Translate

domingo, 27 de março de 2011

*Maravilhoso Jesus- Apocalipse 12:11


Maravilhoso Jesus


O segredo da vitória


Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida. Apocalipse 12:11


Poderia alguma coisa ser mais importante do que a própria vida? Não é a morte o inimigo final? A maioria das pessoas hoje em dia responderia a essas perguntas sem hesitar, a vida é tudo. Mas a Bíblia nos oferece uma perspectiva diferente, uma que nos desconcerta nesses tempos de egocentrismo.


A Bíblia afirma que a vida é boa – fomos feitos para viver e viver para sempre. A morte, segundo ela, é um inimigo. Mas a Bíblia vai além; ensina que a fidelidade a Deus é mais importante do que o apego à vida.


O texto bíblico de hoje apresenta-nos o tríplice segredo para a vitória – o sangue do Cordeiro, a palavra do testemunho e a lealdade disposta a sofrer até mesmo a morte.

A vitória começa com o sangue de Jesus. Como Ele deu a Sua vida por nós, nós o amamos. Ele é o nosso dono, pertencemos a Ele. Seu sangue nos libertou para sermos filhos e filhas do rei celestial.


A vitória brota da palavra do nosso testemunho. Declaramos lealdade a Cristo; não nos envergonhamos de quem somos. Conhecemos a Deus e damos nosso testemunho a favor dEle. Não escondemos nossas Bíblias quando caminhamos para a igreja. Não proferimos orações apressadas num restaurante, tentando evitar ser notados. Nosso testemunho é natural, não afetado, espontâneo, corajoso.


A vitória olha a morte nos olhos e não pisca. Sabemos que se a nossa vida terrestre tiver que ser desfeita, o nosso futuro eterno está garantido. O Pai nos segura com uma mão forte que nunca irá nos soltar. "Aquele que tem o Filho tem a vida" (1 João 5:12 NVI).


Esse texto – Apocalipse 12:11 – cumpriu-se literalmente muitas vezes no século seguinte depois que João escreveu essas palavras. Os anais do Cristianismo dos primeiros séculos brilham com histórias de seguidores de Jesus, que preferiram serem lançados aos animais ou irem para a fogueira ao invés de renunciarem a Cristo. A nobre Perpétua caminhou lado a lado de sua escrava Felicitus, unidas na fé, unidas no amor, unidas na morte. O idoso bispo Policarpo disse a seus captores para não amarrá-lo ao poste. Cristo lhe daria condições de suportar as chamas.


Quanto amamos a Jesus hoje?


ORAÇÃO


Senhor, amplia a minha visão acerca do que realmente é importante. Mais do que o sucesso desse mundo, busco a intimidade contigo que perdurará por toda a eternidade.


Autor: William G. Johnsson



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis