Translate

quinta-feira, 31 de março de 2011

Maravilhoso Jesus-1 João 1:1


Maravilhoso Jesus


Retratos de Jesus


O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam — isto proclamamos a respeito da Palavra da vida. 1 João 1:1 NVI


Quando uma estátua de bronze de Jesus na cruz foi descerrada há alguns anos na Catedral Episcopal de St. John, o Divino, em Manhattan, os adoradores ficaram chocados. O Cristo era uma Crista, com seios despidos e quadris arredondados.


Quando os africanos retratam a Jesus, Ele se parece com um Africano. Quando os Coreanos pintam sua imagem, ele parece um oriental. Quando os Indianos o representam, Ele aparece numa túnica cor de açafrão.


Seis séculos antes de Jesus, o filósofo grego Xenófanes, observou: "Se os bois, cavalos e leões, tivessem mãos ou pudessem desenhar com as mãos e criar obras de arte como as feitas pelos homens, os cavalos pintariam deuses na forma de cavalos, e os bois retratariam deuses com a aparência de bois ....Os Etíopes possuem deuses com narizes arrebitados e cabelos negros; Os Trácios têm deuses com olhos cinzentos e cabelos vermelhos".


Então, porque não contextualizar Jesus? Não é Ele o ser humano universal que cada um pode retratar de acordo com a sua cultura e meio ambiente?

Não. Jesus de Nazaré foi um judeu da Palestina do primeiro século.

Então pinte Jesus como um homem judeu. Não como grego ou romano. Não como uma mulher. Não como branco ou como negro ou como Oriental, mesmo que você desejasse que Ele fosse.


Pinte-o com as cores da Palestina. Não como alguém de Alexandria (mais estudados) ou de Roma (mais sofisticados). Um carpinteiro. Rural. Rústico.


Mas com o que Ele se parece? Não sabemos. Os escritores do Novo Testamento não se deram ao trabalho de descrever a Jesus. Sob a direção do Espírito Santo eles escreveram acerca de algo mais importante.


Eles nos presentearam com quatro retratos de Jesus, surpreendentemente similares, mas também surpreendentemente diferente. Assim como cada árvore dificilmente possui duas folhas semelhantes, da mesma maneira cada escritor do Evangelho pintou a Jesus de forma distinta e individual.


Durante os próximos seis meses vamos observar esses retratos convincentes, um a um. Nenhum retrato único exaure o assunto, nem os quatro juntos o esgotam. Juntos, eles nos mostram o homem que está a nosso favor, Deus, nosso amigo, nosso Salvador, nosso Senhor.


ORAÇÃO


Espírito Santo abra a minha mente para compreender facetas maravilhosas do caráter de Jesus através dos relatos dos Evangelhos. Quero não apenas conhecê-Lo, mas amá-Lo mais!



Autor: William G. Johnsson



quarta-feira, 30 de março de 2011

*Maravilhoso Jesus-Salmo 119:11


Maravilhoso Jesus


A palavra escondida

Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti. Salmo 119:11


O apóstolo Paulo nos diz que a espada do Espírito é a Palavra de Deus (Efésios 6:17). Gostamos dessa imagem – a Palavra como uma arma ofensiva, forte, nas mãos do cristão para cortar e matar.


Infelizmente é assim que algumas pessoas, especialmente pregadores, vêem a Bíblia – como uma ferramenta queeles usam para derrotar os oponentes num debate, para alavancar suas carreiras, ou até mesmo para construir seu império na televisão.


Mas a Palavra de Deus precisa ser escondida no coração antes de ser usada contra outras pessoas. Precisa encontrar morada em nossas próprias almas, instruindo, repreendendo, corrigindo, guiando e transformando a nós mesmos. A menos que primeiro sejamos quebrantados pela Palavra, iremos utilizá-la de forma errada sobre os demais.


A causa de Cristo tem sido envergonhada pelas revelações dos últimos anos. Tele-evangelistas cuja pregação alcançava milhões de pessoas a cada semana, que condenavam os pecados dos outros em grandes reuniões públicas, tiveram seus pecados expostos. A maçã que por fora parecia brilhante, e atraente, por dentro estava estragada. Esses pregadores famosos secretamente praticavam os pecados que veementemente condenavam nos outros.


Quando trazemos a Palavra de Deus para dentro de nossa mente – quando a recebemos, a apreciamos, nos alimentamos dela – é a maior fortaleza contra a tentação. Quando o diabo vem até nós com suas insinuações, dúvidas e tentações, Deus já tem a resposta – "Assim diz o Senhor".


Não podemos tirar para fora algo que não colocamos dentro. Não conseguimos nos defender com o que está escrito nas Escrituras se não sabemos o que está escrito. O Espírito Santo pode trazer à nossa memória somente o que já tivermos lido na Bíblia.


Há um bom tempo, quando eu era apenas um jovem cristão, um pastor falou acerca da "Bíblia antes do desjejum”. O conselho dele foi: “Alimente-se de alimento espiritual antes de alimento físico”. Sempre comece o dia com as Escrituras. Este foi um dos melhores conselhos que já recebi. Esse hábito tem nutrido a minha vida espiritual.


ORAÇÃO


Querido Pai, ensina-me a alimentar-me diariamente de Sua Palavra. Em meio aos cuidados e preocupações desse dia, que eu possa separar tempo para meditar em Seu livro. Que a Palavra me mostre a Sua vontade para a minha vida, dando-me força na hora da tentação e direção.



Autor: William G. Johnsson



É tempo de Páscoa


Tempo de Páscoa



É tempo de Páscoa, tempo de pedir conselho a nossa consciência...


Perguntar: Será que fiz o melhor?


Será que ofereci ao meu irmão o melhor de mim?


Será que estou seguindo os passos de quem deixou seu exemplo vivo, para que eu tentasse ser melhor?


A cada dia... "Busque e acharás, bata e a porta se abrirá".


Não desista nunca de ser melhor e feliz!

É tempo de Páscoa e que sentido teria a Páscoa se nós não entendermos que Páscoa significa renascer, ressurgir das cinzas renovados?


É tempo de Páscoa... hora de tomar uma atitude verdadeira diante da vida e sermos pessoas melhores!


Tratar todos com carinho e amor, levar isso à nossa família
ao nosso trabalho,aos nossos amigos, à nossa comunidade...


Descobriremos então que é possível fazermos a Páscoa todos os dias, renascer no amor do Pai que é amor, paz e bondade!


E o amor jamais fará a guerra!



Marquinhos Gomes-Não Morrerei

Não Morrerei Marquinhos Gomes
Se tudo está difícil,
A multidão já te cansou
O meu Deus nunca falha e nunca falhou.
Se a luta é muito Grande, ela te fez perder a fé
O meu Deus entra na guerra peleja por você
Levante os teus olhos e veja o sobrenatural
Quem tem promessa de Deus vence o mal
Oôoô...
Levante os teus olhos e veja o sobrenatural
Quem tem promessa de Deus vence o mal,vence o mal.

Não morrerei enquanto a promessa não se cumprir
Quem tem promessa de Deus,
Não morre não, não desiste não
E tem a fé, a fé de Abraão!(BIS 2X)


http://www.vagalume.com.br

terça-feira, 29 de março de 2011

*Maravilhoso Jesus- 1 Coríntios. 10:13.


Maravilhoso Jesus


Como Jesus venceu


Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar. 1 Coríntios. 10:13.


Em dois capítulos emocionantes do livro “O Desejado de Todas as Nações”, "A Tentação" e "A Vitória", Ellen White apresenta como Jesus venceu a Satanás no deserto. Estes princípios podem nos ajudar em nossos esforços para permanecermos fiéis a Deus, não importa quão difícil seja a prova.


1. O diabo não pode nos forçar a pecar: "O tentador jamais nos poderá compelir a praticar o mal. Não pode dominar as mentes, a menos que se submetam a seu controle. A vontade tem que consentir, a fé largar sua segurança em Cristo, antes que Satanás possa exercer domínio sobre nós" (p. 125).


2. Se nos aventurarmos no terreno de Satanás, nos colocaremos em risco. "Se [Satanás] consegue pôr-nos desnecessariamente no caminho da tentação, sabe que tem a vitória. Deus há de guardar todos quantos andam no caminho da obediência; apartar-se dela, porém, é arriscar-se no terreno de Satanás. Aí cairemos por certo. "(p. 126).


3. Não conseguimos vencer em nossa própria força. "Em nossa própria força, é-nos impossível escapar aos clamores de nossa natureza caída. Satanás trar-nos-á tentações por esse lado. Cristo sabia que o inimigo viria a toda criatura humana, para se aproveitar da fraqueza hereditária e, por suas falsas insinuações, enredar todos cuja confiança não se firma em Deus." (p, 122).


4. Devemos fixar os nossos olhos em Jesus. "Aquele que está lutando contra o poder do apetite olhe para o Salvador no deserto da tentação. ... Ele resistiu a tudo quanto nos é possível suportar. Sua vitória é nossa" (p. 123).



5. Vencemos através da submissão e da fé. "Jesus obteve a vitória através da submissão e fé em Deus, e diz-nos mediante o apóstolo: ‘Sujeitai-vos pois a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e Ele Se chegará a vós’. Tiago 4:7 e 8. ... Satanás treme e foge diante da mais débil alma que se refugia nesse nome poderoso" (pp. 130, 151).

6. Vencemos pela Palavra de Deus." Por que meio [Cristo] venceu no conflito contra Satanás? - Pela Palavra de Deus. Unicamente pela Palavra pôde resistir à tentação. "Está escrito", dizia. ... Quando assaltados pela tentação, não olheis às circunstâncias, ou à fraqueza do próprio eu, mas ao poder da Palavra" (p. 125).


ORAÇÃO



Senhor, que eu reconheça a impossibilidade de vencer o mal por minhas próprias forças. Que eu siga o exemplo de submissão e fé deixado por Jesus. Que eu viva, hoje, em harmonia com a Tua Palavra.



Autor: William G. Johnsson



segunda-feira, 28 de março de 2011

*Maravilhoso Jesus-Mateus 4:9


Maravilhoso Jesus



Atalhos podem ser perigosos


E lhe disse [o Diabo]: “Tudo isto te darei, se te prostrares e me adorares”. Mateus 4:9 NVI


Durante 40 dias Jesus havia agonizado em oração, buscando ver com clareza os planos do Pai para a sua vida e missão. Nós nascemos para viver; Ele nasceu para morrer. Um mundo que havia se desviado do caminho seria trazido de volta a Deus pelo ato de Deus tomar sobre si o pecado e a maldição que pertenciam à humanidade.


Mas então o diabo veio – e ofereceu a Jesus um atalho.


Em abril de 1846 uma carroça liderada por George Donner partiu do estado de Illinois para a Califórnia. Em 20 de julho Donner levou 20 carroças por um caminho desconhecido que passava pelo lado sul do lago “Great Salt Lake”. Mas essa rota, em vez de acelerar, atrasou a viagem. Quando eles chegaram ao Lago “Truckee”, nas serras do leste, já era 31 de outubro e a neve havia bloqueado a passagem. Eles foram forçados a acampar. Um grupo construiu cabanas à beira do lago; os demais, incluindo o próprio Donner, acamparam em Alder Creek, distante oito quilômetros.


À esta altura, com a comida acabando, a situação deles era desesperadora. Em dezembro, 17 pessoas tentaram atravessar as serras à pé com sapatos próprios para a neve; apenas sete conseguiram. Eventualmente grupos de resgate encontraram os sobreviventes, que evitaram a morte recorrendo ao canibalismo. Ao todo, apenas 40 dos 87 pioneiros sobreviveram à provação.


Atalhos que parecem muito atraentes podem ser perigosos. E em questões espirituais atalhos podem levar à perda eterna.


O diabo ofereceu a Jesus um atalho – o reino sem a cruz. Quando o ministério de Cristo estava se encerrando Judas fez uma tentativa semelhante para forçar Jesus a exercer o seu poder e assumir a coroa.


Mas qualquer caminho, não importa quão convidativo, que não siga a vontade de Deus somente conduzirá à ruína. O fim nunca justifica os meios; no reino de Deus o processo é tão importante quanto o objetivo final.


Reflita hoje acerca dos atalhos. Faça-o seriamente, com calma e com oração.


ORAÇÃO



Senhor do caminho reto e estreito, ajuda-me a andar pela trilha sem me desviar. Que eu fixe meus olhos em Jesus – Aquele que venceu e que agora me incentiva no caminho.



Autor: William G. Johnsson



domingo, 27 de março de 2011

*Maravilhoso Jesus- Apocalipse 12:11


Maravilhoso Jesus


O segredo da vitória


Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida. Apocalipse 12:11


Poderia alguma coisa ser mais importante do que a própria vida? Não é a morte o inimigo final? A maioria das pessoas hoje em dia responderia a essas perguntas sem hesitar, a vida é tudo. Mas a Bíblia nos oferece uma perspectiva diferente, uma que nos desconcerta nesses tempos de egocentrismo.


A Bíblia afirma que a vida é boa – fomos feitos para viver e viver para sempre. A morte, segundo ela, é um inimigo. Mas a Bíblia vai além; ensina que a fidelidade a Deus é mais importante do que o apego à vida.


O texto bíblico de hoje apresenta-nos o tríplice segredo para a vitória – o sangue do Cordeiro, a palavra do testemunho e a lealdade disposta a sofrer até mesmo a morte.

A vitória começa com o sangue de Jesus. Como Ele deu a Sua vida por nós, nós o amamos. Ele é o nosso dono, pertencemos a Ele. Seu sangue nos libertou para sermos filhos e filhas do rei celestial.


A vitória brota da palavra do nosso testemunho. Declaramos lealdade a Cristo; não nos envergonhamos de quem somos. Conhecemos a Deus e damos nosso testemunho a favor dEle. Não escondemos nossas Bíblias quando caminhamos para a igreja. Não proferimos orações apressadas num restaurante, tentando evitar ser notados. Nosso testemunho é natural, não afetado, espontâneo, corajoso.


A vitória olha a morte nos olhos e não pisca. Sabemos que se a nossa vida terrestre tiver que ser desfeita, o nosso futuro eterno está garantido. O Pai nos segura com uma mão forte que nunca irá nos soltar. "Aquele que tem o Filho tem a vida" (1 João 5:12 NVI).


Esse texto – Apocalipse 12:11 – cumpriu-se literalmente muitas vezes no século seguinte depois que João escreveu essas palavras. Os anais do Cristianismo dos primeiros séculos brilham com histórias de seguidores de Jesus, que preferiram serem lançados aos animais ou irem para a fogueira ao invés de renunciarem a Cristo. A nobre Perpétua caminhou lado a lado de sua escrava Felicitus, unidas na fé, unidas no amor, unidas na morte. O idoso bispo Policarpo disse a seus captores para não amarrá-lo ao poste. Cristo lhe daria condições de suportar as chamas.


Quanto amamos a Jesus hoje?


ORAÇÃO


Senhor, amplia a minha visão acerca do que realmente é importante. Mais do que o sucesso desse mundo, busco a intimidade contigo que perdurará por toda a eternidade.


Autor: William G. Johnsson



sábado, 26 de março de 2011

*Maravilhoso Jesus- Mateus 4:6


Maravilhoso Jesus


Religião espetacular


“Se és o Filho de Deus, joga-te daqui para baixo. Pois está escrito: ‘Ele dará ordens a seus anjos a seu respeito, e com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra’ ” Mateus 4:6 NVI


Quando vivi na Índia, um milagreiro chamado Sai Baba esteve nas manchetes por um bom tempo. Afirmava ser capaz de criar coisas, e até fazia com que relógios aparecessem na palma de sua mão.


Sua crescente fama resultou num editorial em um dos principais jornais do país. O articulista levantou o seguinte ponto: Por que os relógios "criados" por Sai Baba aparecem completos e com marcas suíças? Por que os objetos “gerados” são sempre pequenos o suficiente para serem escondidos na manga – porque ele não pensa em "criar" algo grande, como uma abóbora?


Mas o editorial pouco conseguiu em termos de arrefecer o entusiasmo em prol do operador de milagres. Então um dia Sai Baba anunciou o que seria a sua façanha mais espetacular – iria andar sobre a água!


As multidões compraram os seus bilhetes; 20.000 pessoas se amontoaram em torno da piscina, onde Sai Baba caminharia sobre a água. Na hora especificada pelos astrólogos e após cantar mantras, Sai Baba deixou a prancha de mergulho.


Mas aquele foi um mau dia para andar sobre a água. Sai Baba foi parar no fundo da piscina e, ao emergir, teve que fugir perseguido por uma multidão irada exigindo o dinheiro do ingresso de volta.


Pessoas tolas? Sim, mas os cristãos, por vezes, também não desejam uma religião espetacular? Não ansiamos por sinais e prodígios, por evidências diante dos nossos olhos a fim de provar que Deus está conosco?


Durante o ministério de Jesus, os escribas e fariseus exigiam um sinal. Ele não lhes deu nenhum sinal. Quando Jesus foi preso e levado perante o rei Herodes, o monarca dissoluto ficou contente; ele tinha ouvido falar de Jesus, o milagreiro, e esperava "um bom espetáculo." Mas Jesus não fez nenhum milagre.


Ele também não aceitou atirar-se do pináculo do Templo. Sua confiança estava em Seu Pai, e não em demonstrações espetaculares de poder sobrenatural.


E nós hoje devemos viver pela fé, confiando em Jesus, reivindicando as promessas da Palavra. O diabo pode falsificar milagres; ele não pode falsificar as Escrituras.

ORAÇÃO


Querido Deus, livra-nos da tentação de dependermos de sinais exteriores. Que nosso anseio seja Te conhecer e obedecer à Tua Palavra, pelo poder do Espírito Santo. Amém.



Autor: William G. Johnsson



Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis