Bíblia afirma que, no momento fatal, o anjo do Senhor disse: “Abraão! ... Não estendas a mão sobre o rapaz.” Gên. 22:11 e 12.

Quantas vezes o anjo do Senhor surge no momento em que estamos para fazer algo do qual nos arrependeremos a vida toda. Com freqüência, ele fala ao seu ouvido no momento em que você precisa tomar uma decisão que pode definir o futuro de muita gente. Como é bom saber que você não está sozinho ao transitar pela difícil estrada da vida.

Peça hoje a Deus que envie o seu anjo para acompanhá-lo na jornada deste dia. Você precisa tomar uma decisão difícil? Está com medo, porque tem pela frente um exame ou uma entrevista difícil? Teme equivocar-se na resposta que precisa dar? A viagem que está para empreender está lhe causando estresse? Não tema. Você nunca está sozinho. Deus está pronto a dar-lhe sabedoria para tomar as decisões certas. E, além disso, promete que enviará Seus espíritos ministradores para ajudá-lo no momento em que você sentir que suas forças não são suficientes.

Por isso, hoje, antes de iniciar as atividades do dia, feche os olhos e repita: “Porque aos Seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos.”/Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja que Ele pode solucionar  todos os seus problemas.

terça-feira, 22 de maio de 2012

MD- PROVÉRBIOS-13:3


Meditação Diária
LÍNGUA COMPRIDA

O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína. Prov. 13:3.

Existe um ditado árabe que afirma: “Cuidado para que a tua língua não enforque o teu pescoço.” A figura da língua comprida, nesse ditado, simboliza a rapidez e leviandade com que algumas pessoas falam.

Viver é comunicar-se. No relato da criação, Deus fez Eva porque não era bom que o homem estivesse só. A vida sem comunicação seria incompleta. O relacionamento humano deve ser uma estrada de duas vias.

O instrumento de comunicação que o Criador entregou ao ser humano foi o dom da palavra. A palavra seria a ferramenta que serviria para construir pontes e unir vidas. A entrada do pecado, porém, tornou a palavra um instrumento ambivalente. Com ela, o ser humano pode construir ou destruir, ferir ou curar, levantar ou derrubar.

Pessoas sábias são felizes porque aprenderam a usar a palavra como bálsamo curador e pincel restaurador. A palavra dita em tempo oportuno revoluciona vidas e transforma situações. Olhe à sua volta. Existe gente cujo coração é terra seca, esperando uma gota de água. Essa gota pode ser a palavra e a sua boca, o manancial.

O texto de hoje apresenta o resultado do uso da palavra. Se você falar com prudência, na medida certa e da maneira adequada, receberá como recompensa a vida. “O que guarda a boca conserva a sua alma”, diz o provérbio. O original hebraico diz: “conserva a sua vida”. A vida é, em parte, o resultado do que você faz com a palavra.

Por outro lado, “o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína”. Prov. 13:3. Abrir os lábios com facilidade é falar sem pensar, instintivamente, sem medir conseqüências. Irônico como possa parecer, a vítima não é o próximo, mas o próprio dono da palavra.

Use hoje o dom da palavra para elogiar e não para bajular, para aconselhar e não para criticar, para perdoar e não para condenar. Busque a Jesus, o Verbo, a Palavra de Deus e peça que Ele habite em você e fale através de suas palavras. Ouça, aceite, abra os braços, dê oportunidades, construa e restaure sem esquecer que “o que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína”./Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja que Ele pode solucionar  todos os seus problemas.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

MD- Salmos 93:2

Meditação Diária
TRONO FIRME

Desde a antiguidade, está firme o Teu trono; Tu és desde a eternidade. Sal. 93:2.

Quando você sofre e não sabe por que, está em disputa o trono de Deus. Quando você olha ao seu redor e vê injustiça, está em jogo a autoridade divina. Quando os noticiários mostram uma criança mutilada na guerra, a luta concentra-se em torno da soberania divina.

Alguém tenta arrebatar o trono de Deus. Alguém quer usurpar a autoridade divina. Alguém acusou Deus, desde o princípio, de ser ditador, injusto e arbitrário.

Esse intento de desfigurar o caráter divino, com a finalidade de apoderar-se do trono, foi iniciativa de Lúcifer, considerado o mais formoso de todos os anjos.

O surgimento do mal no coração de Lúcifer é um mistério. A Bíblia não explica. Simplesmente mostra as conseqüências que essa rebelião trouxe para ele e seus seguidores.

Apesar dos ataques do inimigo, o trono de Deus foi preservado. “Desde a antiguidade, está firme o Teu trono”, afirma Davi. Lúcifer perdeu e foi expulso do Céu. A partir daí, o conflito foi transferido para este mundo e, especificamente, para o coração humano.

Cada vez que a dor toca a porta do seu coração, o inimigo quer que você pense que é Deus o causador do seu sofrimento. Mas a Bíblia afirma que a dor nasce na mente do inimigo. Não no coração de Deus. O Senhor só quer o melhor para Suas criaturas. Seus pensamentos são de amor e não de ódio.

O inimigo o faz sofrer com o propósito de que você se revolte. Naquele instante, ele toma o controle do seu coração e enche sua vida de amargura. Você perde a paz e não consegue ser feliz nem fazer felizes as pessoas que ama.

Não permita que os sentimentos de amargura tomem conta do seu coração. Faça como Jó em meio à dor. Diga: “Eu sei que o meu Redentor vive.” Jó 19:25. Então Jesus assumirá o trono do seu coração. Você estará pronto a enfrentar as vicissitudes da vida com otimismo.

Não saia de casa, hoje, sem ter a certeza de que Jesus ocupa o trono de seu coração. Na luta milenar entre Cristo e Satanás, deixe que o Salvador seja vitorioso, porque: “Desde a antiguidade está firme o Teu trono; Tu és desde a eternidade.”/Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja que Ele pode solucionar  todos os seus problemas.

domingo, 20 de maio de 2012

MD-Salmos 136:26


Meditação Diária
A MISERICÓRDIA DIVINA

Oh! Tributai louvores ao Deus dos Céus, porque a Sua misericórdia dura para sempre. Sal. 136:26.

A troca de tiros foi fatal. Ou quase. Aquele trágico incidente teria sido o fim de uma carreira de crime e violência que começou quando Humberto era apenas uma criança.

A fama dele tinha-se espalhado por toda a região. Agressivo, cruel, matador. Dizem as conversas que os que têm olho amarelo são os assassinos mais frios e sanguinários. Ele os tinha e, apesar de sua figura miúda, era temido.

Aquela noite, na troca de tiros com a polícia, ele foi atingido na coluna e em outras partes do corpo. Passou vários dias no hospital e, quando saiu, estava condenado a uma cadeira de rodas para o resto da vida.

A revolta tomou conta de seu coração. Era um poço de amargura. Não agredia mais com um revólver na mão. Suas palavras eram facas afiadas que feriam a todos e a tudo.

Foi nessas circunstâncias que o evangelho o alcançou. Eu fui testemunha do seu batismo, enquanto viajava pelo norte do Brasil. Eu o conheci já quebrantado, humilde, simples e manso. Chorava em silêncio ao sair das águas.

“Tem gente que acha que eu aceitei a Cristo porque nunca sairei desta cadeira de rodas”, ele me disse. “E talvez seja verdade. Não sei. Como saber? A única coisa que sei é que Jesus me ama, que Sua misericórdia dura para sempre. Dói-me não tê-lo sabido antes.”

O Salmo 136 repete 26 vezes a expressão: “Porque a Sua misericórdia dura para sempre.” Esse é um salmo de gratidão e louvor. O louvor é fruto da gratidão, e não existe gratidão se você não compreende o valor do presente.

O que teria sido de você e de mim se um dia a misericórdia divina não nos tivesse alcançado? Onde estaríamos? O salmista sabia que palavras humanas jamais poderiam expressar toda a gratidão que sentia. Por isso, num só salmo, louva a misericórdia divina, muitas vezes. Sabe que está longe de dizer tudo o que o seu coração sente e louva, reconhecendo as maravilhas do amor divino.

Seja grato a Deus hoje. Agradecer faz muito mais bem a você do que a Deus. Diga como o salmista: “Oh! Tributai louvores ao Deus dos Céus, porque a Sua misericórdia dura para sempre.” Escrito por Alejandro Bullón

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e busque diariamente forças para vencer suas lutas e seus problemas.

MD-Salmos 118:22


Meditação Diária
NÃO DESISTA

A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular. Sal. 118:22.

Alguma vez você foi rejeitado? Dói. O ser humano não foi criado para ser uma ilha. Todos têm a necessidade básica de ser aceitos. É parte da natureza. Ninguém é feliz sendo excluído.

Mas vivemos num mundo que seleciona tudo. Você disputa um emprego com outros, e a maioria é rejeitada. Nem todos passam no exame. Nem todos conseguem o visto de entrada num país. Centenas de moças participam do concurso, mas só uma é escolhida como a vencedora. De uma ou outra forma, todos sentiram alguma vez a dor da rejeição.

No verso de hoje, encontramos uma referência à maneira cruel como foi rejeitado o próprio Senhor Jesus. O apóstolo João narra: “Veio para o que era Seu, e os Seus não O receberam.” João 1:11. Veja que Ele veio para salvar a humanidade. É como se você chegasse ao lar de uma família endividada levando o dinheiro que ela precisa para pagar sua dívida. E os membros daquela família, ao invés de recebê-lo, o apedrejassem.

O pensamento central do texto de hoje, contudo, não é a rejeição de Jesus, e sim o resultado daquela rejeição. O Salvador do mundo tinha um propósito na mente e no coração. Ele viera para salvar a humanidade, e nada, nem ninguém, conseguiria fazê-Lo desistir do Seu propósito.

Quando você e eu enfrentamos rejeição, somos tentados a cair no desânimo. Jesus foi até às últimas conseqüências. Morreu pregado na cruz como um marginal. Mas Sua morte não foi o ponto final da história. Ele ressuscitou vitorioso e veio a ser a “pedra angular” do cristianismo. Alcançou o objetivo, a despeito da rejeição.

Por que ficar desanimado, com vontade de desistir ou de fugir, só porque alguém disse “não” para você? Qual é o propósito de sua existência? Está bem claro na sua mente por que você veio ao mundo?

Faça de hoje um dia de vitória. Levante a cabeça, clame ao Senhor e renasça das cinzas. Você verá que as pessoas que o rejeitaram se lamentarão e o chamarão de novo porque “a pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular”. Escrito por Alejandro Bullón

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e busque diariamente forças para vencer suas lutas e seus problemas.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

MD-Salmos 150:6

Meditação:

LOUVE AO SENHOR

Todo ser que respira louve ao Senhor. Aleluia! Salmos. 150:6.

Este é o último Salmo da Bíblia. Tem seis versos, como o Salmo 1. O primeiro é um salmo de bênção, e este último é um salmo de louvor. Bênção e louvor vão sempre juntos. Não existe bênção sem louvor, e não há louvor sem bênção.

Nos cinco versos anteriores, o salmista explica a quem, por que e como louvar. O ato de louvar é mencionado três vezes.

O último verso, que escolhi para nossa meditação hoje, é um convite para que “todo ser que respira” louve ao Senhor. Esse convite é uma profecia. Chegará o dia em que todo o ser que respira, até aqueles que nunca quiseram reconhecer a Deus como Deus, dobrará seus joelhos diante do Senhor dos Exércitos.

Isto tem que ver com o ponto final da história do pecado. A primeira acusação do inimigo contra Deus foi que Deus exigia adoração de Suas criaturas por motivos egoístas. “Adorem a mim e tudo será diferente”, disse Lúcifer. E muitos anjos acreditaram nele. Esse foi o ponto de partida de uma história que, ao longo dos séculos, envolveu lágrimas, dor, sofrimento, traição, violência e morte.

A luta entre Cristo e Satanás é uma luta por causa da adoração. O inimigo intentou desesperadamente, ao longo da história, tirar a adoração de Deus. Hoje, ele afirma: “Adore o Sol, a Lua, a Terra, os cristais, qualquer coisa, inclusive a você mesmo, menos a Deus.” E parece vitorioso, porque a humanidade dá a impressão de estar confusa num labirinto de coisas para adorar.

A paciência de Deus é grande. Ele ama as Suas criaturas. Quando espera a adoração de Suas criaturas, não é porque Ele Se nutre com o louvor do homem. O homem precisa adorá-Lo para ser completo. A criatura será oca, vazia e infeliz, enquanto não for completa em Deus.

Chegará o dia em que esta história findará. O mal será extirpado definitivamente. Naquele dia, você estará entre os que voluntariamente O adoram ou entre aqueles que dobrarão os seus joelhos porque seu destino está selado para a destruição? Faça de sua vida, hoje, uma vida de adoração. Cante, louve e agradeça, mesmo em meio à dor.

A adoração é o melhor remédio para a tristeza. Por isso, “todo ser que respira louve ao Senhor. Aleluia!” Escrito por Alejandro Bullón

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e busque diariamente forças para vencer suas lutas e seus problemas.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

MD- Provérbios 11:13



Meditação Diária

VINAGRE OU BÁLSAMO

O mexeriqueiro descobre o segredo, mas o fiel de espírito o encobre. Prov. 11:13.

Como você reage quando descobre uma pessoa fazendo algo errado? Conta para todo mundo ou fica calado achando que isso não é problema seu? Fala com a própria pessoa ou a denuncia? Numa pesquisa, a maioria respondeu que fala com a pessoa. Evidentemente, isso é o ideal. Mas a realidade é diferente. Basta contar para uma pessoa e essa pessoa para outra e, em pouco tempo, todo o mundo estará inteirado do assunto.

O que motiva a pessoa a fazer “correr” um segredo? O adjetivo mexeriqueiro originalmente expressa a idéia de um comerciante que viaja de cidade em cidade levando seus produtos em troca de dinheiro. Dessa perspectiva, o mexeriqueiro espera ganhar alguma coisa em troca das “novidades” que faz correr. Inconscientemente, ele acha que é vantagem mostrar que está “por dentro” de tudo o que acontece. O que não percebe é que todos olham para ele com pena, e às vezes com desprezo.

O fiel de espírito age diferente. Deve fidelidade primeiro a Deus, e depois à sua consciência. Não poderia ficar calado diante de uma circunstância errada. Omitir-se seria agredir seus princípios de vida. Então, procura a pessoa flagrada e conversa com ela.

Quando a pessoa que agiu errado sabe que seu “segredo” foi descoberto, mas percebe amor, compreensão e o desejo de ajudar naquele que a procura, geralmente abre o coração e muda de comportamento.

Todos somos ministros de Deus neste mundo. Fomos chamados para representar o Seu caráter. Quando lidamos com os erros alheios, eles vêem em nós o acusador ou o redentor. Nossas palavras serão vinagre ou bálsamo que cura.

Torne hoje um dia de restauração. Existem muitas pessoas feridas ao seu redor, muito mais perto do que você imagina. Seja para elas o bálsamo que sara, a água que limpa, o óleo que lubrifica. Quem lucrará é você. Mas, para isso, você precisa ir a Jesus e permitir que suas palavras sejam inspiradas por Ele.

Acredite em Jesus, por mais que as circunstâncias que envolvem sua vida hoje sejam difíceis. E não esqueça: “O mexeriqueiro descobre o segredo, mas o fiel de espírito o encobre.” Prov. 11:13. Escrito por Alejandro Bullón

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e busque diariamente forças para vencer suas lutas e seus problemas.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

MD-Salmos 149:4


A Recompensa dos Humildes

Porque o Senhor Se agrada do Seu povo e de salvação adorna os humildes. Sal. 149:4.

Dois homens entram no templo para adorar. Aparentemente ambos vão adorar o mesmo Deus. Mas há uma grande diferença. O centro da adoração do primeiro está dentro dele. Para o outro, o objeto de sua adoração está fora. Um deles acha-se digno, merecedor. Traz como oferta seu bom comportamento, sua conduta impecável, suas obras de “amor”. O segundo sente-se indigno e vai ao templo para reconhecer que é um pobre pecador e não merece nada.

Jesus contou esta parábola. O primeiro homem era o fariseu; o segundo, o publicano. Deus exaltou o último e rejeitou o primeiro. E, com esta parábola, Ele registrou para sempre a idéia central do evangelho: a salvação não é algo que você conquista com seus esforços. É um dom que Deus dá imerecidamente, por amor.

A teologia da salvação corre cristalina ao longo de toda a Bíblia. Desde o Gênesis, quando um cordeiro foi sacrificado para salvar Adão e Eva, até o Apocalipse, que termina com um convite para beber da água da vida gratuitamente, os escritores bíblicos sempre enfatizaram que a salvação é imerecida. Temos acesso a ela unicamente mediante a graça do Senhor Jesus Cristo.

No verso de hoje, o salmista fala da salvação. Ele afirma que a salvação é uma espécie de coroa que adorna os humildes. A palavra humildade, em hebraico anaw, literalmente quer dizer os pobres e necessitados. Aqueles que não têm nada, e só podem receber alguma coisa por misericórdia. Isto não tem nada que ver com o orgulho. Existem ricos humildes e pobres orgulhosos.

A salvação é o princípio da felicidade. Ninguém pode ser feliz carregando a permanente sensação de estar perdido. Como ter paz nessa situação? Como dormir tranqüilo? Como amar? A vida autêntica começa quando o perdido é achado.

Vá a Deus hoje. Mas vá em atitude humilde. Reconheça que você não é digno. Seus erros e pecados o tornaram merecedor da morte. Mas Jesus, com Sua morte, entregou a vida. Você nem eu jamais poderemos agradecer por isso: “Porque o Senhor Se agrada do Seu povo e de salvação adorna os humildes.”/Escrito por Alejandro Bullón/

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e veja a transformação que Ele pode operar em sua vida.

terça-feira, 15 de maio de 2012

MD-Salmos 144:1


Meditação
PRONTO PARA A GUERRA?

Bendito seja o Senhor, rocha minha, que me adestra as mãos para a batalha e os dedos, para a guerra. Sal. 144:1.

Esta vida é uma guerra, e cada dia, uma batalha. O cristianismo não faz de você uma pessoa mística, inerte e conformista. Ficar parado em algum rincão da vida esperando as bênçãos divinas não expressa o autêntico sentido da fé.

 Quando Deus chega à sua vida, chega para adestrar suas mãos para a batalha e os seus dedos, para a guerra. O salmista expressa, nesse verso, o equilíbrio de uma vida centrada em Cristo. A primeira coisa que ele faz é louvar o nome do Senhor e reconhecer que Deus é a Rocha. Qualquer edifício construído sobre a rocha será inabalável. Davi não se atreve a sair correndo como um louco para enfrentar a batalha do dia. Ele gasta tempo para reconhecer a grandeza de Deus. Coloca seus planos nas mãos da “Rocha”. Nada pode fracassar quando Deus é o fundamento.

Depois de reconhecer que ele não está sozinho, o salmista está pronto a lutar. Lutar sem Deus é loucura. Confiar em Deus sem lutar é tolice.

Outro pensamento do texto de hoje é que a vida não é uma vitória. É uma sucessão de vitórias. Cada pequena vitória é parte da grande vitória. Cada dia é uma batalha diferente. A vitória hoje não é garantia de vitória amanhã. O sucesso de “quase” toda a vida, não garante o sucesso da vida toda. Fracassar no último momento é jogar por terra todas as vitórias do passado. Napoleão Bonaparte ganhou quase todas as batalhas e perdeu a guerra porque foi derrotado na batalha de Waterloo.

O salmista olha para a Rocha antes de sair para a guerra. Rocha é sinônimo de permanência. Jesus é a Rocha dos séculos.

“Que base tenho para acreditar em Jesus, além do livro antiquado chamado Bíblia?”, perguntou-me um jovem envolvido com filosofias orientais. A minha resposta foi: “Que base científica tem para acreditar na astrologia, numerologia, cristais, pirâmides ou na energia interior?”

Antiquadas são as coisas que passam com o tempo. A Bíblia é antiga, mas sempre atual. “Permanece para sempre.”

Que opção você tem hoje para vencer as intrigas e arapucas de um mundo desleal? Davi fez a opção certa e foi vitorioso. Por que você não diz como ele: “Bendito seja o Senhor, rocha minha, que me adestra as mãos para a batalha e os dedos, para a guerra”? Escrito por Alejandro Bullón

Experimente estar com Jesus através da oração e da leitura da Bíblia a cada amanhecer e busque diariamente forças para vencer suas lutas e seus problemas.

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis